Seguir o O MINHO

Famalicão

Sensible Soccers vão dar música a “O Homem da Câmara de Filmar” em Famalicão

em

Foto: Divulgação

O grupo Sensible Soccers vai atuar em simultâneo com o filme “O Homem da Câmara de Filmar”, de Dziga Vertov, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, no dia 14 de outubro, no âmbito do Close-Up – Observatório de Cinema.


Os Sensible Soccers irão apresentar ao vivo uma proposta para a banda sonora do filme lançado em 1929. Durante 65 minutos poderemos ver ‘O Homem da Câmara de Filmar’ acompanhado pela música dos Sensible Soccers, boa parte dela original e inédita”, adiantou a promotora da banda.

O Close-Up vai para a segunda edição, desta vez com o tema de “A Viagem” e vai realizar-se de 14 a 21 de outubro, contando com filmes como “Nostalgia”, de Tarkovsky, “As Asas do Desejo”, de Wenders, “Eldorado XXI”, de Salomé Lamas, “American Honey”, de Andrea Arnold, entre muitos outros.

Anúncio

Ave

Verão em Famalicão com concertos de Salvador Sobral, Kátia Guerreiro e Samuel Úria

‘Anima-te’

em

Salvador Sobral, Kátia Guerreiro e Samuel Úria

Salvador Sobral, Kátia Guerreiro e Samuel Úria são alguns dos artistas que, nos meses de verão, irão atuar em Famalicão, no âmbito da iniciativa “Anima-te”, anunciou hoje o município.

Trata-se de um programa de animação sociocultural “para que as pessoas saiam de casa e desfrutem da vida social na medida do possível”, refere a autarquia em comunicado, acrescentando que haverá concertos, cinema, desporto, visitas guiadas, workshops, passeios, street food e mercado artesanal.

Sílvia Pérez Cruz, Kátia Guerreiro, Noiserv, Salvador Sobral, Samuel Úria e Daniel Pereira Cristo são os nomes de artistas anunciados.

Os concertos decorrerão no Parque da Devesa, ao ar livre, junto ao lago, numa área limitada, com assistência condicionada às condições impostas pela Direção-Geral da Saúde.

Todos os espetáculos serão de entrada livre, mas com levantamento obrigatório de ingresso no próprio dia do espetáculo, a partir das 15:00.

O espaço estará preparado para receber 882 pessoas.

Aqui será realizada a maior parte dos eventos, como o Devesa Sunset, o Mel – Piquenique das Artes, o Jazz na Caixa, o Germinal e o Festival de Fado.

O Parque da Devesa será também palco de cinema ao ar livre, que o Cineclube de Joane promove em Famalicão desde 1999, numa programação ao encontro de um público vasto e transversal.

Fora da Devesa há desporto com a 7.ª edição do ‘Move-te’ em vários locais do concelho, proporcionando aulas de Pilates, Zumba, Hip Hop, Crossfit, Yoga, Hidroginástica, entre outras, com a colaboração de ginásios, associações desportivas e juntas de freguesia.

“Há alguns anos que Famalicão tem uma pulsação forte nos meses de verão mas este ano, por força das circunstâncias, vai pulsar mais forte”, diz o presidente da Câmara, Paulo Cunha, citado em nota de imprensa.

O autarca quer “proporcionar condições para as pessoas desfrutarem do verão e das férias em Famalicão de forma saudável, com substância e em segurança”.

“Sabemos que muitos planos de férias e de eventos foram alterados por via da pandemia da Covid 19, mas isso não é motivo para não desfrutarmos dos dias quentes e para não nos envolvermos com o concelho e a cidade”, conclui Paulo Cunha.

Além das iniciativas referidas, haverá outras iniciativas de natureza diversa. O programa estará brevemente disponível para consulta.

Continuar a ler

Ave

Fiscalização rodoviária apanha traficante de droga em Landim

Riba D’Ave

em

Um homem de 44 anos foi detido por tráfico de estupefacientes, em Landim, na última terça-feira, no decorrer de uma ação de fiscalização rodoviária levada a cabo pela GNR.

Segundo esta polícia o veículo em questão transportava três pessoas e após a abordagem feita ao condutor foram descobertas 22 doses de heroína e 14 doses de cocaína.

O homem, com antecedentes criminais por tráfico de estupefacientes, foi constituído arguido e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão.

 

Continuar a ler

Famalicão

Autarcas discutem em Famalicão combate às ‘fake news’ na comunicação municipal

Fenómeno das notícias falsas

em

Foto: DR

Dezenas de autarcas de todo o país vão participar num seminário, em Famalicão, onde vai discutir-se os desafios e as tendências da comunicação municipal, nomeadamente o fenómeno das “fake news”.

“O problema maior da comunicação política é a autenticidade ou a falta dela. E essa falta de autenticidade leva ao descrédito da política e dos líderes políticos. A variável autenticidade é um elemento chave da comunicação política e municipal, porque a comunicação municipal é também ela política”, afirmou, em declarações à Lusa, Custódio Oliveira, da organização.

A iniciativa, que decorre quinta e sexta-feira na Casa das Artes de Famalicão, destina-se aos responsáveis e técnicos de gabinetes de comunicação e interessados em comunicação autárquica a quem cabe estar preparado para os novos desafios da comunicação municipal.

Segundo a organização, este ano, o número de inscritos ultrapassou as expectativas, tendo até sido recusado um número significativo de participantes por falta de capacidade da sala. Entre os 130 participantes estão inscritos vereadores, vice-presidentes e chefes de gabinetes de municípios de todo país.

“O desafio do seminário é trazer novos conhecimentos, novas experiências àqueles que fazem comunicação municipal em Portugal”, afirmou Custódio Oliveira.

Para aquele responsável, as “fake news” são um fenómeno de hoje, mas o problema da falta de autenticidade da comunicação política em geral, e da comunicação municipal em particular, é anterior.

“A comunicação municipal tem que ser normativa, tem que cultivar valores como o rigor e a autenticidade. Se não estiverem presentes estes valores, temos algo que vai virar-se contra os próprios autores”, sublinhou.

O tema vai ser discutido no primeiro dia de seminário, que reúne investigadores ligados às universidades de Porto, Minho, Católica do Rio de Janeiro e Barcelona.

Na quinta-feira, o seminário, o vigésimo nono em 18 anos, abordará as seguintes temáticas: “A comunicação e as fake news”, “Inovação na Comunicação e marketing digital”, “Spin Doctoring nas autarquias”, “Do storytelling ao framing, da mensagem à comunicação por processos”, “Brasil: as mudanças na comunicação com a eleição do Presidente Bolsonaro” e “Os chefes de gabinete e os assessores na comunicação municipal”.

O primeiro dia termina com uma tertúlia sobre “Os novos desafios e as tendências inovadoras na comunicação municipal”.

“Hoje há consenso à volta disto: a comunicação tornou-se num dos principais ativos das empresas e das organizações e os líderes começam a ter consciência disto, é um ativo que cria valor”, disse Custódio Oliveira.

Já na sexta-feira, Carlos Magno, fala da regulação da imprensa municipal, a partir da sua experiência como presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC).

O colóquio termina na manhã de sexta-feira, mas para a tarde, como programa complementar, é dada a possibilidade de os participantes visitarem a Casa Museu de Camilo Castelo Branco, em S. Miguel de Seide, tendo assegurado o transporte e a visita guiada.

Continuar a ler

Populares