Seguir o O MINHO

Desporto

Taça Davis regressa a Portugal ao fim de seis anos e escolhe Viana para o Portugal-Brasil

Em setembro

em

A seleção nacional de ténis vai receber, em setembro, a congénere do Brasil no Centro Cultural de Viana do Castelo, em piso rápido ‘indoor’, pela primeira vez desde 2016, numa eliminatória referente ao Grupo 1 Mundial da Taça Davis.

Depois de superar em terra batida a Polónia, por 4-0, no Complexo de Ténis da Maia, os jogadores portugueses e o capitão Rui Machado escolheram defrontar a equipa brasileira, entre os dias 16 e 17 de setembro, em piso rápido, tendo, como tal, a Federação Portuguesa de Ténis (FPT) optado pelo complexo de Viana do Castelo, da autoria do arquiteto Eduardo Souto de Moura.

“Organizar uma eliminatória da Taça Davis é sempre especial e poder fazê-lo no Centro Cultural de Viana do Castelo, que é um dos pavilhões multiusos mais aclamados do país, acrescenta um fator especial à eliminatória. O apoio do público será fundamental para conseguirmos garantir a presença na ronda de acesso à fase final da competição”, afirmou Vasco Costa, presidente da FPT, referindo-se ao encontro de acesso ao ‘playoff’ de apuramento para as Davis Cup Finals de 2023, que terá lugar em março.

Esta será a primeira eliminatória da Taça Davis disputada em Portugal em piso rápido e em recinto coberto, desde a derrota ante a Áustria (4-1) em Guimarães, no Pavilhão do Vitória Sport Clube, em 2016, e assinala o regresso da mítica competição a Viana do Castelo, onde em 2015 a seleção das quinas bateu a Finlândia e a Bielorrússia, nos ‘courts’ de terra batida do Clube de Ténis local.

“O púbico do norte do país já demonstrou várias vezes que pode fazer a diferença, por isso esperamos contar com casa cheia neste regresso da seleção nacional portuguesa a Viana do Castelo”, defendeu o responsável federativo.

EM FOCO

Populares