Seguir o O MINHO

Futebol

Tomás Esteves terá tido teste positivo à covid-19? CMTV assegura que sim

Covid-19

em

Foto: Divulgação / Twitter FC Porto

O futebolista Tomás Esteves, natural de Arcos de Valdevez, terá sido o único jogador do plantel profissional do FC Porto a acusar positivo aos testes PCR à covid-19, anunciou esta noite a CMTV.


Eventualmente, e caso tenha acusado positivo, o jogador já estará recuperado, tendo regressado aos treinos no Olival esta segunda-feira, com os restantes companheiros de equipa.

Embora o clube não tenha confirmado nem desmentido que existiu um caso positivo no clube, noticiado também pelo jornal Record (acesso reservado a assinantes) a 15 de maio, agora a CMTV terá tido acesso à lista de jogadores dados como infetados entregue pelos clubes à Direção-Geral da Saúde.

No entanto, o jornal O JOGO, no dia 15, noticiava que nenhum dos jogadores do emblema do dragão acusou positivo ao novo coronavírus.

Ao Diário de Notícias, também no dia 15, fonte do clube lembrou que, desde início, foi tomada uma decisão de “não comunicar publicamente os resultados dos testes, sejam eles positivos ou negativos”. E que “se houver testes positivos serão informadas as autoridades de saúde”. Mas a fonte não desmentiu o caso de infeção.

Durante a conferência de imprensa daquele dia, Graça Freitas, da DGS, disse que não poderia confirmar o caso porque não lhe tinha sido reportado, embora admitisse que seria provável que vários jogadores acusassem positivo, face aos testes em massa feitos aos jogadores da Liga.

Segundo o Record, o jogador não terá manifestado sintomas, mas o clube enviou uma mensagem ao plantel a informar dessa situação, de forma a que se preparassem caso existissem mais casos de infeção.

Restantes nomes

A mesma fonte (CMTV) revelou hoje que, no Vitória SC, André Almeida, André André e Celton Biaí foram os três jogadores que estiveram infetados.

Já no FC Famalicão, os três jogadores contagiados, entretanto recuperados, foram Defendi, Patrick e Pedro Gonçalves. No Moreirense, tratou-se de Abdu Conté.

Para além destes futebolistas, há ainda David Tavares, do SL Benfica, caso que foi confirmado pelo clube.

Anúncio

Futebol

Avançado de 16 anos assina contrato profissional com Vitória SC

Futebol

em

Foto: Divulgação / Vitória SC

O avançado Herculano, de 16 anos, assinou um contrato profissional com o Vitória SC, válido até 2022/23, com mais duas épocas de opção, anunciou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol, no site oficial.

Os vitorianos conseguiram ‘segurar’ o ponta de lança nascido na Guiné-Bissau, que, segundo a comunicação social portuguesa e espanhola, despertou o interesse de Real Madrid e FC Barcelona, incluindo no contrato uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.

Após ter representado o Algueirão e o Belenenses, Herculano rumou a Guimarães no início da época 2018/19 e marcou 51 golos pelo Vitória, tendo sido chamado às seleções jovens de Portugal em mais de 20 ocasiões.

O futebolista afirmou encarar a aposta dos minhotos com “gratidão” e “responsabilidade”, em declarações divulgadas no sítio oficial do clube.

Continuar a ler

Futebol

Moreirense quer “jogar bem” frente a Paços de Ferreira com “qualidade”

I Liga

em

Foto: DR / Arquivo

O treinador Ricardo Soares afirmou hoje que o Moreirense quer “proporcionar um bom espetáculo” e vencer na quarta-feira o Paços de Ferreira, uma “equipa boa”, em partida da 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Com uma derrota nos últimos 13 jogos do campeonato, a equipa de Moreira de Cónegos é oitava classificada, com 42 pontos, e, segundo o seu técnico, quer “ser competente a defender” e “assertiva a aproveitar as oportunidades que aparecem”, frente a um adversário que ocupa o 13.º posto, com 34 pontos, e precisa ainda de garantir a permanência no escalão principal.

“Cada jogo tem a sua história. Este Paços de Ferreira é uma equipa boa, muito bem orientada [por Pepa], que conhecemos bem. Tem jogadores de grande qualidade, defende com grande coesão e é forte nas transições ofensivas. Mas este é mais um jogo em que queremos jogar bem, proporcionar um bom espetáculo e lutar pela vitória até à exaustão”, disse o técnico, em conferência de antevisão ao jogo, agendado para as 17:00, em Moreira de Cónegos.

Ricardo Soares mostrou-se “pouco preocupado” com a pressão que a turma pacense possa sentir para arrecadar pontos na quarta-feira e realçou que o Moreirense, depois de garantido o principal objetivo da época, a manutenção, quer “continuar a evoluir” e a alcançar outros objetivos, entre os quais o de ultrapassar os 39 golos marcados na época passada, a melhor da história do clube na I Liga, que valeu o sexto lugar.

“Estamos sempre a reformular objetivos. O primeiro e principal objetivo foi conquistado cedo, a manutenção. Depois há uma série de objetivos que queremos conquistar. Já disse que o oitavo lugar era um bom lugar para nós. A época passada foi histórica para o clube, tendo-se feito 39 golos. Neste ano, também já se fizeram 39 golos”, disse.

A “valorização individual dos jogadores” nos três jogos que restam é outro dos propósitos do treinador dos ‘cónegos’, com o propósito de “gerar mais-valias” para o emblema do concelho de Guimarães.

Ricardo Soares frisou, aliás, que o desempenho do Moreirense no campeonato resulta da “harmonia” que reina no clube, aliando o “foco” e o “compromisso” exibidos pelos seus atletas, ao trabalho “competente” de outros departamentos e à “liderança” do presidente, Vítor Magalhães.

“Tenho um grande grupo de homens. Criámos afetos que permitem transparecer dentro de campo a qualidade com que trabalhamos. Temos um departamento médico com um trabalho extraordinário, que nos permite não termos lesões, e um departamento de fisiologia muito competente. Este é um clube organizado, com uma liderança forte de uma pessoa que está há muito tempo cá. É esta conjugação que faz com que as equipas sejam mais fortes”, salientou.

O Moreirense, oitavo classificado da I Liga, com 42 pontos, recebe o Paços de Ferreira, 13.º, com 34, em partida da 32.ª jornada, às 17:00 de quarta-feira, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, com arbitragem de Rui Costa, da Associação de Futebol do Porto.

Continuar a ler

Braga

Carlos Carvalhal atacado por encapuzados em Braga. “Instinto levou-me a resistir”

Crime

em

Carlos Carvalhal. Foto: DR / Arquivo

Três encapuzados tentaram assaltar, na madrugada desta terça-feira, o treinador do Rio Ave, quando este chegava a casa, em Braga, após o jogo com o Marítimo.

O MINHO apurou que os ladrões acabaram por fugir sem levar nada.

Carlos Carvalhal contou no Facebook como tudo se passou e admite que resistiu, com a ajuda do filho, acabando com ferimentos ligeiros.

“Ontem quando regressava da Madeira para a minha residência em Braga fui atacado por três indivíduos encapuzados por volta das 2:15”, explica o técnico.

“O meu instinto levou-me a oferecer resistência (se calhar inadvertidamente) e com a ajuda do meu filho, José Carlos, conseguimos resolver a situação”, da qual, acrescenta, “resultaram algumas escoriações e um hematoma, nada de preocupante”.

Agradecendo “todas as manifestações de amizade e solidariedade”, faz um pedido: “Agradeço que não liguem para mim nem para a minha família, de forma a ajudar-nos a ultrapassar mais rapidamente esta situação.”

Carlos Carvalhal deixou ainda uma palavra de elogio à PSP de Braga que “foi prontamente chamada ao local e foram inexcedíveis no apoio após incidente”.

“Tomaram conta da ocorrência e espero que em breve capturem os responsáveis por esta tentativa de assalto”, conclui o treinador.

Fonte do Rio Ave, sexto classificado da I Liga, disse à Lusa que o treinador “está abalado, mas bem fisicamente”, e que “já esta tarde estará no estádio para orientar a sessão de treino”.

Notícia atualizada às 10h46.

Continuar a ler

Populares