Serralheiro detido por dezenas de incêndios em ecopontos em Guimarães

Um dos incêndios em ecopontos cujo fogo alastrou a veículos. Foto: Ivo Borges / O MINHO / Arquivo

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve ontem um homem, de 55 anos, serralheiro de profissão, suspeito de ser o autor de vários incêndios em ecopontos, durante os últimos três anos, no concelho de Guimarães.

Em comunicado, a PJ revela que o detido agiu “num quadro de sucessivos atos de vandalismo, por motivos fúteis e de forma intencional ateou fogo a dezenas de ecopontos existentes na cidade de Guimarães, com risco concreto de propagação a outros bens e perigo para pessoas”.

“Com tal conduta, provocou a destruição de vários ecopontos, resultando ainda danos em veículos automóveis que se encontravam estacionados próximo daqueles”, acrescenta o comunicado.

Além dos incêndios em dezenas de ecopontos, o homem é suspeito de ter ateado fogo no centro de abate de covas, na madrugada do passado 24 de dezembro, no qual arderam três carros.

Alguns dos incêndios em ecopontos acabaram por alastrar e destruir viaturas.

Como O MINHO noticiou, o suspeito já tinha sido detido pela PSP e libertado com termo de identidade e residência em março passado.

O caso seguiu para a PJ, que já investigava os vários incêndios de ecopontos em Guimarães, e que realizou diligências que “permitiram a recolha e consolidação de substanciais elementos de prova”, levando, agora, à detenção, fora de flagrante delito, do indivíduo.

O suspeito será hoje presente no Tribunal de Guimarães para aplicação das medidas de coação.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Alto Minho quer reunião “urgente” com o ministro da Saúde por falta de investimento

Próximo Artigo

Funcionárias de café em Braga resistem a tentativa de roubo e assaltantes fogem. Já foram detidos

Artigos Relacionados
x