Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Seis feridos após colisão entre três viaturas em Viana do Castelo

Acidente

em

Foto: Redes sociais

Um aparatoso acidente em Viana do Castelo provocou seis vítimas, ao início da manhã deste domingo, disse a O MINHO fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro.


A colisão, a envolver três viaturas, ocorreu na freguesia de Santa Marta de Portuzelo, na Rua de Santa Martinha, com alerta a ser dado às 09:08 horas, disse fonte da Proteção Civil.

Uma das vítimas, que teve de ser desencarcerada, inspirava maiores cuidados.

Todos os feridos foram transportados para o Hospital de Viana do Castelo.

No local estiveram 25 elementos e dez viaturas, por entre as duas corporações de bombeiros de Viana do Castelo (Sapadores e Voluntários) com ambulâncias e viaturas de desencarceramento, a Ambulância de Emergência Médica do INEM e a VMER do Alto Minho.

A GNR registou a ocorrência.

Anúncio

Alto Minho

Viana do Castelo quer Agenda para a Inovação pronta em fevereiro de 2021

Anunciou José Maria Costa

em

Foto: CM Viana do Castelo (Arquivo)

A Agenda para a Inovação de Viana do Castelo para a próxima década estará fechada em fevereiro de 2021, para ser “validada” pela Câmara e Assembleia Municipal em abril, disse hoje o presidente da autarquia.

O socialista José Maria Costa, que falava em conferência de imprensa para anunciar o início da elaboração da Agenda para a Inovação 2030, afirmou que o documento “vai servir de suporte à apresentação de candidaturas e projetos quer ao novo quadro comunitário de apoio quer ao Fundo de Transição”.

“Queremos tirar o máximo partido das oportunidades que temos pela frente. Estamos a viver tempos difíceis, mas desafiantes. Foi colocado ao país um conjunto de oportunidades financeiras para podermos reorientar a economia e sociedade para sermos mais competitivos, dinâmicos e coesos e para ganharmos a batalha da inovação. Esta Agenda para a Inovação acontece no tempo certo. Num tempo de debate público”, disse.

José Maria Costa explicou que o “debate institucional” para a elaboração da agenda começa na terça-feira, com o primeiro de seis fóruns temáticos, com a participação do professor António Cunha, antigo reitor da Universidade do Minho e, o segundo, no dia 18 de setembro, que terá como orador o eurodeputado José Manuel Fernandes. Os outros fóruns decorrerão até janeiro de 2021.

Já o processo de auscultação da população arranca em setembro com “um inquérito, que será enviado a todas as habitações, convidando os vianenses a darem a sua opinião e remetê-la ao grupo de trabalho” que vai elaborar a estratégia do concelho para os próximos 10 anos e, já este mês, com o lançamento de uma “plataforma ‘online’ com informação sobre a agenda e com um inquérito que “pode já receber contributos” da população.

O debate político começará em abril, com a apresentação do documento ao executivo municipal, e, posteriormente, a sua apreciação na Assembleia Municipal.

“É uma agenda que tem de ser muito participativa. Queremos um processo aberto a todos, que terá um mecanismo de democracia participativa para construirmos juntos, uma visão conjunta, mobilizando todos os vianenses para os novos desafios que temos pela frente”, sublinhou, apontando “a visão das escolas, das empresas e das instituições do concelho”.

O plano assentará ainda “numa dinâmica de competição e cooperação, simultaneamente.

“O Alto Minho está a competir com a Galiza, mas estamos também a cooperar com a Galiza. É essa a lógica que iremos privilegiar na Agenda para a Inovação”, referiu.

O processo de elaboração do documento incluirá ainda a realização de “estudo de opinião sobre avaliação e expectativas dos vianenses, reuniões de ‘brainstorming’ e ‘focus group’ após recolha dos inquéritos, e a constituição, em “setembro/outubro”, de um Conselho de Desenvolvimento Estratégico de Viana do Castelo para “acompanhar” a elaboração do documento.

“Estamos confrontados com um conjunto de instrumentos de orientação estratégica e financeira muito importante para a nossa afirmação. Que saibamos aproveitar bem as oportunidades que temos pela frente, que temos de trabalhar e consensualizar para definir as bases do futuro do Viana do Castelo”, reforçou.

Segundo José Maria Costa, a Agenda para a Inovação 2030 partiu de “um diagnóstico sobre os avanços da última década, assente nos avanços dos últimos dez anos” e pretende “dar coerência e interligar grandes investimentos que estão assegurados, descobrindo e projetando outros investimentos, no quadro da inovação e do desenvolvimento sustentado”.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Onda de assaltos a viaturas na marginal de Viana

Em Amorosa

em

Foto: Redes sociais

Pelo menos três viaturas foram alvo de assalto com quebra de vidros nesta madrugada de domingo, na marginal de Amorosa, em Viana do Castelo.

As vítimas tinham o carro estacionado nos vários locais de estacionamento daquela via tendo encontrado os vidros partidos, alguns objetos roubados e tudo remexido dentro das viaturas.

Foto: DR

Foto: DR

Esta não é a primeira vez que há registo de múltiplos assaltos a viaturas na zona marginal da capital do Alto Minho. Há três semanas, vários automobilistas queixaram-se da mesma situação.

A GNR está a investigar os furtos e a proceder a diligências para encontrar os responsáveis.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Mulher agredida no trânsito em Viana do Castelo

EN 13

em

Foto: Google Maps

Uma mulher terá sido agredida por outra mulher após uma manobra no trânsito na Estrada Nacional 13, ao final da tarde de sexta-feira, junto ao Minipreço de Viana do Castelo.

Ao que apurou O MINHO, a mulher seguia numa rotunda pelo lado interior para sair numa segunda saída, quando foi ‘entalada’ por outra viatura que seguia na faixa exterior, mas com o mesmo destino.

 

De acordo com um familiar da vítima, eram cerca das 18:00 horas de sexta-feira. quando a mulher que conduzia a segunda viatura entrou em perseguição à viatura da vítima durante alguns metros, a buzinar, até paragem num semáforo, para ‘ajustar contas’ pela manobra anterior.

Terá então saído da viatura, com duas crianças menores atrás, e desferiu uma agressão na vítima, que sofreu ferimentos ligeiros, sem necessitar de assistência hospitalar.

A vítima procura agora informações junto de possíveis testemunhos que possam ter assistido á agressão, de forma a formalizar queixa na PSP.

Mostra-se revoltada por ter cumprido as regras de trânsito e ainda ter sido agredida por isso.

(notícia atualizada às 20h02 com retificação da hora da ocorrência)

Continuar a ler

Populares