Seguir o O MINHO

Futebol

Governo inglês “chocado” com tratamento a adeptos à porta do estádio, em Braga

Queixas contra a atuação da PSP

em

Foto: Twitter

Atrasos nos transportes e atrasos nas revistas policiais, à entrada do estádio municipal, levaram a que parte dos cerca de 6 mil adeptos ingleses perdessem a primeira parte do jogo que opôs Sporting Clube de Braga ao Wolverhampton, na quinta-feira, em jogo da 5.ª jornada da fase de grupos da Liga Europa.

As reações surgiram de vários lados, com adeptos ingleses a queixarem-se de falta de transporte através das redes sociais e, também, a O MINHO, que acompanhou a saga dos lobos por terras bracarenses.

Centenas de ingleses desesperam sem transporte do centro de Braga para o estádio

Mas, neste sábado, surgiu uma nova voz crítica, relativamente a um alegado “tratamento chocante” das autoridades policiais portuguesas para com os adeptos vindos das ilhas britânicas.

Gavin Williamson [Twitter], atual secretário de estado do Governo liderado pelo conservador Boris Johnson, escreveu uma carta oficial ao embaixador português em Londres, apelidando de “desgraçado” o tratamento que os ingleses terão sido sujeitos por agentes das forças especiais da PSP.

“A maneira como os adeptos do Wolves foram tratados em Portugal foi absolutamente chocante, uma desgraça”, disse Williamson, atual candidato parlamentar pelo condado de South Staffordshire, onde se inclui a cidade de Wolverhampton.

“Muitos deles investiram uma quantidade absurda de dinheiro e não estavam à espera de tal tratamento por parte das autoridades”, acrescentou, na carta, revelada pelo jornal express&star.

Gavin Williamson. Foto: Divulgação

“Partilho o meu transtorno com o embaixador, de que não é esta a aproximação ou atitude que esperamos como receção aos nossos adeptos que acompanham as suas equipas”, diz a mesma carta.

Centenas de adeptos, uma vez chegados do centro da cidade, já com o jogo a iniciar-se, foram forçados a esperar às portas do estádio, debaixo de chuva torrencial (assim como os polícias), para que se procedesse à revista.

Os adeptos queixaram-se pela recolha de todos os guarda-chuvas, algo que é obrigatório nos estádios de futebol das ligas profissionais, para dissuadir algum tipo de violência com aqueles objetos.

Foto: Twitter

Também várias tarjas foram recolhidas durante a revista para entrada no estádio, algo que revoltou os ingleses.

Alguns adeptos foram assistidos pela Cruz Vermelha após alegadas agressões policiais.

Um representante do clube, citado por um jornal inglês, disse ter conhecimento dos problemas de entrada no estádio por parte de alguns dos adeptos em Braga. Alguns elementos profissionais da equipa manifestaram preocupação pela situação junto de oficiais da UEFA, no final do jogo.

O clube irá partilhar, com a UEFA e a Associação de Futebol inglesa, uma compilação de relatórios recolhidos junto dos adeptos que tiveram problemas em Braga.

Apesar dos problemas com o acesso ao estádio, os adeptos ingleses ficaram “maravilhados” com a cidade de Braga, passando o dia no centro da cidade, em alegre confraternização, sem sobressaltos.

Adeptos ingleses rendidos a Braga: “Ambiente soberbo”

Alguns comerciantes elogiaram os britânicos por consumirem e, embora um pouco barulhentos, não causarem problemas, ao contrário do que tinha sucedido na quarta-feira, no Porto.

Adeptos de adversários de SC Braga e Vitória, na Liga Europa, à pancada no Porto

Os adeptos, e o próprio clube inglês, responsabilizam adeptos do Standard Liége [que jogou em Guimarães] pelos confrontos, atriubuindo o início dos desacatos a um grupo hooligan belga. Um dos intervenientes nesses confrontos que decorreram na baixa portuense, contou a O MINHO a mesma versão, apontando que os belgas estariam a ameaçar crianças e mulheres, o que levou a uma mobilização dos adeptos do Wolves.

Todavia, os desacatos continuaram durante a viagem do Porto para Braga, já sem adeptos belgas à mistura, como dá conta um adepto do Wolverhampton, através do Twitter.

Um adepto terá partido uma garrafa na cabeça de outro adepto, apoiante do mesmo clube, num regional da CP.

Anúncio

Futebol

Suspensa negociação das ações da Sporting SAD

Saída de Bruno Fernandes será razão da suspensão das negociações

em

Foto: ligaportugal.pt

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) suspendeu, esta quarta-feira, a negociação das ações do Sporting Clube de Portugal – Futebol SAD “aguardando a divulgação de informação relevante”.

Numa nota divulgada, esta quarta-feira, é referido que o Conselho de Administração da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) “deliberou a suspensão da negociação das ações do Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD, aguardando a divulgação de informação relevante”.

A suspensão das ações da SAD do Sporting ocorre no dia em que a comunicação social avança que o jogador leonino Bruno Fernandes vai assinar pelo Manchester United e que o clube inglês vai pagar 55 milhões de euros no imediato ao Sporting.

Continuar a ler

Futebol

SC Braga quer aproximar-se do quarto lugar na visita ao Moreirense

18.ª jornada da I Liga

em

Foto: Divulgação / Arquivo

SC Braga, recente vencedor da Taça da Liga, pode aproximar-se do quarto lugar da I Liga portuguesa de futebol, caso vença hoje no terreno do Moreirense, no último jogo da 18.ª jornada.

Os bracarenses, sextos classificados com 27 pontos, venceram todos os cinco jogos sob o comando de Rúben Amorim, incluindo um ao Sporting (2-1) e dois ao FC Porto (2-1 e 1-0), somando três vitórias consecutivas no campeonato.

Em caso de vitória, o SC Braga sobe ao quinto lugar, ultrapassando o Rio Ave, que soma 28 pontos, e fica a um ponto do Famalicão e a dois do Sporting, que vai receber na próxima jornada.

O Moreirense não vence há três jornadas e ocupa a 14.ª posição, com 18 pontos, podendo ultrapassar Tondela, Marítimo e Santa Clara e subir ao 11.º lugar, caso vença os rivais minhotos no embate marcado para as 20:15, em Moreira de Cónegos.

Programa da 18.ª jornada

– Domingo, 26 janeiro:

Belenenses SAD – Portimonense, 2-1

Tondela – Vitória de Setúbal, 0-3

Famalicão – Santa Clara, 0-1

Paços de Ferreira – Benfica, 0-2

Desportivo das Aves – Boavista, 0-1

Segunda-feira, 27 janeiro:

Vitória SC – Rio Ave, 1-2

Sporting – Marítimo, 1-0

– Terça-feira, 28 janeiro:

FC Porto – Gil Vicente, 2-1

CfQuarta-feira, 29 janeiro:

Moreirense – SC Braga, 20:15

Continuar a ler

Futebol

Ricardo Soares promete Moreirense com “ambição” de vencer Braga “muito difícil”

I Liga

em

Foto: DR / Arquivo

O treinador do Moreirense, Ricardo Soares, afirmou esta terça-feira que a sua equipa deseja vencer o SC Braga na quarta-feira, no encerramento da 18.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, apesar de considerar o adversário “muito difícil”.

Ainda sem triunfos desde que assumiu o comando da turma de Moreira de Cónegos, após a 14.ª jornada, o treinador admitiu que será difícil conquistar a primeira vitória na receção à turma bracarense, 100% vitoriosa com Rúben Amorim no cargo de treinador (cinco triunfos e uma Taça da Liga), mas defendeu que o plantel por si liderado tem as suas “armas” para discutir o jogo.

“Sabemos o que nos espera, mas estou convencido numa grande resposta contra uma grande equipa. Temos ambição e motivação. Tudo faremos para vencer o jogo”, disse, na antevisão à partida agendada para as 20:15, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas.

O treinador lembrou que a formação vimaranense, 14.ª classificada, somou, até agora, 14 dos 18 pontos que tem a jogar em casa, tendo considerado que um possível empate frente à turma ‘arsenalista’, sexta, com 27, só poderá ser um “bom resultado” atendendo às circunstâncias do jogo.

Ricardo Soares admitiu, porém, que os bracarenses têm “poucos pontos fracos” para explorar, por terem “muita qualidade na posse de bola”, “dinâmicas bem interpretadas pelos jogadores”, e “eficácia” nas bolas paradas, com elementos que se destacam no jogo aéreo.

“O SC Braga privilegia a posse de bola, mas é também muito forte na recuperação de bola no último terço [ofensivo]. Quando baixa, é também forte nas transições”, salientou.

As dificuldades que esperam os seus jogadores podem ser ainda maiores, por causa da “confiança tremenda” que os pupilos de Rúben Amorim sentem neste momento, acrescentou Ricardo Soares.

O Moreirense vai disputar a partida de encerramento de uma jornada em que adversários diretos na tabela como o Santa Clara (12.º classificado, com 20 pontos) e o Belenenses SAD (15.º, com 18) venceram, mas o treinador recusou que a pressão para o duelo com o Braga seja maior por causa disso, até porque a equipa está dentro do “objetivo da manutenção”.

Questionado ainda sobre eventuais reforços durante a última semana do mercado de transferências de ‘inverno’, Ricardo Soares disse estar “em sintonia” com o presidente do clube, Vítor Magalhães, até porque há consciência das “necessidades do plantel” por resolver.

O Moreirense, 14.º classificado, com 18 pontos, recebe o SC Braga, sexto, com 27, em partida da 18.ª jornada da I Liga, agendada para as 20:15 de quarta-feira, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

Continuar a ler

Populares