Seguir o O MINHO

Alto Minho

Técnica de vendas estreia-se em candidatura pela CDU em Valença e contra a AdAM

Eleições autárquicas

em

Foto: DR

Paula Gomes, técnica de vendas de 55 anos, independente, vai encabeçar pela primeira vez uma lista à Câmara de Valença, pela CDU, disse hoje à Lusa a candidata às autárquicas deste ano.

Paula Gomes explicou que um dos principais objetivos da sua candidatura vai ser “lutar pela reversão do processo de constituição da empresa Águas do Alto Minho (AdAM).

“Defendemos o retorno do controlo da água ao município, como a CDU sempre tem defendido, o que é também um anseio das populações”, garantiu a candidata à Câmara.

A AdAM é detida em 51% pela Águas de Portugal (AdP) e em 49% pelos municípios de Arcos de Valdevez (PSD), Caminha (PS), Paredes de Coura (PS), Ponte de Lima (CDS-PP), Valença (PSD), Viana do Castelo (PS) e Vila Nova de Cerveira (Movimento independente PenCe – Pensar Cerveira), que compõem a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho.

Três concelhos do distrito – Ponte da Barca (PSD), Monção (PSD) e Melgaço (PS) – reprovaram a constituição daquela parceria.

A constituição da empresa tem sido contestada por vários partidos e pela população, que se queixam do aumento “exponencial” das tarifas e do “mau” funcionamento dos serviços.

A candidatura da CDU defendeu ainda na área da saúde “a reabertura do serviço de atendimento permanente que se encontra encerrado há mais de 10 anos, o que obriga a população a grandes deslocações para conseguirem ter acesso a um serviço de urgências público”.

“Iremos pugnar pelo prolongamento da Autoestrada 28 (A28) de forma a dotar Valença e os demais concelhos a norte do distrito de Viana do Castelo de uma via rápida, permitindo assim o desenvolvimento do concelho”, acrescentou.

A A28 liga o Porto a Caminha, passando por Viana do Castelo.

Nas eleições autárquicas de 2017, o PSD alcançou 57,29% dos votos e cinco mandatos e o PS 33,14%, garantindo 2 lugares no executivo municipal de Valença.

A CDU contou 3,22 % dos votos e o CDS-PP 2,65%.

As eleições autárquicas deste ano ainda não têm data marcada, mas, por lei, realizam-se em setembro ou outubro.

EM FOCO

Populares