Seguir o O MINHO

Braga

‘Servir Heróis’ vai levar refeições quentes a profissionais do Hospital de Braga

Iniciativa da Betano Portugal e Associação Pro.Var

em

Foto: Hospital de Braga (Arquivo)

A iniciativa Servir Heróis envolve vários restaurantes das zonas de Braga, Coimbra, Lisboa e Porto na confeção de refeições quentes entregues em seis hospitais do país para apoiar os profissionais de saúde que estão a combater a pandemia de covid-19.

A iniciativa partiu da Betano Portugal, que, juntamente com a Associação Nacional de Restaurantes Pro.Var, decidiu fornecer refeições no Hospital de Braga, no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, nos hospitais de Santa Maria (Lisboa) e Prof. Doutor Fernando Fonseca (Amadora-Sintra), e nos hospitais de São João (Porto) e Pedro Hispano (Matosinhos).

Ao todo, durante 10 dias úteis, os organizadores esperam servir cerca de 5.000 almoços aos profissionais de saúde, sendo que em Coimbra a iniciativa só irá chegar na próxima semana.

As refeições vão ser preparadas em 16 restaurantes que se juntaram ao projeto, seis dos quais em Lisboa, outros tantos no Porto, mais dois em Coimbra e outros dois em Braga.

O presidente da Pro.Var, Daniel Serra, lembrou, citado na nota de imprensa, que o setor da restauração “tem sido dos mais fustigados pelas consequências da pandemia”, sublinhando que esta iniciativa “permite trabalhar, mostrar resiliência e contribuir para um esforço que tem de ser de todos”.

“É uma forma de contribuir para o esforço que está a ser feito no combate à pandemia e de apoio à comunidade, através dos profissionais de saúde e dos restaurantes, que têm sofrido muito com o que temos enfrentado”, referiu o responsável da Betano em Portugal, Ricardo Branquinho, no comunicado.

Em termos de financiamento, a iniciativa Servir Heróis é patrocinada pela plataforma de apostas, que se responsabiliza pelo pagamento das refeições como forma de ajudar os restaurantes envolvidos e que se escusou a revelar o valor contratualizado para o projeto.

A Pro.Var é uma associação da restauração com âmbito nacional, que tem como objetivos a promoção, a inovação e a defesa do setor da restauração.

Segundo um inquérito realizado pela associação entre os dias 28 de janeiro e 06 de fevereiro, com respostas válidas de 621 estabelecimentos de restauração, para fazer um balanço aos apoios do Estado concedidos no último ano e perceber se estariam alinhados com as necessidades das empresas em 2020, 61,4% das empresas perderam mais de metade da faturação homóloga.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 2.341.496 mortos no mundo, resultantes de mais de 106,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 14.718 pessoas dos 774.889 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Populares