Seguir o O MINHO

Braga

Tecnológica de Braga oferece 50 computadores a alunos carenciados

Solidariedade

em

Foto: Primavera BSS

A tecnológica PRIMAVERA BSS, sediada em Braga, distribuiu 50 computadores pelos alunos mais carenciados da região Sul de Portugal, foi hoje anunciado. Esta foi uma forma da empresa “promover a igualdade de acesso ao ensino” a níveo nacional, numa parceria com a Student Keep.

Em comunicado, a PRIMAVERA nota que estes computadores foram adquiridos graças a uma angariação de fundos através da comercialização de um livro infantil (Salvador, o pequeno herói). Esses fundos foram depois encaminhados para a Student Keep que adquiriu os equipamentos e os distribuiu junto da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEST), entidade responsável pela identificação dos agrupamentos escolares com maiores necessidades e respetiva entrega aos agregados familiares.

Rui Nuno Castro, responsável pelo projeto Student Keep, salienta a importância deste apoio numa altura em que a ausência de tecnologia pode pôr em causa o futuro de milhares de jovens: “Numa era em que tudo caminha para o digital, facilmente poderemos imaginar o impacto da exclusão digital nos jovens, particularmente em pandemia, em que o acesso ao ensino passa por modelos online. Todos podemos fazer algo para ajudar e iniciativas como esta da PRIMAVERA são fundamentais neste apoio à inclusão digital. Com certeza, estes computadores fazem a diferença no futuro dos estudantes que os receberam”.

Para além desta iniciativa, a nota de imprensa destaca ainda a formação de professores, levada a cabo pela PRIMAVERA, para a utilização de tecnologias de suporte às aulas online, tendo como grande propósito “promover a educação e a literacia digital”.

Ângela Brandão, vice-presidente da tecnológica, realça que “o futuro é sem dúvida digital e enquanto sociedade temos de conseguir que todos os jovens, mesmo os mais necessitados, tenham acesso à educação e à tecnologia para se poderem preparar da melhor forma para esse futuro”.

“É nessa perspetiva digitalmente inclusiva que estamos a colocar os nossos esforços, apoiando esta causa na qual nos envolvemos de uma forma muito especial, através deste conto infantil que pode ser adquirido por famílias e educadores, mas que simultaneamente disponibilizámos às bibliotecas de todos os agrupamentos escolares do país”, concluiu.

Populares