Seguir o O MINHO

País

Testes rápidos para a covid-19 a partir de 09 de novembro

Covid-19

em

Foto: DR

A partir do próximo dia 09 de novembro, o Governo, em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa, vai alargar a capacidade de testagem rápida a todo o país.

O anúncio foi feito este sábado por António Costa, no final da reunião extraordinária do Conselho de Ministros.

O primeiro-ministro refere que estes testes, para além de serem quase instantâneos, também são mais baratos, mas recorda que também podem ser menos eficazes.

“É absolutamente vital testar. Quantas mais pessoas testarmos, mais depressa identificamos quem são os transmissores de infeção para que se possa isolar e quebrar cadeia de transmissão”, começou por dizer o chefe de Governo.

António Costa recordou que a capacidade de testagem em março era de 2.578 testes diários. “Neste momento a média diária é de mais de 24 mil testes. A 20 de outubro realizaram-se 32.717 testes”, indicou.

A partir de 09 de novembro, o SNS começa a fazer testes rápidos para “instantaneamente despistar as pessoas em risco de estar infetadas”.

“Têm menor grau de precisão do que os testes PCR, mas são os que nos permitem responder rapidamente à generalidade das situações, e em caso de dúvida, verificar com PCR”, afirmou.

O primeiro-ministro adiantou ainda que, em média, e desde o início da pandemia, a taxa de testes positivos é de 4,2 %.

“Mas a média de testes em outubro passou para uma taxa de 8%. Significa que há mais pessoas a ser infetadas e que a pandemia está a crescer de forma significativa”, alertou.

Populares