Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Telenovela “A Herdeira” despediu-se de Viana

em

Foto: Divulgação

As gravações da telenovela “A Herdeira”, transmitida na TVI, terminaram esta quinta-feira, em Viana do Castelo.

Atores e responsáveis da Plural e da TVI fizeram o balanço.

Segundo a TVI, “A Herdeira” foi uma das produções nacionais mais vistas de sempre.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Viana do Castelo

Bolo-rei de 50 metros deliciou Viana

Dezasseis pastelarias de Viana do Castelo voltaram a juntar-se, pelo segundo ano, para confeccionar e servir um bolo-rei com 50 metros de perímetro e cerca de 500 quilogramas. Foi este sábado, na Praça da República, e foram muitas as pessoas da cidade e os turistas que participaram na iniciativa, considerada “um sucesso” pela organização. A acompanhar o bolo-rei, foi ainda oferecido vinho do Porto. Imagens: Facebook de Câmara Municipal de Viana do Castelo

em

Dezasseis pastelarias de Viana do Castelo voltaram a juntar-se, pelo segundo ano, para confeccionar e servir um bolo-rei com cerca de 50 metros de perímetro e 500 quilogramas. Foi este sábado, na Praça da República, e foram muitas as pessoas da cidade e os turistas que participaram na iniciativa, considerada “um sucesso” pela organização. A acompanhar o bolo-rei, foi ainda oferecido vinho do Porto.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Estivadores de Viana aderem ao novo sindicato

Sindicato dos Estivadores e da Actividade Logística (SEAL).

em

Foto: O MINHO

Os estivadores de Viana do Castelo vão aderir ao SEAL, o novo sindicato com âmbito nacional, segundo apurou O MINHO.

A revelação partiu do próprio presidente do Sindicato dos Estivadores e da Actividade Logística (SEAL), António Mariano, depois de ter participado em um plenário, no Porto de Leixões, em Matosinhos, na sequência da greve às horas suplementares que se regista em todo os portos nacionais, enquanto é de paralisação total em Setúbal.

De acordo com o histórico dirigente portuário, “na sequência das adesões em todos os portos do continente e das ilhas, é agora a vez da filiação dos 13 estivadores que trabalham no Porto de Viana do Castelo, que está a ser devidamente preparada”, num universo entre mais de seis centenas de associados dos SEAL.
A tutela do porto minhoto é assegurada pela Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL), sediada em Matosinhos.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Empresa de Viana investe 12,5 milhões na reabilitação de imóveis degradados do centro histórico

Reabilitar Viana.

em

Foto: Facebook

A Reabilitar Viana vai investir, em 2019, mais de 12,5 milhões de euros na reabilitação de vários imóveis degradados do centro histórico de Viana do Castelo, disse à Lusa o diretor geral da empresa.

Fernando Peixoto explicou que, “em 31 meses de atividade, a empresa reabilitou 31 frações de edifícios no centro histórico da capital do Alto Minho, no valor global de 5,5 milhões de euros”.

Criado, em 2016, o projeto Reabilitar Viana “começou com um apartamento e tem, atualmente, em curso a reabilitação de mais 22 frações, num investimento de 4,5 milhões de euros, a concluir durante o ano de 2019”.

Dos mais de 12,5 milhões de euros de investimento previsto para o próximo ano, num total de 58 frações, o diretor geral da Reabilitar Viana destacou a recuperação de um antigo armazém da Quimigal Adubos, um edifício devoluto e abandonado há mais de três décadas na frente ribeirinha de Viana do Castelo que vai ser demolido e transformado em 24 habitação de luxo.

Construído de raiz, o empreendimento vai ocupar uma área de 5.550 metros quadrados, com cave, rés do chão e dois andares.

O imóvel, em avançado estado de degradação, está situado junto à antiga doca comercial onde está atracado o navio museu Gil Eannes. Para aquela zona está ainda prevista a construção de uma marina atlântica que sirva navios de cruzeiro.

O responsável salientou entre a Reabilitar Viana “trabalha apenas com empresas instaladas no concelho que foi, a nível nacional, pioneiro na reabilitação e regeneração urbana”.

Segundo Fernando Peixoto, “são cerca de 150 as empresas, das diferentes especialidades” a trabalhar para a Reabilitar Viana.

A Câmara Municipal “está a investir, até 2020, no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), 22 milhões de euros em 30 diferentes projetos, cuja intervenção será focada nas oito Áreas de Reabilitação Urbana (ARU)”.

Segundo dados avançados hoje à Lusa pelo presidente da câmara municipal, “desde 2009, o município, com apoio de fundos comunitários já investiu mais de 50 milhões de euros na reabilitação de espaços públicos e edifícios degradados”.

Na quinta-feira, a Reabilitar Viana juntou, num jantar de Natal, parceiros e colaboradores, e entregou à vereadora da Coesão Social da Câmara de Viana do Castelo 1.500 euros destinados a Instituições de Solidariedade social (IPSS) do concelho.

Continuar a ler

Populares