Seguir o O MINHO

Alto Minho

‘Sunset’ nas terras altas de Melgaço com vinhos e bombons de alvarinho

Na sexta-feira, em Paderne

em

Foto: DR

A freguesia de Paderne, em Melgaço, vai receber um ‘sunset’ para dar as boas-vindas à comunidade portuguesa no estrangeiro que, habitualmente, regressa em agosto para umas férias.

Organizado pela marca de vinhos de Melgaço Dona Paterna, o evento tem lugar no espaço ao ar livre do restaurante Tasquinah da Portela, e é gratuito.

Para ajudar a empurrar os diferentes vinhos da marca estará Maria Pires, concorrente da última edição do programa The Voice Portugal, que irá cantar para os presentes.

O momento de confraternização acontece entre as 17:00 e as 20:00.

Para além da animação musical e dos vinhos, há também bombons de alvarinho para provar e o showcooking com a Chef do restaurante Tasquinha da Portela, Ana Luísa Eira Velha.

Foto: DR

“Queremos receber os nossos conterrâneos com um momento de festa e com os produtos da nossa região, mas queremos, acima de tudo, que seja um momento para brindarmos à vida e à felicidade com aqueles que nos são queridos, após estes últimos tempos difíceis”, refere, em comunicado, o produtor da Dona Paterna, Carlos Codesso.

E considera: “Só faz sentido criando experiências que envolvem o território. Os vários agentes que aqui atuam. O visitante, o cliente, não quer apenas uma experiência ou produto, mas sim uma variedade de vivências”.

Sobre os bombons de alvarinho, criados em abril de 2022 para a Feira do Alvarinho e Fumeiro de Melgaço, Carlos Codesso revela que foram um sucesso: “A junção do chocolate com vinho funciona perfeitamente e a nossa marca, em parceria com uma produtora de doces de Melgaço, Elisangela Castro, tem vindo a apostar em novas opções de sabores para que estes sejam mais um motivo para que visitem a nossa terra e mesmo para divulgação do território”.

Foto: DR

A novidade gastronómica nasce das mãos de Elisangela Castro, da pastelaria melgacense Sabor do Céu.

“O resultado é fantástico: um equilíbrio perfeito entre o doce e o azedo e com um sabor a alvarinho”, sustenta Elisangela, citada na mesma nota.

O produto está à venda na pastelaria da produtora, a Sabor do Céu, em Melgaço, no Solar do Alvarinho e integra ainda a ementa do restaurante Tasquinha da Portela.

Foto: DR

A propósito da união de esforços, Carlos Codesso considera: “Queremos criar sinergias com os produtores locais. É certo que o vinho alvarinho é um dos maiores ex-libris de Melgaço, da região, mas as pessoas gostam e devem ter outras sugestões e aqui temos excelentes produtos, não só gastronómicos, como de turismo, desporto, natureza… No final, todos saímos a ganhar, porque se o nosso território ganha, nós também”.

Paixão pela vinha

Foi a paixão pela vinha que levou Carlos Codesso a fundar, em 1990, a marca de vinhos Dona Paterna. Inspirado no pai, Manuel Francisco Codesso, desde cedo se interessou pela viticultura.

Incentivado pelo progenitor, em 1974, iniciou as primeiras plantações de alvarinho: “Foram das primeiras vinhas contínuas em Melgaço. Comecei a produzir vinho, como lavrador, na altura nas designadas adegas de garagem, e a participar em concursos de vinho, recebendo algumas distinções. Em 1990 decidi criar a marca Dona Paterna”.

EM FOCO

Populares