Seguir o O MINHO

Braga

SchoolBus: 400 alunos já usam o autocarro que quer tirar carros do centro de Braga

Projeto já retirou 200 viaturas do centro da cidade.

em

Foto: Sérgio Freitasd/CM Braga

Cerca de 400 alunos já aderiram ao ‘School Bus’, um projeto desenvolvido pelo Município de Braga para reduzir o congestionamento automóvel no perímetro das escolas da malha urbana da cidade.


Após a fase-piloto realizada no ano passado no âmbito da Semana Europeia da Mobilidade, o projeto foi implementado de forma permanente no início deste ano lectivo, contribuindo para o alívio do fluxo de trânsito junto de seis escolas do centro de Braga: EB 2,3 Francisco Sanches, EB 2,3 André Soares, Colégio D. Diogo de Sousa, Colégio Leonardo Da Vinci, Colégio Teresiano e Conservatório de Música Calouste Gulbenkian.

A ligação a estes estabelecimentos de ensino é feita a partir das quatro principais entradas de Braga, com interfaces na Av. Robert Smith, em Maximinos, na Variante do Fojo e junto ao Estádio Municipal.

“O ‘School Bus’ é um excelente exemplo de como uma ideia simples pode ter um enormíssimo impacto na comunidade. “Esta é uma solução para reduzir o tráfego na zona envolvente aos equipamentos escolares e, ao mesmo tempo, sensibilizar os jovens para a utilização dos transportes públicos, condição fundamental para alterar o paradigma da mobilidade”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara.

Em apenas um mês de funcionamento, o projecto registou a adesão de 397 crianças que são transportadas diariamente por este serviço até ao seu estabelecimento escolar. Do ponto de vista ambiental, estima-se que o projecto tenha retirado cerca de 200 veículos da sua zona de implementação, representando uma poupança diária de 14 quilómetros por carro em viagens e uma diminuição de 1.83 Kg de CO2 por carro/dia. A expectativa do município é que o número de crianças a utilizar este serviço possa chegar em breve aos 450 alunos, número inicialmente previsto para este primeiro ano de implementação.

“A mobilidade na zona consolidada da Cidade, em horas de ponta, está claramente implicada com o acesso às Escolas e com os horários das mesmas. Por esse motivo tem de existir um compromisso de todos onde a segurança da criança esteja em primeiro lugar e a prioridade seja dada ao transporte público e à circulação pedonal”, defendeu o vereador Miguel Bandeira.

Município uniformiza descontos para passe escolar

A par deste projecto vocacionado para a comunidade escolar, o Executivo Municipal irá apreciar, na próxima reunião autárquica, uma proposta de uniformização dos descontos nos passes escolares para todos os alunos do concelho. De acordo com a proposta, os alunos do ensino privado passarão a usufruir do mesmo desconto de 50 por cento que é actualmente conferido aos estudantes da rede pública de ensino. A medida será implementada já no mês de novembro.

“Temos vindo a introduzir novos benefícios para alargar o número de alunos elegíveis para os descontos no passe escolar, mas existe ainda uma diferença entre os alunos das escolas privadas, que beneficiam de um desconto de 25 por cento, e os estudantes do público que têm actualmente um desconto de 50 por cento”, explicou Ricardo Rio, considerando que, nesta matéria, deve existir equidade para toda a comunidade educativa.

Anúncio

Braga

Faz hoje um ano que o Bom Jesus de Braga foi classificado Património Mundial da UNESCO

Efeméride

em

Foto: DR / Arquivo

Neste dia, 7 de julho, no ano passado, o Santuário do Bom Jesus, em Braga, era classificado como Património Cultural Mundial da UNESCO.

A decisão foi tomada na 43.ª Sessão do Comité do Património, Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), que decorreu em Baku, no Azerbaijão.

Na mesma data, também o conjunto composto pelo Palácio, Basílica, Convento, Jardim do Cerco e Tapada de Mafra também receberam igual classificação.

Santuário do Bom Jesus classificado Património Mundial da UNESCO

A Confraria do Bom Jesus vai assinalar, esta terça-feira, a celebração do primeiro aniversário do Santuário do Bom Jesus como Património Mundial da UNESCO.

Assim, pelas 11:00 horas, dá-se a inauguração do Espaço Museológico do Coro Alto e Torre Sineira, com a presença do arcebispo D. Jorge Ortiga e do presidente da Câmara de Braga. Ricardo Rio.

Foto: O MINHO

Foto: O MINHO

Foto: O MINHO

Foto: DR

Foto: DR

Pelas 12:00 horas, será realizado o toque dos Sinos da Basílica do Bom Jesus. Pelas 18:00 horas, uma sessão de parabéns ao Bom Jesus pelo Coro Académico da Universidade do Minho, com transmissão online.

Santuário do Bom Jesus classificado Património Mundial da UNESCO

Para finalizar as cerimónias, a partir das 18:15 horas, inicia o webinar “Bom Jesus Património Mundial: onde estamos e para onde vamos?”, também com transmissão online.

Continuar a ler

Braga

Juventude Popular de Braga reeleita melhor Concelhia do país

Política

em

Foto: DR / Arquivo

A Juventude Popular de Braga foi distinguida, no último Conselho Nacional, em Ponte de Lima, como a Melhor Concelhia do país, tendo-lhe sido atribuído, pelo segundo ano consecutivo, o Prémio Adelino Amaro da Costa.

Em comunicado, a Juventude Popular de Braga considera que “este prémio é o reconhecimento interno que culmina de um ano de trabalho, espírito de equipa e responsabilidade”.

“A Juventude Popular de Braga agradece a todos os dirigentes, militantes e simpatizantes, que cada dia dão o melhor de si em prol da estrutura, do Partido, da cidade e do país”, refere o comunicado na sua página de Facebook, citando o fundador do CDS, que dá nome ao prémio, Adelino Amaro da Costa: “A Juventude não é instalada”.

Continuar a ler

Braga

Mulher deixa cães do ex-companheiro a passar fome e sede em Vila Verde

Acusada de maus-tratos a animais

em

Foto: Ilustrativa

Tinha cinco cães no quintal de casa, em Vila Verde, mas só tratava de um. Os outros quatro deixava-os sem comida e bebida, nem cuidava da sua saúde e higiene, porque eram do ex-companheiro, que estava no estrangeiro.

O Jornal de Notícias (JN) adianta na edição de hoje (acesso exclusivo para assinantes) que o Ministério Público de Vila Verde acusou a mulher, da freguesia de Cervães, de quatro crimes de maus-tratos a animais de companhia.

O caso foi espoletado em 03 de março de 2019, após denúncia da Associação de Defesa dos Animais e do Ambiente de Vila Verde, tendo uma patrulha da GNR ido ao local onde vivia a mulher, de 30 anos, natural do Luxemburgo.

A GNR deparou-se com cinco cães, quatro deles “subnutridos, maltratados, com sinais de abandono, sem água nem comida, e a carecer urgentemente de tratamento veterinário”.

A mulher alegou que só um dos cães lhe pertencia, sendo os outros quatro de um seu ex-companheiro, que se encontrava no estrangeiro, desde janeiro, tendo ela ficado de os alimentar.

Segundo a acusação, citada pelo JN, foi esta a “versão espontânea” que apresentou à GNR. Para o Ministério Público, a mulher ter-se-á comprometido com o ex-companheiro, de quem tem um filho, a tratar dos animais, mas acabava por só alimentar o dela.

O companheiro acabou ilibado, porque o MP considera, “com base no senso comum e nas práticas do dia-a-dia”, que a mulher teria ficado encarregue de tratar dos animais.

A acusação diz que a arguida se alheou dos quatro animais e que eram os vizinhos que os alimentavam.

Ainda de acordo com o JN, a GNR, depois de interrogar a arguida, transportou os animais ao veterinário, tendo este constatado que estavam em grave estado de subnutrição, desidratação e com doenças várias de pele. Um deles tinha uma lesão num dente, que vai ficar para o resto da vida, por ter ficado com um osso preso a um pré-molar, sem que a dona tivesse tido o cuidado de o retirar.

Continuar a ler

Populares