Seguir o O MINHO

Alto Minho

Sem-abrigo ajudado por Marcelo esteve preso por matar duas pessoas em Ponte de Lima

Estorãos

em

Foto: Imagem SIC

O sem-abrigo que o Presidente da República ajudou a tirar das ruas do Porto esteve preso por dois homicídios na freguesia de Estorãos, em Ponte de Lima.

A informação é hoje avançada pelo Correio da Manhã (CM) dando conta de que Manuel Fernandes, conhecido por ‘Carolino’, cometeu os crimes “há mais de 30 anos” e há quem naquela localidade minhota esteja revoltado por Marcelo Rebelo de Sousa estar a “ajudar um assassino”.

Segundo aquele jornal, citando moradores de Estorãos, Manuel Fernandes “matou um taxista para o roubar” e, quando saiu da cadeia, “voltou para matar a tia Rosa”. Ambos os crimes foram cometidos à facada.

“Tinha uma lista de sete pessoas de quem se ia vingar. Esteve muito tempo afixada no centro da freguesia”, conta ao CM Amândio Vieira, uma das pessoas que integravam a referida lista.

Reagindo àquele jornal, o Presidente da República afirmou que quando, em outubro de 2020, esteve com o então sem-abrigo, no Porto, lhe foi dito, “sem mais pormenores, que o mesmo “tinha sido condenado por homicídio e que já havia cumprido a pena de prisão”.

Foto: Imagem SIC

Marcelo compreende “a dor das famílias, tendo em conta as suas perdas”, mas lembra que Manuel Fernandes “já pagou pelos crimes cometidos”.

Em outubro de 2020, o Presidente da República visitou Manuel Fernandes, então a viver debaixo de uma ponte no Porto.

O caso tinha sido tornado público pela Comunicação Social e a visita de Marcelo permitiu torná-lo mais mediático e ajudar a encontrar uma casa para Manuel Fernandes.

Há cerca de duas semanas, Marcelo visitou o ex-sem-abrigo na sua casa nova.

Populares