Seguir o O MINHO

Braga

Theatro Circo assinala 105.º aniversário com “maratona” de atuações online

Mais de 20 atuações

em

Foto: DR / Arquivo

O Theatro Circo, em Braga, vai assinalar o 105.º aniversário com uma série de mais de 20 atuações, de música, poesia e dança, por nomes como Ana Moura, Conan Osiris, Pedro Abrunhosa e Selma Uamusse, transmitidas através da Internet.


Em comunicado, o Theatro Circo revelou que o aniversário da sala, no dia 21 de abril, se vai celebrar através de diretos nas páginas de Instagram dos artistas envolvidos, devido à impossibilidade de a comemoração se fazer no palco, em consequência das medidas de prevenção da doença covid-19.

Em declarações à Lusa, o diretor artístico do Theatro, Paulo Brandão, afirmou que, uma vez que o programa “normal”, já definido com múltiplas atividades, não foi possível, quiseram “adaptar e marcar o aniversário virtualmente com vários convidados”, em particular “procurando aqueles que ainda não tivessem feito estes ‘lives’ no Instagram ou no Facebook e também sugerindo aos artistas que fizessem algo diferente”.

Regresso à normalidade no Theatro Circo, em Braga, pode demorar até dois anos

A partir das 13:00, o Theatro Circo dá início à festa do 105.º aniversário, com a ‘performance’ de dança de Duarte Valadares, seguindo-se Mara Andrade e o concerto da cantora Tainá.

Pela tarde e noite dentro, através do Instagram dos vários artistas vai poder assistir-se a atuações de Mr. Gallini, Jorge Coelho, Carne Doce, Valter Hugo Mãe, Joana Gama, Adolfo Luxúria Canibal, Luís Figueiredo, António Durães, La Baq, Cachupa Psicadélica, André Henriques, Angélica Salvi, Márcia, Cristina Branco, Ana Moura, Rita Redshoes, Selma Uamusse, Pedro Abrunhosa, Conan Osiris e Doll Maron.

“Um teatro cabe sempre dentro de uma casa, e, no dia 21 de abril, decidimos que cada uma das vossas casas será um Theatro Circo em plena magia na divisão que melhor se sentirem: na cozinha, na sala ou nos quartos. Vale tudo. A cultura e a arte são um bem essencial à nossa existência, e isso tem-se comprovado durante os dias que correm, por isso preparamos um dia repleto de música, poesia e dança”, indicou a sala em comunicado.

Paulo Brandão realçou que todos os artistas que decidiram convidar aceitaram e salientou que, em alguns casos, as atuações vão consistir em surpresas, como será o caso de Valter Hugo Mãe.

“A ideia foi criar uma programação apelativa e é verdade que no fundo estamos a servir-nos dos diferentes palcos, que são as casas das pessoas ou onde estão de quarentena”, afirmou Paulo Brandão.

Toda a informação pode ser consultada na página do Theatro Circo e nas respetivas redes sociais.

Anúncio

Braga

CDS de Braga apoia António Cunha para a CCDR-N. Bloco está contra e pede regionalização

Política

em

João Medeiros (CDS) e Alexandra Vieira (BE). Foto: Municipio de Braga

O CDS/PP de Braga produziu, ontem, na Assembleia Municipal, uma declaração política de apoio à candidatura do antigo reitor da Universidade do Minho, António Cunha, à presidência da CCDR-N, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte.

O deputado municipal João Medeiros enalteceu as qualidades pessoais, de honradez, e de gestão do universitário bracarense, lembrando o bom papel que desempenhou enquanto Reitor e, posteriormente, na Escola de Engenharia, quer na docência quer em projetos de ligação ao mundo empresarial.

Antes da declaração, o Bloco de Esquerda, havia apresentado uma Moção Contra o processo de eleição indireta dos presidentes das CCDR e pela instituição efetiva de regiões administrativas. Moção chumbada com os votos da maioria PSD/CDS/PPM e do PS.

Os bloquistas dizem que “a eleição de um presidente da CCDR para os próximos cinco anos quando estamos a um ano de novas eleições autárquicas, enfraquece a legitimidade do processo e está a transformar-se numa espécie de oligopólio eleitoral, com PS e PSD a distribuirem entre si cargos de presidente nas várias CCDR’s, num processo que de democrático tem muito pouco. Fica, isso sim, evidente a intenção de manter o bloqueio à Regionalização consagrada na Constituição desde 1976”.

O BE pedia, por isso, que os deputados municipais manifestassem a sua discordância quanto ao processo e insistissem junto dos órgãos da República para que se avance, o mais rápido possível, com a instituição de Regiões Administrativas.

Eleição no dia 13

Na sessão, a presidente da Assembleia Hortense Santos disse que a votação para eleição de António Cunha – o único candidato – decorre no edifício da Câmara, entre as 16 e as 20 horas. Votam o presidente do Município, os vereadores – com e sem pelouro – os deputados municipais, e os presidentes de Juntas ou de Uniões de Freguesia.

Recorde-se que, e conforme O MINHO noticiou, Ricardo Rio já manifestou publicamente o seu apoio a António Cunha, enquanto que o líder do PS local, Artur Feio, disse que o assunto será debatido em reunião da secção.

A CDU, disse o vereador Carlos Almeida, votará contra, por discordar do método adotado e também querer a Regionalização, seguindo a orientação nacional do PCP.

Continuar a ler

Braga

Casal ferido após colisão entre mota e carro em Braga

Maximinos

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Um casal sofreu ferimentos na sequência de uma colisão entre a mota em que seguiam e uma viatura ligeira, ao início da noite deste sábado, em Braga.

Ao que apuro O MINHO, o acidente ocorreu na rotunda onde começa a Rua Cidade do Porto, em Maximinos, cerca das 21:00 horas.

As duas vítimas, que seguiam na mota, foram imobilizadas e transportadas para o Hospital de Braga, para fazerem exames de despiste de possíveis fraturas e lesões na coluna.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Serão marido e mulher e foram transportados pelos Bombeiros Sapadores de Braga, que mobilizaram quatro operacionais e duas ambulâncias.

Foram para o Hospital de Braga com apoio da equipa médica da VMER local.

A PSP está a fazer as peritagens.

Continuar a ler

Braga

Concelho de Braga com 235 casos ativos de covid-19. Há 338 pessoas em isolamento

Dados locais

em

Foto: DR

O concelho de Braga regista 235 casos de infeção ativa pelo novo coronavírus.

Estes dados, apurados por O MINHO junto de fonte local da saúde, foram atualizados às 17:30 de sexta-feira.

O concelho regista 1.433 casos de recuperações do SARS CoV-2 desde o início da pandemia.

Em termos acumulados, são já 1.742 casos de pessoas infetadas com a doença.

Lamentam-se ainda 74 óbitos, número que permanece igual desde o passado dia 16 de junho.

O número de pessoas em isolamento sob vigilância da autoridade de saúde é de 338.

Continuar a ler

Populares