Seguir o O MINHO

Taça da Liga

Taça da Liga: Gil Vicente recebe o Sporting e Vitória SC visita o Vitória de Setúbal

Fase de grupos

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães/O MINHO

O Gil Vicente necessite de um triunfo frente ao Sporting, detentor do troféu, em Barcelos, na quarta-feira, para preservar as esperanças de seguir em frente na Taça da Liga de futebol, enquanto o Vitória SC visita o Vitória de Setúbal e Benfica e FC Porto visitam emblemas de II Liga.


Os ‘leões’, vencedores das duas últimas edições da prova, estrearam-se no grupo C com um desaire caseiro diante do Rio Ave (2-1), em 26 de setembro, naquele que foi o último encontro de Leonel Pontes à frente do conjunto de Alvalade, antes de ser rendido por Silas.

Num duelo em atraso da segunda jornada, marcado para as 20:45, entre duas equipas sem qualquer ponto, tanto Sporting como Gil Vicente necessitam de vencer para reduzirem distâncias para Portimonense e Rio Ave, que somam quatro, e manterem-se na luta pelo apuramento.

Um dia antes, na terça-feira, a partir das 20:15, o Benfica, recordista de troféus (sete), visita o quinto classificado da II Liga, Sporting da Covilhã, depois de ter iniciado o grupo B da competição com um nulo (0-0) perante o Vitória SC.

Além de ‘encarnados’ e vitorianos, também os serranos e o Vitória de Setúbal somam um ponto, em virtude da igualdade entre ambos (1-1), pelo que os quatro emblemas mantêm ambições de prosseguir em prova, sendo que os sadinos recebem o Vitória SC, na quarta-feira, às 18:45.

O último jogo em atraso da segunda jornada vai opor o Casa Pia, 17.º e penúltimo colocado da II Liga, ao finalista da última edição, FC Porto, na quinta-feira, a contar para o grupo D.

Os ‘dragões’ têm três pontos, depois de terem batido o Santa Clara (1-0), e os casapianos estão em ‘branco’, devido ao desaire com o Desportivo de Chaves (1-0). Os flavienses lideram o agrupamento, com seis pontos em dois jogos, enquanto os açorianos, com duas derrotas, não têm hipóteses de seguir em frente.

Em caso de triunfo, o FC Porto iguala o Desportivo de Chaves no primeiro posto e a decisão da passagem ficará agendada para 21 de dezembro, quando os dois emblemas se defrontarem em Trás-os-Montes, na terceira e última ronda da fase de grupos.

Os primeiros classificados de cada um dos quatro grupos apuram-se para as meias-finais da Taça da Liga, com o líder do grupo A a cruzar-se com o do grupo C, e o primeiro colocado do grupo B a defrontar o do grupo D.

Anúncio

I Liga

Vitória, Gil Vicente e Moreirense de fora da Taça da Liga

Futebol

em

Foto: DR / Arquivo

Os clubes que estão hoje reunidos na Assembleia Geral da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) aprovaram a criação de um ‘play-off’ que pode ditar a subida de três equipas à I Liga, já na próxima época.

Fontes de clubes presentes na reunião disseram à agência Lusa que o modelo, proposto pela direção da LPFP aos clubes, contempla uma alteração ao quadro competitivo, em que o 16.º classificado da I Liga e o terceiro classificado da II Liga, vão disputar um ‘play-off’, no final dos campeonatos, disputado em dois jogos.

Esta decisão, foi a proposta foi com 28 votos a favor, quatro abstenções e 18 votos contra.

Também aprovado nesta reunião foi o novo modelo da Taça da Liga para a próxima época, em que apenas oito clubes vão disputar o acesso à final-four.

Estarão apenas em competição os seis primeiros classificados da I Liga – FC Porto, Benfica, SC Braga, Sporting, Rio Ave e Famalicão -, além dos dois primeiros classificados da II Liga, Nacional da Madeira e Farense.

Os oito emblemas vão defrontaram-se numa ronda inicial, a eliminar, disputada a apenas a uma mão.

O Sporting votou contra este modelo, mas a proposta foi ratificada pela maioria dos clubes presentes.

Também decidida nesta Assembleia Geral da LPFP foi a manutenção do modelo de cinco substituições na próxima temporada, nos campeonatos da I e II Ligas.

A proposta mereceu 19 votos a favor, 4 contra e 22 abstenções.

De todos os clubes que participam nos campeonatos profissionais, apenas o Desportivo das Aves não se fez representar nesta Assembleia Geral.

Continuar a ler

Futebol

Presidente do Rio Ave suspenso por críticas à arbitragem na Taça da Liga

Após jogo com o Gil Vicente

em

Foto: rioavefc.pt / DR

O presidente do Rio Ave foi suspenso, esta terça-feira, por 30 dias e multado em 1.836 euros, devido a críticas à arbitragem do jogo com o Gil Vicente, para a Taça da Liga de futebol.

A sanção foi divulgada pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), tendo por base “declarações na comunicação social, sobre a arbitragem” por parte de António Silva Campos.

O CD da FPF tinha instaurado um processo disciplinar ao líder dos vila-condenses, depois de Silva Campos ter criticado a atuação da equipa de arbitragem liderada por André Narciso, no encontro com o Gil Vicente, em 21 de dezembro, a contar para a terceira e última jornada do grupo C da Taça da Liga.

Na sequência do triunfo gilista, por 1-0, o dirigente afirmou que “roubaram ao Rio Ave a possibilidade de estar na final four” da prova e mostrou-se “indignado” com o golo anulado à equipa de Vila do Conde, aos 84 minutos.

O treinador do Rio Ave, Carlos Carvalhal, também se mostrou insatisfeito com a equipa de arbitragem e, em declarações na flash-interview da Sport TV, anunciou que iria “pedir uma reunião com o presidente e apresentar a demissão” do cargo.

A derrota do Rio Ave, aliada à vitória do Sporting frente ao Portimonense, apurou os “leões” para a “final four” da Taça da Liga, que seria conquistada pelo SC Braga.

Continuar a ler

Futebol

Benfica só pensa em “jogar bem e vencer” o Famalicão na Taça

“Vamos jogar com uma equipa muito competente”

em

O treinador Bruno Lage afirmou, esta segunda-feira, que o Benfica quer “jogar bem e vencer” o Famalicão, na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal de futebol, revelando que não pensa no “clássico” com o FC Porto.

“Vamos jogar com uma equipa muito competente, pelo percurso no campeonato e na Taça, que jogou contra nós há um mês e fez um grande jogo. É uma formação muito organizada e o nosso grande objetivo é jogar bem, vencer o jogo e ir à procura do melhor resultado”, disse o treinador do Benfica.

Questionado sobre a proximidade do jogo com o FC Porto e sobre o facto de o mês de fevereiro poder trazer decisões em várias frentes, Lage voltou a frisar que pensa “num jogo de cada vez”.

“Todos os jogos são importantes à medida que se avança nas competições. A Taça e Liga Europa são a eliminar e o campeonato é sempre importante para conquistar pontos que permitem ser campeão. É uma sequência de jogos importante, mas o mais importante é a equipa estar preparada e focada em dar uma boa resposta no jogo seguinte e, para amanhã [terça-feira], temos condições para fazer um excelente jogo no Estádio da Luz”, garantiu o técnico das águias.

Lage garantiu ainda que sente os jogadores focados no confronto com os famalicenses e sem pensar no clássico, adiantando que não vai fazer poupanças, mas que Dyego Souza não será convocado e que, por isso, não se estreará com a camisola encarnada.

Sobre o mercado de janeiro, Lage confidenciou que Fabiansky foi um jogador na agenda dos encarnados, confirmou que “conhece bem” o extremo brasileiro Pedrinho e terminou com elogios a Svilar, por ter optado por “dar um passo atrás na carreira”, numa referência à época que o belga tem feito na equipa B, na II Liga.

O Benfica, líder da I Liga, recebe o Famalicão, quinto classificado do escalão principal, no Estádio da Luz, na terça feira, a partir das 19:15, em jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal.

Continuar a ler

Populares