Redes Sociais

Desporto

Taça da Liga. Vitória SC defronta o Tondela

 a

Foto: DR

O sorteio das primeiras fases da Taça da Liga ocorreu esta quarta-feira no Convento de São Francisco, em Coimbra, no intervalo da Cimeira de Presidentes.

Quatro clubes minhotos participam da prova. O SC Braga, por ter ficado no quarto lugar da Primeira Liga da última época, já está na fase de grupos.

Único clube minhoto da II Liga presente na competição, o Famalicão vai defrontar o Arouca na primeira fase.

O Vitória SC e o Moreirense estão na segunda fase. O conjunto de Luís Castro vai defrontar o Tondela em casa, enquanto os cónegos enfrentam fora de casa o vencedor do confronto entre Varzim e Cova da Piedade. Os jogos estão previstos para o dia 29 de julho.

Recorde-se que a final-four da competição vai jogar-se no Estádio Municipal de Braga, nos dias 22, 23 e 26 de janeiro de 2019.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Motores

Pilotos do Minho disputam primeiros lugares de drift em Melgaço

Espanhóis pela primeira vez na prova.

Publicado

 a

As provas de drift passaram este ano a ser oficializadas pela FPAK. Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Melgaço será já este fim de semana palco da etapa final do campeonato nacional de drift, com os pilotos do Minho a disputarem os primeiros lugares da prova, tendo a participação de corredores espanhóis, o que sucede a primeira vez nesta modalidade de automobilismo.

A disputa é renhida e os três primeiros pilotos da categoria Pro são Nélson Rocha (Ponte de Lima), Diogo Correia (Vila Verde) e André Silva (Braga), já na categoria Semi Pro, Paulo Nunes (Melgaço), seguido por Pedro Couto (Vila do Conde) e em terceiro Carlos Carvalho Nazaré), sendo em Iniciados os primeiros classificados neste momento Hélder Neto (Santo Tirso) em segundo Daniel Azevedo (Porto) e terceiro Paulo Pereira (Aveiro).

É o primeiro campeonato inteiramente federado, com organização do Clube Automóvel do Minho (CAM), tendo lugar sábado e domingo no Centro de Estágios, com cerca de 30 atletas federados, que disputarão os títulos das três categorias, Pro, Semi Pro e Iniciados, num momento de oficialização da modalidade.

Será uma das provas mais exigentes do campeonato e “os pilotos encontrarão em Melgaço o percurso mais exigente de todos a nível de motor, com todas as condições de segurança salvaguardadas”, segundo explicou a O MINHO o presidente do CAM, Rogério Peixoto.

“Este é um dos únicos locais, de entre as várias provas realizadas, que reúne as devidas infraestruturas, sem necessidade de efetuar intervenções ou investimentos significativos”, destacou a organização do evento, satisfeita “com as excelentes condições de Melgaço”.

O sábado e parte da manhã de domingo serão de treinos para os participantes e as etapas finais acontecem no domingo de tarde entre as 15h00 e as 17h00, segundo referiu o CAM.

António Domingues, Fábio André Cardoso, Francisco Ranhada e Paulo Nunes são os pilotos melgacenses inscritos, sendo o concelho de Melgaço tido como “capital do drift”.

Esta prova, de entrada livre, será também a estreia de alguns pilotos espanhóis no Campeonato de Portugal de Drift e poderá ser visualizada em Livestream para quem não se puder deslocar, sendo aqui definidos os campeões nacionais das três categorias do drift.

Esta é a primeira vez que o Destino de Natureza Mais Radical de Portugal recebe uma prova da modalidade, ação promovida pelo Clube Automóvel do Minho e pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, com o apoio da Câmara Municipal de Melgaço.

Guilhabreu (Vila do Conde), Pinhel (Guarda), Reguengos de Monsaraz (Évora) e Baltar (Paredes), foram os locais que já acolheram as quatro anteriores provas deste campeonato.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Canoagem

Fernando Pimenta eleito atleta do ano do Comité Olímpico pelo quarto ano consecutivo

Publicado

 a

Foto: Facebook de Vítor Félix

O canoísta Fernando Pimenta, a par da marchadora Inês Henriques, voltou hoje a receber a medalha de excelência desportiva do Comité Olímpico de Portugal (COP), durante a Celebração Olímpica de 2018.

À semelhança de 2015, 2016 e 2017, Fernando Pimenta foi escolhido como atleta de 2018, ano em que se sagrou campeão do mundo de K1 1.000 e 5.000 metros, num campeonato disputado em Montemor-o-Velho, além de ter sido também campeão europeu da distância mais curta.

Também Inês Henriques voltou a ser galardoada, tal como no ano passsado, depois de se ter sagrado campeã europeia dos 50 quilómetros de marcha, nos Europeus de Berlim.

A treinadora e vereadora da Câmara Municipal de Braga Sameiro Araújo, que orientou atletas como Manuela Machado, Dulce Félix ou Jéssica Augusto, foi galardoada com a Ordem Olímpica Nacional.

O canoísta José Ramalho recebeu o prémio ética desportiva, depois de no Mundial de maratonas de 2018 ter andado mais de 3,5 quilómetros com a sua embarcação a meter água, concluindo, mesmo assim, a prova na sexta posição.

Porta-estandarte nas cerimónias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos Tóquio1964, Fernando Costa Matos foi galardoado a medalha de mérito pelo papel ligado ao judo, ao longo de mais de 50 anos.

O Prémio Juventude foi entregue à judoca Patrícia Sampaio (-78kg), campeã da Europa de juniores e bronze no Mundial da mesma categoria, e ao triatleta Alexandre Montez, vice-campeão na prova individual dos Jogos Olímpicos da Juventude e ouro nas equipas mistas.

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa recebeu o prémio prestígio do COP, pelo “papel incontornável e insubstituível no desenvolvimento do desporto em Portugal”.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Futsal

Síndrome de Down: Portugal campeão europeu de futsal com ‘hattrick’ de atleta de Guimarães

Publicado

 a

A seleção portuguesa de futsal para atletas com síndrome Down sagrou-se hoje campeã da Europa ao derrotar na final a anfitriã Itália, por 4-0, numa competição que decorreu em Terni.

Um ‘hat-trick’ de Nélson Morais e um golo de César Morais garantiram a vitória lusa sobre a Itália, campeã do Mundo, na final do campeonato europeu da Federação Internacional de Futebol para Síndrome Down (FIFDS).

Foto: FPF

Foto: FPF

Portugal, que compete com uma seleção da Associação Nacional de Desporto para Deficiência Intelectual (ANDDI), termina a competição com quatro vitórias e uma derrota.

O conteúdo Portugal campeão europeu de futsal para atletas com síndrome de Down aparece primeiro em Desporto – O MINHO.



Source link

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Populares