Seguir o O MINHO

Terras de Bouro

Terras de Bouro aprova orçamento de 12,9 milhões para 2019

Segundo a fonte municipal, este orçamento para 2019 representa um crescimento de 23,4 % em relação ao do corrente ano.

em

Foto: DR/Arquivo

A Câmara de Terras de Bouro aprovou, por maioria, o Orçamento para 2019, no valor de 12,9 milhões de euros, disse hoje fonte municipal à Lusa.

O documento foi aprovado com três votos a favor (dois do PSD e um da vereadora que foi eleita pelo movimento independente Terras de Bouro, o Nosso Partido, que, entretanto, se “juntou” aos sociais-democratas).

Registaram-se duas abstenções, uma do eleito do PS e outra daquele movimento independente, que consideram que o Orçamento está “inflacionado”.

Segundo a fonte municipal, este orçamento para 2019 representa um crescimento de 23,4 % em relação ao do corrente ano.

A mesma fonte municipal referiu que as principais apostas de investimento para 2019 são a implementação dos projetos da ecovia do Rio Homem, do parque urbano verde da vila de Terras de Bouro e de uma rede pedonal entre Rio Caldo e Vilar da Veiga.

Adquirir um pavilhão para instalação do armazém municipal, requalificar o Pavilhão Municipal do Parque Industrial de Moure para a instalação de pequenas empresas e instalar um novo ancoradouro para a embarcação “Rio Caldo” são outras das apostas.

O vereador Paulo Sousa, no movimento independente Terras de Bouro, o Nosso Partido, que se absteve, considera que “quase todas as rubricas do Orçamento de receita estão sobrevalorizadas, por forma a dilatar o volume de despesas”.

Paulo Sousa acrescenta que este executivo “somente tem em carteira os projetos que herdou do anterior”.

Estes foram também os motivos esgrimidos pelo vereador do PS, Luís Teixeira, para se abster.

“É um Orçamento manifestamente inflacionado, com uma previsão de receitas irrealista”, sintetizou.

Anúncio

Terras de Bouro

Homem fica ferido após despiste de moto 4 na zona do Gerês

Em Carvalheira

em

Foto: O MINHO

Um homem ficou ferido esta segunda-feira após uma queda de moto 4 em Terras de Bouro. O acidente ocorreu quando a vítima seguiu no sentido descendente desde Carvalheira em direção a Chamoim, no lugar de Gradouro, perto das Águas do Fastio, na zona do Gerês.

A vítima não ficou com ferimentos muito graves e foi transportado para o Serviço de Urgência do Hospital Central de Braga.

A vítima recebeu os primeiros socorros logo no local por parte dos Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro e da equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do INEM baseada no Hospital Central de Braga.

O Posto Territorial da GNR de Terras de Bouro registou o acidente.

Continuar a ler

Terras de Bouro

Quatro jovens estrangeiros perdidos resgatados na Serra do Gerês

Três neozelandeses e um cabo-verdiano

em

Foto: O MINHO

Quatro jovens estrangeiros, três neozelandeses e um cabo-verdiano, foram resgatados pela GNR na madrugada de hoje após se terem desorientado na Serra do Gerês, disse à Lusa a GNR de Braga.

Segundo a fonte, cerca das 22:00 de sábado os jovens – três homens e uma mulher – pediram apoio via telemóvel ao posto territorial da GNR de Terras de Bouro, por se terem afastado da trajetória que seguiam e não conseguirem orientar-se.

Foto: O MINHO

Foto: O MINHO

“O posto informou o CDOS [Comando Distrital de Operações de Socorro] de Braga, que ativou a equipa do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR, que procedeu ao resgate”, disse.

Conforme explicou a fonte do Comando Territorial de Braga da GNR, os jovens enviaram via ‘Whatsapp’ às autoridades as coordenadas GPS do local onde se encontravam, tendo sido localizados pelo GIPS pelas 01:00 de hoje, num local “bastante distante da estrada”.

Os jovens encontravam-se bem e a operação foi dada como finalizada pelas 04:00 da madrugada.

Continuar a ler

Terras de Bouro

GNR resgata cinco pessoas da mesma família no Parque Nacional Peneda Gerês

Na zona de Vila da Veiga, próximo da Cabana do Cando

em

Foto: DR / Arquivo

Cinco pessoas da mesma família foram resgatadas na quarta-feira à noite na zona de Vila da Veiga, próximo da Cabana do Cando, no Gerês, depois de terem estado perdidas no Parque Natural, anunciou hoje a Guarda Nacional Republicana (GNR).

Em comunicado, a GNR adianta que os militares de Grupo de Intervenção Proteção e Socorro (GIPS) resgataram duas mulheres de 53 e 45 anos, dois jovens de 18 e 21 anos e uma criança com 10 anos.

O resgate ocorreu depois de o Comando Territorial de Braga, através do Posto Territorial do Gerês, ter recebido um alerta, às 18:00 de quarta-feira, para o 112 de que cinco pessoas estavam perdidas no Parque Natural Peneda Gerês, tendo sido ativada a equipa de GIPS.

A GNR adianta que os militares conseguiram estabelecer contacto com um dos elementos do grupo, o que possibilitou obter as coordenadas GPS e perceber a gravidade e complexidade do resgate.

“As vítimas estavam exaustas, sem água e duas delas impossibilitadas de andar, uma vez que a mulher de 45 anos, tinha recentemente sido sujeita a uma intervenção cirúrgica e o jovem, de 21 anos, apresentava ferimentos e hematomas nos joelhos, devido a duas quedas”, indica a GNR.

Os GIPS percorreram cerca de oito quilómetros por trilhos, a partir da Cascata do Arado, até localizarem as vítimas, às 19:30, numa zona de montanha e de vegetação densa.

“Os militares verificaram que as vítimas estavam desorientadas, bastante cansadas e desidratadas, sendo necessário proceder à sua estabilização, disponibilizando-lhes água, magnésio e mantas térmicas”, é referido na nota.

Devido à impossibilidade de duas das vítimas poderem caminhar pelos próprios meios, foi acionado um helicóptero, que retirou quatro elementos do grupo.

Um dos elementos do grupo acompanhou os militares do GIPS até à Cascata do Arado, onde se encontrava Instituto Nacional de Emergência Médica e elementos dos Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro, distrito de Braga.

A GNR indica ainda que a operação de resgate terminou cerca das 22:00 de quarta-feira.

Continuar a ler

Populares