Seguir o O MINHO

Braga

Socicorreia investe 2,5 milhões em alojamento local de luxo no “coração” de Braga

Lux Housing Século XXI

em

Foto: DR

A Socicorreia entrou no segmento do turismo e da hotelaria, depois de investir 2,5 milhões num alojamento local de luxo em Braga, adiantou a empresa, em comunicado.

“O objetivo do grupo Socicorreia é diversificar os negócios e expandir a organização para o setor do turismo, ao mesmo tempo que dá resposta às necessidades do mercado no segmento de luxo e de negócios na região”, lê-se na mesma nota.

Segundo a empresa, o “Lux Housing Século XXI é fruto da reabilitação de um prédio antigo e com história, no coração de Braga, e é expectável que a ocupação atinja os 60% no primeiro ano”.


No comunicado, a Socicorreia detalha que “o edifício remodelado e modernizado é composto por oito apartamentos de luxo totalmente equipados e decorados, com terraço, jardim privado e vistas privilegiadas para a cidade Braga, com a particularidade de, apesar de serem apartamentos, reunirem condições de um hotel de 5 estrelas”.

Foto: DR

Foto: DR

Foto: DR

Assim, “todos os alojamentos foram pensados para turistas e para executivos, sendo que existem condições para a realização de reuniões no seu interior”, salienta o grupo, na mesma nota.

Paralelamente a Socicorreia gere “todos os serviços complementares associados, como aluguer de viaturas de gama alta, serviço de ‘transfers’, organização de viagens e visitas à região, com ou sem motorista”, garante o grupo.

Esta área de negócio, que é da responsabilidade da Socicorreia Turismo, é um segmento em que a empresa pretende continuar a investir, sendo que até 2025 já tem outros projetos em Braga.

Foto: DR

“O investimento no setor do turismo é uma sequência natural dos investimentos do Grupo Socicorreia, que desde sempre procuram a diversificação de negócios e a aposta em áreas de mercado tão competitivos quanto lucrativos, mantendo a qualidade”, assegura Custódio Correia, presidente executivo do grupo, na mesma nota.

A Socicorriea é um grupo composto por sete empresas, todas elas maioritariamente ligadas aos setores da construção e do imobiliário. “Com cerca de 100 colaboradores diretos e 200 indiretos, o grupo registou, em 2020, um volume de faturação superior a 50 milhões de euros, valores que serão superados em 2021”, garante a empresa.

Populares