Seguir o O MINHO

Barcelos

Segurança Social vai assumir gestão do lar da Pousa, em Barcelos

Covid-19

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O Centro Distrital da Segurança Social de Braga deverá assumir, a partir de hoje, a gestão do Centro de Apoio e Solidariedade da Pousa (CASP), onde se encontram 22 idosos infetados com covid-19 e outros três que acusaram negativos nos testes de despistagem.

A iniciativa da Segurança Social surge depois de alguns familiares dos utentes se terem queixado de que “não conseguem contactá-los e de que não há ninguém responsável no interior do lar que os atenda ou forneça indicações”.

Devido à falta de funcionários, que estão doentes ou em isolamento profilático, os utentes estão a ser apoiados por uma equipa de voluntários da Cruz Vermelha de Braga, só que os voluntários acabam por ficar pouco tempo, por temerem ser contagiados com o vírus.

A este propósito, o presidente da Cruz Vermelha de Braga, Armando Osório, esclareceu a O MINHO que o organismo não gere o espaço, apenas fornece as equipas de voluntários, de acordo com o que foi estabelecido com a Câmara – que tinha a tarefa de coordenação, até hoje – a Segurança Social, e a delegação de saúde. “É natural que haja pessoas que desistam, a tarefa não é fácil”, explicou.

Já o presidente da direção do lar, Joaquim Pereira, considerou a O MINHO que a situação é “preocupante”, por, supostamente, os três utentes não-infetados não estarem separados dos restantes: “se assim for, é incompreensível”, lamentou.

Em videoconferência de imprensa da passada sexta-feira, o presidente da Câmara de Barcelos, garantiu que os não-infetados iriam permanecer numa “ala completamente separada” da dos restantes.

O dirigente da IPSS acrescenta que, desde que se soube que havia um utente infetado, todo o processo se desenvolveu com grande descoordenação: “Em Barcelos, ao contrário de outros concelhos vizinhos, ninguém sabia como as coisas se faziam”.

Joaquim Pereira desmente uma outra crítica feita por familiares, a de que os voluntários não fazem a necessária limpeza do espaço: “O lar foi desinfetado na quinta-feira pela GNR e uma equipa de sete pessoas, incluindo familiares meus e funcionários que estão de baixa, limparam as instalações”.

Anúncio

Barcelos

Incêndio em poste de eletricidade provoca falhas de luz em Barcelos

Trovoada

em

Foto: Posto Avançado de Fragoso - Bombeiros de Barcelos / Facebook

A trovoada na madrugada desta segunda-feira provocou um incêndio num poste de eletricidade, em Fragoso, Barcelos.

O incêndio, na Rua de S. Pedro, provocou falhas na rede elétrica e de fibra em muitas casas daquela freguesia.

Os Bombeiros de Barcelos, através do Posto Avançado de Fragoso, acorreram ao local com cinco operacionais e uma viatura.

“Foi comunicado à EDP que prontamente enviou uma equipa para realizar todos os procedimentos de segurança, de modo a podermos extinguir o incêndio”, referem os bombeiros na sua página de Facebook.

Continuar a ler

Barcelos

Jipe transporta Nossa Senhora por freguesias de Barcelos

Mês de Maria

em

Foto: Vitor Vasconcelos / O MINHO

A imagem de Nossa Senhora de Fátima percorreu, esta noite de sábado, ruas de freguesias de Barcelos, numa manifestação de fé promovida por populares.

Vídeo: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Da mesma organização que levou a cruz pascal pelas freguesias de Lijó, Galegos Santa Maria e Galegos São Martinho, as viaturas voltaram a percorrer as ruas daquelas três freguesias em jeito de encerramento do Mês de Maria, celebrado ao longo do mês de maio.

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO

Recorde-se que este sábado foram celebradas as primeiras missas com a presença de fiéis, após mais de dois meses do encerramento das igrejas, face à pandemia de covid-19.

Continuar a ler

Barcelos

Homem de 53 anos detido por tráfico de droga em Barcelos

PSP

em

Foto: DR

Um homem de 53 anos foi detido por tráfico de droga, na quinta-feira, em Barcelos.

A detenção ocorreu pelas 22:30 na Rua de Santo António, no centro da cidade, quando os agentes “se
encontravam em missão de serviço de prevenção à criminalidade”, refere a PSP.

O suspeito tinha em sua posse cocaína suficiente para 25 doses e heroína suficiente para 3 doses, que lhe foram apreendidas.

O detido foi informado que irá ser notificado para comparecer no Tribunal Judicial de Famalicão.

Continuar a ler

Populares