Seguir o O MINHO

Região

Tito Senna vence Bienal de Pintura do Eixo Atlântico que retoma itinerância

Vai passar por Barcelos e Viana

em

Foto: DR

O artista brasileiro Tito Senna venceu a XIII Bienal de Pintura do Eixo Atlântico, que, depois de uma paragem forçada pela pandemia de covid-19, regressou à itinerância com a primeira exposição em Mirandela, onde foram entregues hoje os prémios.

O Museu Armindo Teixeira Lopes, na cidade transmontana, foi o local escolhido para acolher a primeira exposição das obras finalistas e também a cerimónia de entrega de prémios aos vencedores entre as 119 obras inscritas nesta edição, segundo a promotora.

O primeiro prémio, no valor de 4.000 euros, foi entregue a Tito Senna, com o trabalho “Coração Resiliente”, considerado “melhor obra do certame” elaborada com uma técnica mista, em que o graffiti brasileiro usa tinta spray, tinta acrílica, cola e caneta.

O artista asturiano (Espanha) Fruela Alonso Blanco recebeu o segundo prémio, no valor de 2.000 euros, com o acrílico “Betty” e foram ainda atribuídas cinco menções honrosas a Francisco Javier Pena Fernández, J. Antonio Castro-Muñiz, Ricardo de Campos, Thomas Apostolou e Raul José de Oliveira Ferreira.

A bienal atribui também 1.500 euros do Prémio Jovens Talentos Luso-galaicos, destinado a jovens artistas com idades compreendidas entre os 16 e os 25 anos de idade, a Breogán Torres Gutiérrez pelo trabalho “As cancións de mariñeiros que falan de liberdade escríbeas xente de terra”.

Os trabalhos premiados fazem parte das 30 obras selecionada pelo júri e que constam da exposição, que encerra hoje em Mirandela e percorrerá, até agosto, espaços expositivos de Barcelos, Viana do Castelo, Monforte de Lemos, Maia e Deputación de Ourense, de acordo com a organização.

A exposição conta com obras de uma ampla variedade de estéticas, linguagens e técnicas que se apresentaram a concurso, que foram selecionadas pelo júri presidido por Antón Pulido e composto por Carlos López Bernárdez, Helena Mendes Pereira, Patrícia Oliveira e Fátima Teles, vencedora da última edição.

O Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular é uma entidade que junta 37 localidades portuguesas e espanholas e que dedica a apoiar iniciativas que fomentem a cooperação entre os territórios dos dois lados da fronteira.

EM FOCO

Populares