Seguir o O MINHO

Braga

Trabalhadores da Gabor ajudam jovem de Braga com donativos e venda de rifas

Responsabilidade social

em

Foto: Vamos Ajudar o Renato

Vários trabalhadores da empresa Gabor Portugal, sediada em Barcelos, estão a ajudar Renato Macedo, um jovem de 25 anos natural de Aveleda, Braga, que esteve ano e meio em coma depois de ter sofrido um acidente de viação há dois anos.

Agora, com 95% de incapacidade física, o Renato precisa de ajuda para tentar voltar a andar e a falar, e os trabalhadores da empresa contribuíram com donativos e estão a levar. a cabo uma campanha de compra de rifas para ajudar nos tratamentos médicos.

Estes tratamentos têm por base melhorar as suas capacidades físicas e cognitivas, disse a O MINHO fonte da família do jovem bracarense.

“A responsabilidade social dos colaboradores é importante para a dinâmica da empresa e para sociedade. O Renato e a sua família agradecem aos colaboradores os donativos gerados e pela campanha de compra de rifas”, explicou o familiar.

Segundo a mesma fonte, pessoas com capacidade para ajudar a vender rifas também são precisas para esta iniciativa: “Pessoas com corações generosos e que se importem com o próximo”.

Podem ajudar através dos números 914700249 / 963534689.

Nas redes sociais foi lançada uma página em seu nome, intitulada “Vamos ajudar o Renato”, criando uma onda de solidariedade que levou inclusive à partilha da página pelo presidente da Câmara de Braga.

Na descrição daquele grupo pode ler-se que Renato é “totalmente dependente de todas as atividades da vida diária”, “alimentado e hidratado por Gastrostomia Endoscópica Percutânea” e apenas circular em cadeira de rodas, “desde que seja ajudado por alguém”. Para se comunicar, Renato escreve através de um telemóvel.

“Após o acidente estive dois anos em unidades de cuidados continuados. Atualmente, estou em casa dependente da minha mãe para tudo (comer, beber, tomar banho, vestir, mudar fraldas, dar medicação, transferir)”, pode ler-se.

“Hoje estou bem, lembro-me de tudo, reconheço toda a gente mas preciso da vossa ajuda para recuperar. Quero muito voltar a andar e a falar”, diz ainda Renato, através da página.

O objetivo passa por angariar fundos para que Renato possa frequentar um centro de reabilitação. Para isso, apela ao contributo de um euro para “voltar a ser uma pessoa independente”.

Para além desse contributo monetário, há ainda necessidade de oferta de fraldas, cremes, resguardos ou de suplementos alimentares nutritivos e de proteínas.

“Todas estas despesas são suportadas pelo meu pai que é a única fonte de rendimento”, pode ler-se.

Pode ajudar o Renato através dos seguintes ‘canais’

IBAN: PT50 0193 0000 1050 4564 8155 0
MB WAY: 963534689  ou 913532394

Populares