Seguir o O MINHO

Braga

Torrestir cria mais 200 empregos e vai investir dez milhões em nova sede em Braga

Com uma faturação de 200 milhões e 1975 colaboradores, Grupo Torrestir SA segue de vento em popa

em

O Grupo Torrestir, com sede em Braga, faturou 200 milhões de euros, em 2018, e criou mais 200 postos de trabalho, passando a empregar um total de 1975 trabalhadores, anunciou a empresa.

Segundo Fernando Torres, presidente do Conselho de Administração, os resultados devem-se, principalmente, “à excelente performance dos mercados de Espanha, Alemanha e Moçambique”, através das empresas Torrestir España, Torrestir Deutschland e Torrestir Moçambique.

Este ano, a empresa prevê, assim, investir 45 milhões de euros, de forma a aumentar a capacidade operacional.

Dez milhões desse bolo destinam-se à abertura de uma nova sede, em Braga, com uma área de 100 mil m2, para além do espaço de armazém, zona de escritórios e das oficinas, em que 7 mil m2 serão destinados ao cross-docking e 20 mil m2 ao serviço de logística.

Outro aspecto considerado no plano de investimentos da Torrestir é a renovação da frota, depois de, em 2018, o Grupo ter já adquirido 90 tractores (45 da marca DAF e 45 da marca Renault), 111 Iveco Daily, de 3500 kg, e 80 camiões pesados, de 14 toneladas, num investimento total de 16 milhões de euros, segundo anunciou a empresa em comunicado.

A aposta num novo software de automatização à medida da empresa, cujo investimento deverá ser de cerca de 1,2 milhões de euros, e a criação de um novo armazém no Mercado Abastecedor da Região de Lisboa (MARL), 3 mil m2 destinado à distribuição de produtos farmacêuticos e 5 mil m2 à logística de frio, num investimento total de 5 milhões de euros. Para a Torrespharma, de distribuição de medicamentos, o investimento contemplado pela Torrestir é de 5 milhões de euros e destina-se à compra 50 semi-reboques de frio (temperatura controlada).

O Grupo Torrestir, fundado em 1962, que integra o grupo de Embaixadores Empresariais de Braga, tem filias em várias zonas do país, Espanha, Alemanha, Angola, Moçambique e Brasil. Conta com 14 plataformas de distribuição, dois armazéns de logística integrada e 1.634 veículos. Os serviços estão distribuídos em seis áreas – Transporte internacional, transitário, logística, distribuição nacional, ‘courrier’ internacional, distribuição farmacêutica e transportes especiais.

Populares