Seguir o O MINHO

Braga

Situação covid-19 em Vila Verde “estabilizada”, mas Câmara pede prudência

Taxa de incidência de 96 novos casos por 120 mil habitantes

em

Foto: Arquivo / DR

A situação de novos casos covid-19 no concelho de Vila Verde “está estabilizada, mas continua a reclamar prudência”, considerou hoje a Câmara Municipal numa análise aos dados divulgados pela Direção-Geral da Saúde relativamente ao município.

De acordo com o último boletim que divulgava a taxa de incidência por concelho, Vila Verde estava com uma taxa de incidência de 96 casos por cada 100 mil habitantes, já perto da zona de alerta (120), onde se encontra o concelho vizinho de Braga (121).

Para o presidente da Câmara de Vila Verde, a proatividade e boa recetividade dos vila-verdenses ao processo de vacinação tem sido importante para a estabilização da doença no concelho, sublinhando, no entanto que “é fundamental as pessoas manterem-se atentas e cumpridoras de todas as regras de saúde pública, não baixando, em circunstância alguma, a guarda, pois, ao menor facilitismo, a situação pode, rapidamente, inverter-se”.

António Vilela frisou “o elevado civismo e sentido de responsabilidade da população do concelho de Vila Verde que, desde a primeira hora, compreendeu que estamos em face de um problema de saúde pública muito sério e de elevada exigência”.

“Neste momento em que o crescimento está concentrado nos mais jovens é necessário que sejam adotados comportamento responsáveis por parte deste grupo, para que se evitem retrocessos no processo de evolução desta pandemia e consequentemente no funcionamento das atividades económicas”, concluiu.

Em comunicado enviado à imprensa, a autarquia realça que “com a abertura da possibilidade de todos os cidadãos com mais de 18 anos poderem proceder à sua inscrição on-line para ser criado um agendamento para a vacinação é sem dúvida um avanço significativo no processo de vacinação”.

Populares