Seguir o O MINHO

Alto Minho

Seis mil habitantes em Viana do Castelo recebem máscaras oferecidas pela junta

Covid-19

em

Foto: DR

Os cerca de seis mil habitantes de Barroselas e Carvoeiro, agregadas numa União de Freguesias, em Viana do Castelo, começaram hoje a receber máscaras cirúrgicas descartáveis oferecidas pelo executivo, disse à Lusa o presidente Rui Sousa.

“Estamos a entregar cinco máscaras por família. Isto equivale a cinco semanas de uma saída de um membro dessa família para ir a deslocações ao supermercado, ao talho, ao banco ou a qualquer outro sítio tratar de um assunto importante. A União de Freguesias tem seis mil habitantes distribuídos por 2.385 casas, sem contabilizar os espaços comerciais que também vão receber o mesmo apoio. Nesse sentido, além das 12 mil máscaras que comprámos para a população, chegam hoje mais duas mil máscaras para oferecemos a um lar de idosos e a todo o comércio local”, explicou o autarca.

O ex-ciclista profissional, Rui Sousa, de 43 anos, explicou que desde o início da pandemia de covid-19 e do estado de emergência decretado no país que o executivo que lidera vinha a pensar em avançar com este “apoio de proximidade” que, numa fase posterior, e se assim for decidido, continuará a assegurar à população.

“Nesta fase inicial vamos dar este apoio, atendendo a que não há uma exigência das autoridades de saúde e do Governo para que todos usem máscaras. É uma primeira fase de apoio à comunidade. Se as normas das autoridades de saúde e do Governo implicarem o uso obrigatório deste material, nós estaremos na linha da frente desse apoio. Na União de Freguesias de Barroselas e Carvoeiro nunca ninguém irá ficar sem este apoio”, reforçou.

Rui Sousa adiantou que a medida, que começou hoje a ser cumprida, com a distribuição das primeiras 12 mil máscaras, representou “um investimento na saúde”, superior a 10 mil euros.

“Isto representa um investimento superior a 10 mil euros. Tivemos o cuidado de adquirir máscaras homologadas. Não podemos fazer um investimento destes sem ter certezas de que o material está devidamente homologado, porque temos de responder pelos nossos atos”, disse.

A acompanhar as máscaras o executivo juntou um folheto informativo da Direção-Geral da Saúde (DGS), explicando como deve ser utilizado aquele Equipamento de Proteção Individual (EPI).

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 164 mil mortos e infetou mais de 2,3 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 525 mil doentes foram considerados curados.

Portugal regista 714 mortos associados à covid-19 em 20.206 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia divulgado no domingo.

Populares