Seguir o O MINHO

SC Braga

Secretário de Estado do Desporto defende cumprimento da lei nas interdições dos estádios

SC Braga foi um dos três clubes castigados com um jogo à porta fechada.

em

Foto: DR/Arquivo

O Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, defendeu hoje o cumprimento da lei no futebol e não quis adiantar-se sobre o ‘timing’ dos castigos a SC Braga, Benfica e Paços de Ferreira.


O governante, que falava à margem da homenagem a Nélson Évora, pelos 10 anos da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, integrada no programa ‘Portugal sou eu’, disse estar ao lado da verdade desportiva, quando confrontado com o castigo de um jogo à porta fechada aplicada aos três clubes.

“É essencial que haja o cumprimento da lei no futebol e em todas a modalidades. Queremos a defesa da verdade desportiva. Não tem faltado coragem. Pode passar-se a ideia de que está a acontecer algo de invulgar ou anormal, mas não acho que seja. Estão a ser cumpridas regras e a serem conhecidas sanções. O fundamental é o que elas significam para a melhoria do sistema desportivo. Isso é positivo”, afirmou.

Questionado sobre o ‘timing’ da divulgação dos castigos, numa altura em que estão processos pendentes devidos a recursos anteriores, nomeadamente por parte do Benfica (os ‘encarnados’ recorreram de três dos quatro castigos que no cúmulo jurídico valem a interdição de público de um a três jogos e aguardam ainda a decisão), João Paulo Rebelo não quis alongar-se.

“Não falo sobre casos concretos, não faz sentido. Genericamente, a afirmação é esta: tudo o que contribua para melhorar o desporto em Portugal tem o Secretário de Estado do Desporto a defendê-lo. O cumprimento das regras e leis contribui para um melhor desporto e por isso merece a minha simpatia”, salientou.

Em relação à polémica em torno do antigo presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), Augusto Baganha, João Paulo Rebelo foi claro e pediu “tranquilidade” para o organismo.

“O IPDJ precisa de tranquilidade depois de o seu nome, lamentavelmente, ter sido posto em causa. O IPDJ tem praticamente 400 trabalhadores, que todos os dias dão o seu melhor, a aplicarem as leis e a fazerem tudo como deve ser. Deve ser poupado a histórias e algumas efabulações. Não sei que interesses servem que não sejam pessoais, pequeninos, e que não fazem sentido, dada a grandeza e importância do Instituto”, concluiu.

Anúncio

Liga Europa

Braga “só sabe” fazer golos nas primeiras partes esta época

Equipa defronta o AEK Atenas para a Liga Europa

em

Foto: DR / Arquivo

A presença do público nas bancadas no jogo do SC Braga de hoje, frente aos gregos do AEK Atenas para a Liga Europa, pelas 20:00, pode trazer uma motivação nos minutos iniciais e até ajudar a potencializar uma força da equipa.

De acordo com as estatísticas desta base de dados, dos sete golos do SC Braga esta época, todos foram apontados nas primeiras partes. Mesmo os quatro frente ao Tondela, fora de casa.

Para ser ainda mais preciso, dos sete golos, cinco foram apontados entre 21 e os 30 minutos de jogo.

SC Braga favorito na estreia na Liga Europa

Por enquanto, o brasileiro Galena é o destaque da equipa, com dois golos e duas assistências. Paulinho, melhor marcador do Braga na época passada, ainda não balançou as redes.

No Grupo G, o Braga, de Carlos Carvalhal, vai poder contar com adeptos no seu estádio, num total de 2.250, em vez de 4.500, depois de a Direção-Geral da Saúde ter decidido a sua redução de 15% para 7,5%, em função do agravamento da situação epidemiológica no país.

Os arsenalistas começaram o campeonato nacional com dois desaires, mas recebem, pelas 20:00, os gregos, dos portugueses Hélder Lopes, André Simões e Nélson Oliveira, motivados com duas vitórias consecutivas e respetivo sexto lugar.

Continuar a ler

SC Braga

Números mostram que a permanência de Paulinho garante um avançado decisivo

Avançado do SC Braga

em

Foto: DR / Arquivo

Um dos nomes mais falados nos últimos dias do mercado de transferências, que se encerrou esta terça-feira, foi o de Paulinho, ponta de lança do SC Braga. O Sporting terá apresentado propostas, mas a SAD liderada por António Salvador não aceitou, e o avançado permanece. Segundo as estatísticas, uma boa notícia para os bracarenses.

Para além de segurar o seu melhor marcador da última época, quando apontou 17 golos e foi o quarto da Primeira Liga, o internacional português também foi o jogador do SC Braga com mais assistências: sete no total, uma a mais do que Francisco Trincão e Ricardo Esgaio.

As estatísticas também demonstram que Paulinho é o jogador que mais apontou “golos da vitória”, com quatro, ao lado de Mehdi Taremi, que transferiu-se do Rio Ave para o FC Porto no último defeso.

O avançado de 27 anos foi um pedido do treinador Rúben Amorim, ex-SC Braga, e a possibilidade esteve em cima da mesa até ontem.

No entanto, António Salvador, presidente do SC Braga, terá pedido 14 milhões de euros e a cedência por empréstimo do avançado Sporar. Mas Frederico Varandas, líder leonino apenas avançou com uma oferta de 11 milhões, sem contemplar o esloveno.

Continuar a ler

Futebol

Pérez (Famalicão), Ruiz (Braga) e um vianense na lista de 100 candidatos ao ‘Golden Boy’

Total de nove futebolistas portugueses

em

Nehuén Pérez, Abel Ruiz e Pedro Neto. Foto: DR

Nove futebolistas portugueses estão entre os 100 candidatos ao ‘Golden Boy’ de 2020, troféu entregue pelo jornal italiano Tuttosport e que distingue o melhor jogador jovem da atualidade.

Romário Baró, Tiago Lopes e Fábio Silva (FC Porto), Tomás Tavares e Gonçalo Ramos (Benfica), Eduardo Quaresma e Rafael Camacho (Sporting), Tiago Djaló (Lille/Fra) e o vianense Pedro Neto (Wolverhampton/Ing) são os portugueses indicados à sucessão de João Félix.

Na lista constam ainda dois jogadores que atuam em Portugal, na I Liga, nomeadamente o defesa argentino Nehuén Pérez (Famalicão) e o avançado espanhol Abel Ruiz (SC Braga).

Na extensa pré-seleção do Tuttosport destaque ainda para a presença do médio ofensivo Angel Gomes, do Manchester United, internacional jovem por Inglaterra e filho de Gil, campeão mundial de sub-20 por Portugal.

Entre os candidatos estão também jogadores que já se afirmaram nas equipas principais, entre os quais o norueguês Haland, avançado sensação esta época e que trocou no mercado de inverno o Salzburgo pelo Borussia Dortmund, Ansu Fati, o atacante de origem guineense do FC Barcelona, ou o brasileiro Vinicius Jr., do Real Madrid.

Fortes candidatos ao troféu são igualmente os ingleses Jadon Sancho (Borussia Dotmund) ou Hudson-Odoi (Chelsea).

O prémio, criado em 2003, já distinguiu dois jovens jogadores portugueses: Renato Sanches, em 2016, e João Félix, no último ano, em 2019, sendo ambos ‘produtos’ da formação do Benfica e que se transferiram para o Bayern Munique e Atlético Madrid, respetivamente.

Continuar a ler

Populares