Seguir o O MINHO

SC Braga

Taça de Portugal. SC Braga procura primeiro troféu no futebol feminino, Sporting quer manter reinado

em

Foto: Divulgação / SC Braga

Sporting e SC Braga têm no domingo, na final da Taça de Portugal, um novo ‘braço de ferro’ no futebol feminino português, dominado pelos dois emblemas desde que entraram nas competições profissionais.


A última época promoveu a entrada em cena dos dois clubes, que desde então ocuparam os lugares cimeiros no campeonato e nas provas a eliminar, com o Sporting a ser bicampeão, a vencer a Taça em 2017 e a Supertaça na abertura da época.

Sporting venceu a Taça em 2016/2017. Foto: DR

O investimento do Sportng e do SC Braga, com a aposta em várias internacionais e a contratação de outras em clubes com menor capacidade financeira, trouxe maior atração à modalidade, mas também ‘esvaziamento’ na concorrência.

No Sporting, que esta época deixou uma vez mais o SC Braga a três pontos e alcançou o bicampeonato, as internacionais Inês Pereira, Patrícia Morais, Fátima Pinto, Tatiana Pinto, Diana Silva ou Ana Borges são trunfos nas ‘leoas’.

A pensar nas competições internacionais, o treinador Nuno Cristóvão reforçou a equipa com Carole Costa (ex-Cloppenburg), Matilde Fidalgo (ex-Futebol Benfica), Ana Leite (ex-Bayer Leverkusen) ou a costa-riquenha Carolina Venegas (ex-Madrid CFF).

Na equipa manteve-se Ana Capeta, a jovem internacional portuguesa que tem sido o maior ‘pesadelo’ da formação do SC Braga, decisiva esta temporada na Supertaça ganha pelo Sporting e na Taça de Portugal em 2016/17.

A avançada, de 20 anos, ‘tirou’ no início da época a Supertaça às bracarenses, num jogo em que o Sporting venceu por 3-1: marcou o 1-1 aos 90+2, e resolveu o jogo no prolongamento com mais dois golos, aos 110 e 120.

No final da última época já tinha sido Ana Capeta a ‘resolver’ a Taça de Portugal, num jogo que foi a prolongamento e no qual a avançada fez o 2-1 aos 105 minutos.

O SC Braga, que viu sair o treinador João Marques no início de outubro, após nova derrota com o Sporting, chega a esta final com um saldo de quatro derrotas com o Sporting e dois empates.

As bracarenses, vice-campeãs nacionais, contam no plantel com algumas internacionais que estiveram no Europeu, casos da guarda-redes Rute Costa, da central Sílvia Rebelo, das médias Melissa Antunes e Vanessa Marques, ou da avançada Andreia Norton.

Depois de perder a Taça e campeonato para o Sporting, a equipa também se reforçou, em especial com as contratações da sub-capitã portuguesa Dolores Silva (ex-USV Jena) e de Laura Luís (ex-USV Jena).

Ainda com a veterana Edite Fernandes no ataque, o SC Braga teve esta época Laura Luís em grande plano, com a jogadora a marcar 39 golos em 27 jogos, 31 dos quais na Liga, que lhe valeram o título de melhor marcadora.

No domingo, no Estádio Nacional, no Jamor, a balança pende para o lado do Sporting, num jogo com início às 17:15 e no qual o SC Braga procura a sua primeira vitória frente às rivais e o primeiro troféu para o seu futebol feminino.

Anúncio

SC Braga

À quarta ronda de testes, SC Braga continua livre da covid

Covid-19

em

Foto: Twitter de SC Braga

Os jogadores, equipa técnica e ‘staff’ do SC Braga foram novamente sujeitos a testes de rastreio à covid-19 cujos resultados foram todos negativos, revelou hoje o clube minhoto da I Liga de futebol.


Foi a quarta ronda de testes realizada pelos bracarenses no espaço de um mês e todos eles tiveram resultados negativos.

Antes do início da competição, os ‘arsenalistas’, tal como as restantes equipas, voltarão a ser testados.

https://twitter.com/SCBragaOficial/status/1265251288180232192

Depois da folga de segunda-feira, o plantel voltou hoje aos treinos para preparar o jogo com o Santa Clara, da 25.ª jornada da I Liga, no dia 05 de junho (19:00), que terá lugar na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França, Escócia, Bélgica e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 03 de junho. A Liga alemã foi retomada em 16 de maio.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 346 mil mortos e infetou mais de 5,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Quase 2,2 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.342 pessoas das 31.007 confirmadas como infetadas, e há 18.096 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler

SC Braga

Guarda-redes Rute Costa deixa SC Braga após quatro épocas

Sem adiantar qual o próximo passo na carreira

em

Rute Costa. Foto: SC Braga

A futebolista internacional portuguesa Rute Costa, guarda-redes do campeão SC Braga, informou hoje que deixa as ‘arsenalistas’ após quatro épocas, sem adiantar qual o próximo passo na carreira.


“Fim de um ciclo! Não foram 4 meses, foram 4 anos… Quero agradecer a todas as jogadoras que passaram pelo SC Braga por contribuírem para o meu crescimento desportivo e pessoal”, escreveu a jogadora, de 25 anos, na rede social Facebook.

Rute Costa, que chegou ao SC Braga em 2016/17, na época de criação e estreia da equipa feminina, conquistou o campeonato em 2018/19 e a Supertaça em 2018, num currículo que conta ainda com uma Taça de Portugal com o Boavista, em 2012/13.

No comunicado, Rute Costa deixa ainda um agradecimento ao treinador de guarda-redes e aos adeptos do SC Braga, acrescentando estar “ansiosa por uma nova baliza, onde possa continuar a voar e sonhar”.

A guardiã tem duas internacionalizações em jogos particulares, tendo marcado presença no Europeu de 2017, na Holanda, na estreia de Portugal, competição em que foi suplente de Patrícia Morais, guarda-redes do Sporting.

Em abril, a Federação Portuguesa de Futebol decidiu cancelar as competições não profissionais, devido à pandemia da covid-19, entre as quais o campeonato feminino, então liderado por Benfica, com os mesmos pontos do Sporting.

Continuar a ler

SC Braga

SC Braga apresenta segunda fase da Cidade Desportiva

Futebol

em

Foto: SC Braga / Facebook

O SC Braga apresentou hoje, através de vídeo publicados nas suas redes sociais, o projeto da segunda fase da Cidade Desportiva, cujas obras deverão arrancar em maio.


A segunda fase da Cidade Desportiva contempla um pavilhão multiusos, com 1030 lugares, considerado pelo clube um “equipamento estratégico para o desenvolvimento de todas as modalidades indoor do clube e para a realização de saraus desportivos, culturais, exposições e outros evento”.

Outro destaque é “Estado Centenário”, com 2400 lugares, que tem aquele nome para homenagear “todos aqueles que durante estes cem anos contribuíram para este clube”.

Vai ter ainda área residencial com 49 quartos duplos, restaurante, ginásio e parque de estacionamento com 250 lugares, entre outras novidades.

Continuar a ler

Populares