Seguir o O MINHO

Braga

Semana Santa de Braga afirma-se como uma das mais emblemáticas da Europa

em

A Semana Santa continua a ser o melhor momento da vida da cidade de Braga e tem todas as condições para se afirmar como uma das mais emblemáticas da Europa. A afirmação foi proferida hoje, 12 de Janeiro, por Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a apresentação do programa das comemorações da Quaresma e Semana Santa que voltarão a encher as ruas da cidade.

Em comunicado, o município relata que, na ocasião, o autarca bracarense salientou a “extraordinária capacidade que a Semana Santa possui em termos de mobilização da comunidade”, defendendo que esta deve ser cada vez mais “participada, sentida, conhecida e reconhecida”.

Foto: CM Braga

Foto: CM Braga

“Os eventos não são propriedade do município e não foi a câmara municipal que criou a Semana Santa. Ainda assim, cumpre realçar que este executivo tem dado, na medida das suas possibilidades, um contributo importante para que a Semana Santa seja um momento cada vez mais relevante na vida da cidade”, afirmou, notando que este ano a autarquia reforça o apoio financeiro através da atribuição de 45 mil euros.

A par de reconhecer a crescente participação dos bracarenses nos diversos momentos que compõem o programa, Ricardo Rio defendeu a necessidade de se continuar o trabalho de promoção da Semana Santa. O reconhecimento do evento passa, igualmente, pela candidatura a Património Imaterial da Humanidade, um processo que, segundo Ricardo Rio, está a cumprir as etapas necessárias.

“Esta candidatura colocará a Semana Santa de Braga no patamar que ela merece e que todos ambicionamos. Queremos que este seja um evento de referência não apenas para Braga, para a Região e para o país, mas um evento único a nível internacional neste período da Quaresma”, frisou.

Já para o presidente da comissão organizadora do evento, as solenidades da Quaresma e Semana Santa, sendo um acontecimento de origem religiosa, é “gerador de inúmeras sinergias na cidade e na região que actualmente ultrapassa, e muito, esta circunscrição”.

“É dentro deste quadro que nos situamos ao falarmos da Semana Santa em Braga como um acontecimento religioso, que tem implicações culturais e económicas nos diversos sectores da sociedade. O que estamos aqui a procurar é a realização de um serviço de qualidade à população, que visa a promoção de uma maior e melhor vivência dos tempos que nos levam até à Páscoa”, salientou o cónego Luís Miguel Figueiredo.

Para além da componente religiosa, a comissão preparou um programa cultural rico e diversificado que só é possível graças ao trabalho das diversas instituições que integram a Comissão, concretamente o Cabido da Sé de Braga, Santa Casa da Misericórdia de Braga, Irmandade de Santa Cruz, a Câmara Municipal de Braga, Entidade do Turismo Porto e Norte, e Associação Comercial de Braga. Este ano, a comissão passa também a contar com a Associação Industrial do Minho.

Recorde-se que, desde 2011, a Semana Santa de Braga possui o título de “Interesse para o Turismo”, outorgado pelo Turismo de Portugal.

“Entendemos que este património é de todos e valioso demais para ficar por aqui. O processo de candidatura a Património Imaterial de Portugal, está terminado. Depois de 14 meses de trabalho na sua preparação, a candidatura foi já submetida na plataforma da Direcção Geral do Património Cultural”, explicou o cónego Luís Miguel Figueiredo. A partir de agora segue-se um período de 30 dias de avaliação da candidatura e 120 dias de consulta pública. Findo o qual será anunciada a integração na Lista do Inventário Nacional do Património Cultural e Imaterial.
Entretanto, uma equipa composta por diversos membros da Comissão continua a preparação da candidatura da Semana Santa de Braga a Património Imaterial da Humanidade junto da UNESCO.

O programa completo das Solenidades da Quaresma e Semana Santa pode ser consultado através do seguinte link https://goo.gl/RxFw6E

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Braga. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Anúncio

Braga

Vladislav Delay e Mão Morta “Redux” entre destaques do gnration, em Braga, até março

Espetáculos

em

Foto: Divulgação / Arquivo

A programação do primeiro trimestre de 2020 no espaço gnration, em Braga, vai contar com nomes como Vladislav Delay, Jana Winderen e Peter Burr, para além de um cine-concerto dos Mão Morta, em formato “Redux”.

Em comunicado hoje divulgado, o gnration anunciou que 2020 começa com a “prata da casa”, que se traduz na atuação dos bracarenses Mão Morta, no dia 17 de janeiro, a fazer a banda sonora de “A Casa na Praça Trubnaia”, de Boris Barnet, em formato reduzido com Adolfo Luxúria Canibal, António Rafael e Miguel Pedro.

Também hoje, o gnration anunciou que a argentina Juana Molina vai dar um concerto em Braga, no dia 09 de abril.

No dia 25 do primeiro mês de 2020, a sala de Braga acolhe a artista norueguesa Jana Winderen, reservando-se “o destaque maior do programa” para o finlandês Sasu Ripatti, mais conhecido por Vladislav Delay, que vai atuar em quinteto com Lucio Capece (saxofone), Derek Shirley (contrabaixo), Max Loderbauer (sintetizador Buchla) e Maria Bertel (trombone).

Ao longo do primeiro trimestre, o gnration vai ainda receber The Legendary Tigerman (14 de fevereiro), Gabriel Ferrandini com o pianista alemão Alexander von Schlippenbach (06 de março), Jerusalem in My Heart e Lucrecia Dalt (14 de março), entre outros.

Em 29 de fevereiro, o ciclo de performance audiovisual Binário apresenta a performance “Membrane”, de Push 1 Stop & Wikilow, enquanto Marcel Weber “dará a conhecer uma nova instalação audiovisual resultante de residência artística no âmbito do programa Scale Travels, projeto que alia arte e nanotecnologia, desenvolvido em colaboração com o Laboratório Ibérico Internacional da Nanotecnologia”

Neste âmbito, o artista Peter Burr vai expor “Mode Confusion”, entre 17 de janeiro e 18 de abril.

Continuar a ler

Braga

Mulheres terão furtado mais de 2 mil euros em perfumes, em Braga

Uma foi detida, três fugiram

em

Foto: Ilustrativa / DR

Uma mulher de 31 anos foi detida, numa loja em Braga, este domingo, depois de ter passado na caixa registadora com diversos perfumes, no valor de 547,50 euros, sem que os tivesse pago, anunciou hoje a Polícia de Segurança Pública (PSP).

Segundo a fonte, a detida encontrava-se na companhia de mais três suspeitas, que se colocaram em fuga. “Nessa altura, deixaram cair dois perfumes, no valor de 196,65 euros, tendo furtado mais perfumes, no valor de 1296,40 euros”, adianta a PSP.

No total, existem indícios de que as mesmas terão furtado produtos num valor superior a dois mil euros.

A mulher foi notificada para comparecer nos Serviços do Ministério Público junto do Tribunal Judicial da Comarca de Braga.

Continuar a ler

Braga

Em Garfe, na Póvoa de Lanhoso, em cada lugar há um presépio

Exposição de coleção particular, com 2.577 presépios, é outra atração. Selecionador nacional de futebol, Fernando Santos, será um dos visitantes da 18.ª edição

em

Foto: Divulgação / CM Póvoa de Lanhoso (2017)

“Quadros alusivos à história da região e da vida campestre, em comunhão com o espírito festivo”. As gentes de Garfe, no concelho de Póvoa de Lanhoso, voltam, este ano, a apresentar cerca de duas dezenas de presépios, espalhados pelos vários lugares da aldeia e elaborados pelos respetivos moradores.

No calendário da iniciativa, que vai na sua 18.ª edição, é também destaque a exposição com os 2.577 presépios da coleção particular do padre Luís Fernandes Peixoto, cuja abertura está marcada para o próximo domingo, 15 de dezembro.

Nesse mesmo dia, o programa de “Garfe, Aldeia dos Presépios”, que inclui a celebração de eucaristias junto de alguns dos presépios, irá receber a visita do selecionador nacional de futebol. Fernando Santos irá marcar presença na missa.

Nos domingos seguintes, destaque para A tarde de Fado, com Ana Gomes e João Pedro Aves (22 de dezembro), a atuação da Tuna Académica Estudantina de Braga (29 de dezembro) e o Encontro de Reis (05 de janeiro), que terão lugar na Igreja Paroquial de Garfe.

“Garfe, Aldeias dos Presépios” está integrada no programa “Póvoa de Natal 2019”, apresentado na semana passada, que inclui, ainda, a “Aldeia de Natal”, no Diverlanhoso, entre outras iniciativas.

Continuar a ler

Populares