Seguir o O MINHO

Terras de Bouro

Terras de Bouro vai ter um canil

Investimento ronda os 134 mil euros

em

Foto: CM Terras de Bouro

O concelho de Terras de Bouro vai contar com um centro e recolha oficial municipal de animais de companhia, vulgo canil. A autarquia já celebrou um protocolo entre a Direção-Geral das Autarquias Locais e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte estando previsto um custo de cerca 134 mil euros.

A Direção-Geral das Autarquias Locais comparticipará financeiramente a obra em 50 mil euros sendo o restante montante da verba oriunda da componente municipal.

O Centro de Recolha Oficial Municipal de Animais será implementado no lugar de Cabaninhas, freguesia de Gondoriz e espera-se que esteja concluído antes de 31 de março de 2020.

Trata-se de uma estrutura que tem como objetivo contribuir para a resolução dos problemas relacionados com o abandono de animais de companhia que sofrem todo o género de maus-tratos e os que vagueiam pelas ruas, sujeitos a contrair doenças, constituindo um risco para a saúde pública.

Assim, está assegurado o cumprimento das normas europeias ao serem acauteladas as condições consideradas essenciais para a permanência dos animais no Centro de Recolha.

Compete às câmaras municipais, no domínio das suas atribuições na defesa da saúde animal e pública, proceder à recolha e captura dos animais em situação de abandono, sempre que tal seja indispensável.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Terras de Bouro

Parque Cerdeira, em Terras de Bouro, galardoado na Holanda com prémio Caravan Club & Alan Rogers

Mais de 300 locais a concurso

em

Foto : Parque Cerdeira

Os Caravan Club & Alan Rogers Awards são atribuídos anualmente, distinguindo os melhores Parques de Campismo e Caravanismo da Europa. Nesta edição, um dos prémios “Country Award” veio para Portugal.

Entre mais de 300 locais a concurso, o Parque Cerdeira ganhou um prémio na categoria Country Award. Esta categoria destaca espaços com localizações privilegiadas, que oferecem aos visitantes uma base excecional para explorar o espaço natural envolvente.

Os prémios Caravan Club & Alan Rogers distinguem, em diversas categorias, os melhores espaços de Campismo e Caravanismo. São atribuídos pelo conceituado guia britânico de campismo Alan Rogers em parceria com o Caravan Club, uma das mais prestigiadas organizações campistas da Europa.

A cerimónia de entrega dos galardões de 2018, decorreu em Utrecht, na Holanda, no passado dia 10.

Localizado em Terras de Bouro, no Gerês, o Parque Cerdeira soma várias certificações pelas suas preocupações ambientais e de sustentabilidade.

Com um enquadramento único, este parque oferece uma grande variedade de recursos para explorar o Parque Nacional Peneda-Gerês. Destacam-se mapas de trilhos e guias premiados de flora e fauna local.

Faz parte da sua visão promover um turismo responsável, de reduzido impacto e em profundo equilíbrio com a Natureza.

Continuar a ler

Terras de Bouro

107 dias a caminhar no Gerês

Há caminhadas nocturnas e um trilho das bruxas

em

Foto: DR

A 7.ª edição do Programa Anual de Caminhadas Guiadas decorrerá no Gerês até dezembro 2019. Organizado pela associação empresarial Gerês Viver Turismo, este programa conta com o apoio da Câmara Municipal de Terras de Bouro, sendo operacionalizado por cinco empresas de animação turística do concelho, dotadas de guias especializados e conhecedores do território.

Durante 12 meses são 107 os dias com caminhadas, correspondendo por isso a mais de uma centena de experiências.

Para além das muitas caminhadas matinais, os possíveis interessados poderão participar em caminhadas nocturnas, na 7.ª edição do Festival de Caminhadas que se realizará nos dias 23 e 24 de março e na 5.ª edição do Trilho das Bruxas.

Pelo sétimo ano consecutivo a organização pretende evidenciar as características ímpares do Gerês para a prática de caminhadas na Natureza, com destaque para a rede de trilhos que naquele destino turístico se pode encontrar e percorrer em segurança. A promoção de um estilo de vida mais saudável em conjugação com o diversificado património natural e cultural existente continua a ser também um objectivo, assim como a potenciação do desenvolvimento económico e social do território.

Para os interessados, informação completa sobre como participar pode ser consultada em www.geres.pt, sendo que a primeira caminhada está agendada para o dia 20 de Janeiro.

Continuar a ler

Terras de Bouro

Parque Nacional Peneda Gerês está há um ano à espera de antena de comunicações

Antena facilitaria resgate de turistas perdidos

em

Foto: O MINHO

Ninguém sabe o que se passa com a não instalação de uma antena de telecomunicações em Leonte, Terras de Bouro, em pleno Parque Nacional Peneda Gerês e que facilitaria o resgate de pessoas perdidas em plena serra.

O Governo aprovou em 2017, 11 medidas integradas no projeto-piloto para a prevenção de incêndios florestais e de valorização e recuperação de habitats naturais no PNPG e uma delas passava pela instalação de seis antenas, cinco estão no terreno mas a de Leonte nem vê-la.

O Presidente da Câmara de Terras de Bouro confirma esta situação e diz desconhecer em que pé está este processo. “O concelho aparece pelos piores motivos na abertura dos telejornais”, referindo-se às perdas de pessoas quando fazem os trilhos, “temos a solução encontrada, mas não há sinal da sua concretização”.

Manuel Tibo lembra que a antena será partilhada pelas três operadoras e espera que “na altura da época estival o problema esteja resolvido”, sob o risco de o resgate das pessoas continuar a ser muito difícil.

Segundo foi possível apurar, em causa está uma questão de energia para alimentar a antena. Ou se instalam painéis fotovoltaicos ou a energia terá que vir de Espanha ou da Vila do Gerês.

Confrontado com esta questão, Manuel Tibo confirma que “havia um problema com a energia, mas não sei em que ponto está essa situação porque não fomos informados de nada”.

Continuar a ler

Populares