Seguir o O MINHO

Braga

Semibreve de volta a Braga – “Vens?”

em

"Vítor Rua e António Duarte, do grupo Telectu, à conversa com Adolfo Luxúria Canibal (Mão Morta), ontem ao final da tarde na Livraria Centésima Página. A RUM - Rádio Universitária do Minho transmite a primeira conversa do SEMIBREVE 2018 hoje, pelas 19:00, no programa Português Suave - RUM." Foto: Facebook de SEMIBREVE

A oitava edição do festival Semibreve começa hoje, em Braga, e até domingo vai receber, em quatro espaços da cidade, artistas como Telectu, William Basinski, Grouper ou Laetitia Morais.

Hoje, às 21:30, a sala principal do Theatro Circo recebe o concerto do projeto português Telectu, agora composto pelo cofundador Vítor Rua e por António Duarte, que assume o lugar de Jorge Lima Barreto, que morreu em 2011. Os Telectu vão tocar o álbum “Belzebu” e a primeira metade de “Off Off”.

Às 22:50, no mesmo espaço, atua o norte-americano William Basinski, responsável por trabalhos icónicos do minimalismo eletrónico como “The Desintegration Loops”, seguindo-se a estreia em Portugal de Qasim Naqvi, no pequeno auditório do Theatro Circo.

Às 00:45 de sábado, já no gnration, vai ouvir-se Actress, que substituiu Jlin no cartaz do festival, terminando a noite com RP Boo, também no gnration.

Até domingo, a Casa Rolão, o Theatro Circo, o gnration e o salão medieval da Reitoria da Universidade do Minho (em estreia no Semibreve) vão receber concertos de artistas como Caterina Barbieri, Grouper, Keith Fullerton Whitman com Pierre Warnecke, entre outros.

[fvplayer src=”https://ominho.pt/wp-content/uploads/2018/10/42418127_315308989273581_720457456463371507_n.mp4″ splash=”https://ominho.pt/wp-content/uploads/2018/10/Semibreve.png” width=”640″ height=”360″]

Vídeo: Facebook de SEMIBREVE

“Em 2018, o Semibreve reforça encomendas de espetáculos a artistas para apresentação em estreia mundial no festival. É o caso da compositora canadiana Sarah Davachi e a artista visual portuguesa Laetitia Morais, que vão dar a conhecer um novo espetáculo audiovisual, e o do norte-americano Keith Fullerton Whitman, um dos mais brilhantes nomes da música eletrónica das últimas décadas, que se juntar-se-á ao também norte-americano Pierce Warnecke para uma colaboração audiovisual inédita, baseada integralmente em síntese de som e imagem”, referiu a organização em comunicado.

O Semibreve vai apresentar ainda várias instalações e uma oficina de sintetizadores modulares por Keith Fullerton Whitman, que está já esgotado.

Os passes gerais para o evento estão também já esgotados, estando disponíveis os últimos bilhetes diários para a sala principal do Theatro Circo.

Populares