Connect with us

Taça Davis em Viana: Rui Machado perde segundo jogo

Desporto

Taça Davis em Viana: Rui Machado perde segundo jogo

Rui Machado perdeu o segundo encontro de Portugal frente à Finlândia na segunda ronda do grupo 2 da zona Europa-África da Taça Davis de ténis, ficando a eliminatória empatada 1-1.

O jogador luso, número 220 do ‘ranking’ mundial, saiu derrotado por 3-1 frente a Jarkko Niemine, 91.º da hierarquia mundial, que venceu pelos perciais de 6-1, 3-6, 6-4 e 6-3, ao fim de 2:46 horas.

Antes, João Sousa tinha dado o primeiro ponto a Portugal sobre a Finlândia, ao vencer por 3-0 Henrik Sillampaa, no primeiro encontro da segunda ronda do grupo 2 da Zona Europa-África da Taça Davis de ténis, triunfando pelos parciais de 6-0, 6-2 e 6-0, em 1:15 horas.

Frente ao mais cotado jogador finlandês, Rui Machado entrou mal e perdeu o primeiro parcial por 6-1, mas reagiu no seguinte e igualou a contenda, com 6-3.

No terceiro ‘set’, Rui Machado voltou a entrar mal, ainda conseguiu recuperar, mas acabou derrotado por 6-4, tendo depois a maior experiência de Nieminen se imposto no quarto parcial, vencendo por 6-3.

No sábado, disputa-se o jogo de pares, com João Sousa e Gastão Elias e defrontarem Jarkko Nieminem e Henri Kontinen, numa partida agendada para as 15:00, no ‘court’ central do Clube de Ténis de Viana do Castelo.

Declarações de Rui Machado

“Sabíamos que era um dia complicado, porque íamos jogar contra o melhor jogador deles, apesar de sermos claramente favoritos no jogo do João, tal como aconteceu com uma boa vitória dele.

 

Eu entrei com o objetivo de tentar dar mais um ponto a Portugal, e, se não conseguisse, dificultar ao máximo o número um deles, pois sabemos que irá jogar os próximos desafios, e quanto mais cansado chegar aos últimos dias melhor.

 

Era importante ganhar os dois jogos, mas não o conseguindo, foi importante desgastar o adversário.

 

Continua difícil esta eliminatória, mas acho que temos boas chances de vencer. Acredito que a jogar em casa e com o apoio do público será possível. Ainda hoje, com o apoio deles, tive momento de superação e espero que os meus companheiros também o sintam.”

Mais em Desporto

Bitnami