Seguir o O MINHO

Futebol

Shakhtar Donetsk agradece a Paulo Fonseca por “três épocas lindas e brilhantes”

Ex-treinador do SC Braga vai continuar a carreira em Itália

em

Foto: DR / Arquivo

O Shakhtar Donetsk agradeceu hoje ao treinador português Paulo Fonseca, que assinou por dois anos com a Roma, as três temporadas “lindas e brilhantes” ao comando técnico da equipa ucraniana de futebol.

Num dia em que Paulo Fonseca foi oficializado como o novo treinador da formação da capital italiana, por duas épocas, mais uma de opção, o presidente do Shakhtar, Rinat Akhmetov, dirigiu palavras de agradecimento ao português.

“Agradecemos a Paulo Fonseca por três lindas e brilhantes temporadas no Shakhtar. Por três anos consecutivos, conseguimos ter medalhas de ouro nas nossas mãos”, pode ler-se numa curta nota na página oficial na Internet do Shakhtar.

A equipa ucraniana teceu ainda elogios ao técnico luso, enaltecendo a sua ambição e garantindo que “deixou marca na história” do clube.

“Paulo é um treinador ambicioso e queria experimentar a liga italiana. Não tem medo de enfrentar novos desafios e isso merece muito respeito. Desejo-lhe sucesso e agradeço-lhe muito. Deixou sua marca na história do clube, o seu nome permanecerá no coração dos adeptos e tenho certeza de que parte do coração de Paulo estará sempre com o Shakhtar”, concluiu.

Paulo Fonseca, ex-SC Braga, anunciado como novo treinador da Roma

Paulo Fonseca, antigo treinador de SC Braga e FC Porto, chega à Roma depois de três épocas no Shakhtar Donetsk, pelo qual conquistou três títulos de campeão nacional, três edições da Taça da Ucrânia e uma Supertaça.

Anúncio

Futebol

Todos disponíveis, incluindo Ronaldo, no treino de Portugal no Algarve

Portugal-Lituânia

em

Foto: Facebook de Seleções de Portugal

A seleção portuguesa de futebol efetuou hoje o último treino antes da receção de quinta-feira à Lituânia, em jogo do Grupo B de apuramento para o Euro2020, numa sessão com todos os jogadores disponíveis, incluindo Cristiano Ronaldo.

No Estádio Algarve, o capitão da seleção nacional voltou a demonstrar que, aparentemente, não tem qualquer limitação física e que está disponível para o duelo com os lituanos.

Nos primeiros 15 minutos do treino, que foram abertos à comunicação social, os 24 convocados pelo selecionador Fernando Santos efetuaram os habituais exercícios de ‘aquecimento’, sempre com bola, com os jogadores de campo divididos em dois grupos e os guarda-redes à parte, como é habitual.

Neste período, Fernando Santos esteve sempre no relvado, algo distante dos jogadores, mostrando-se bastante pensativo.

Após o apronto, igualmente no Estádio Algarve, o selecionador nacional e Rúben Neves irão fazer a antevisão da partida com a Lituânia, em conferência de imprensa.

O Portugal-Lituânia está agendado para as 19:45 e terá arbitragem do francês Ruddy Buquet. Três dias depois, os campeões europeus jogam no Luxemburgo, na despedida do Grupo B.

O agrupamento é liderado pela Ucrânia (19 pontos, em sete jogos), seguido por Portugal (11, em seis), Sérvia (10, em seis), Luxemburgo (quatro, em seis) e Lituânia (um, em sete).

Em caso de vitória nos dois últimos jogos, Portugal assegura o segundo lugar do grupo e o apuramento direto para a fase final do próximo Europeu, independentemente dos resultados obtidos pela Sérvia.

Continuar a ler

Futebol

Portugal empata em Famalicão com Finlândia a marcar em cima do 90

Quase 1.200 pessoas nas bancadas

em

Foto: FPF

A seleção portuguesa de futebol feminino empatou hoje na receção à Finlândia (1-1), após sofrer o golo da igualdade aos 90 minutos, em jogo do grupo E da fase de qualificação para o Euro2021.

As jogadoras lusas foram quase sempre superiores às adversárias no Estádio Municipal de Famalicão, num início de noite chuvoso, e adiantaram-se aos 32 minutos, num penálti convertido por Cláudia Neto, mas o ‘desperdício’ ofensivo no segundo tempo acabou castigado aos 90+1, com um tento de Linda Sällström, após canto.

Portugal, que defronta novamente o conjunto nórdico no próximo jogo da qualificação, em abril de 2020, passou a somar quatro pontos após dois jogos de qualificação e perdeu a oportunidade de se aproximar da Finlândia, líder do grupo, invicta, com 10 pontos em quatro desafios.

Apesar do relvado ‘empapado’, a condicionar o movimento da bola, Portugal começou o desafio ao ataque e ameaçou a baliza por duas vezes nos primeiros 10 minutos, por Jéssica Silva: a jogadora do Lyon (França) rematou para um corte de uma adversária junto à linha de baliza, aos cinco, e depois ao lado (10).

O conjunto nórdico, mais forte fisicamente, começou a aliviar a pressão com recurso aos lançamentos longos para a avançado Linda Sällström, autora de sete golos na fase de qualificação em curso, que foi, porém, incapaz de bater a guarda-redes portuguesa quando irrompeu pela área, aos 13.

O perigo voltou a rondar a baliza lusa quando Sanni Franssi obrigou Inês Pereira a defesa difícil, num remate de longe, aos 22 minutos, mas a equipa treinada por Francisco Neto e reagiu e chegou à vantagem antes do intervalo: Cláudia Neto foi derrubada por Emmi Alanen no interior da área contrária, aos 31, e bateu o penálti para o lado contrário da guarda-redes Tinja-Riikka Korpela.

Após ter marcado o 18.º golo na sua 125.ª internacionalização, a ala do Wolfsburgo (Alemanha) esteve em três lances que poderiam ter dado o 2-0 no início da segunda parte: falhou a emenda decisiva na pequena área, ao minuto 49, atirou por cima, de fora da área (51), e assistiu Diana Silva para um remate ao lado (56).

A seleção das ‘quinas’ controlou o jogo na totalidade até aos 75 minutos, altura em que as finlandesas reapareceram ofensivamente, com Ria Öling a obrigar Inês Pereira a defesa para canto (minuto 81), antes de Linda Sällström apontar o seu oitavo golo no grupo E, com um desvio com o pé na pequena área, após canto da direita.

Ficha de Jogo 

Jogo disputado no Estádio Municipal de Famalicão.

Portugal – Finlândia, 1-1.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Cláudia Neto, 32 minutos (grande penalidade).

1-1, Linda Sällström, 90+1.

Equipas:

– Portugal: Inês Pereira, Mónica Mendes, Carole Costa, Sílvia Rebelo, Ana Borges, Dolores Silva, Vanessa Marques (Carolina Mendes, 90+2), Tatiana Pinto (Fátima Pinto, 80), Cláudia Neto (Andreia Norton, 85), Jéssica Silva e Diana Silva.

(Suplentes: Patrícia Morais, Rute Costa, Raquel Infante, Matilde Fidalgo, Andreia Norton, Mélissa Ferreira Gomes, Fátima Pinto, Carolina Mendes, Diana Gomes, Andreia Faria, Maria Inês e Telma Encarnação).

Treinador: Francisco Neto.

– Finlândia: Tinja-Riikka Korpela, Tuija Hyyrynen, Anna Westerlund, Natalia Kuikka, Emma Koivisto, Eveliina Summanen (Heidi Kollanen, 59), Sanni Franssi, Emmi Alanen, Juliette Kemppi (Jenny-Julia Danielsson, 77), Ria Oling e Linda Sällström.

(Suplentes: Paula Myllyoja, Anna Tamminen, Elli Pikkujamsa, Anna Auvinen, Ilna Salmi, Olga Ahtinen, Nora Heroum, Jenny-Julia Danielsson, Linda Nyman, Kaisa Collin, Katarina Naumanen e Heidi Kollanen).

Treinador: Anna Signeul.

Árbitro: Cheryl Foster (País de Gales)

Ação disciplinar: Nada a assinalar.

Assistência: 1.184 espetadores.

Continuar a ler

Futebol

Portugal-Lituânia com lotação esgotada

Apuramento para o EURO 2020

em

Foto: DR / Arquivo

O Portugal-Lituânia, jogo do Grupo B de apuramento para o Euro2020, que vai decorrer no Estádio Algarve, terá lotação esgotada, depois de todos os ingressos terem sido vendidos, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

“Os bilhetes para o jogo Portugal-Lituânia colocados à venda (19.889) encontram-se esgotados, pelo que a seleção nacional terá casa cheia numa partida determinante na caminhada com destino ao Campeonato da Europa 2020”, lê-se numa nota publicada no site oficial do organismo.

O encontro está agendado para as 19:45 e terá arbitragem do francês Ruddy Buquet. Três dias depois, os campeões europeus jogam no Luxemburgo, na despedida do Grupo B.

O agrupamento é liderado pela Ucrânia (19 pontos, em sete jogos), seguido por Portugal (11, em seis), Sérvia (10, em seis), Luxemburgo (quatro, em seis) e Lituânia (um, em sete).

Em caso de vitória nos dois últimos jogos, Portugal assegura o segundo lugar do grupo e o apuramento direto para a fase final do próximo Europeu, independentemente dos resultados obtidos pela Sérvia.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares