Seguir o O MINHO

Desporto

Simone Faggioli é o grande ausente da Rampa da Falperra 2022

Italiano com seis vitórias recordista dos vencedores da prova

em

Foto: Arquivo

O piloto italiano Simone Faggioli será o grande ausente da Rampa da Falperra 2022, que se disputará no próximo fim de semana, porque além de ser um dois candidatos crónicos, a par do seu compatriota Christian Merli, é o recordista absoluto dos vencedores da prova, com seis vitórias, depois de suplantar o espanhol Andrés Vilariño, muito querido entre o público, que tem cinco primeiros lugares, mas também não competirá em Braga.

Simone Faggioli decidiu este ano não participar no Europeu de Montanha, mas somente no campeonato italiano, para além de uma prova extra transalpina, em Trento, a terra natal do seu camarada de equipa Diego Degasperi, sendo este ano um “fantasma”, na Falperra.

A lista integral dos concorrentes só será divulgada esta segunda-feira, tudo indicando que Merli não terá a concorrência direta do costume, embora o francês Sébastien Petit esteja na calha, uma vez mais, para ombrear com Christian Merli, que por sua vez só tendo uma vitória na Rampa da Falperra e conquistada em 2019 (a de 2021 foi no Masters, que nunca conta para o Campeonato Europeu de Automobilismo de Montanha), detém o recorde do tempo de subida dos 5.200 metros da Rampa Internacional da Falperra: 1m46.944, numas corridas em que a média de velocidade chega mesmo a mais de 170 quilómetros horários.

O italiano Fausto Bormolini, que já venceu a Rampa Internacional da Falperra, em 2011, está sempre à espera de uma oportunidade para repetir a vitória em Braga, podendo ser a surpresa por mérito próprio ou por algum eventual azar entre os seus concorrentes diários.

Populares