Schmidt assume ambição de atingir ‘final four’ da Taça da Liga sem priorizar provas

Foto: SL Benfica

O treinador do Benfica recusou hoje priorizar uma competição portuguesa de futebol em detrimento de outras, mas assumiu o desejo de qualificar-se para a ‘final four’ da Taça da Liga, objetivo que falhou na época passada.

Questionado em conferência de imprensa, no Seixal, sobre se uma das suas metas em Portugal é conquistar todos os títulos possíveis, o técnico admitiu que “é quase impossível” vencer “tudo”, mas garantiu que a equipa dá sempre o máximo “em todas as competições”.

“O meu objetivo é ganhar amanhã [quinta-feira]. E, depois, continuarmos a tentar fazer o nosso melhor em todas as competições. Não tenho preferências e sempre que entramos numa competição damos o nosso melhor para alcançar as finais ou ser a melhor equipa”, comentou o técnico, em antevisão do encontro com o AVS.

Para Schmidt, a situação “é muito clara” no segundo encontro da equipa no Grupo B da Taça da Liga, frente a um adversário que, apesar de jogar na II Liga, tem “muita qualidade, jogadores muito experientes e ainda pode qualificar-se” para as meias-finais da prova.

“Queremos chegar à ‘final four’ nesta competição. É uma nova competição, uma competição diferente. Já fizemos um jogo antes e a situação é muito clara. Temos a oportunidade, com um bom jogo e uma vitória, de nos qualificarmos para a ‘final four’, é a nossa tarefa e o nosso objetivo”, apontou o treinador ‘encarnado’.

E com a ‘janela’ de transferências de janeiro ‘à porta’, Schmidt reconheceu que o clube está “sempre a avaliar o mercado” e que poderão consumar-se entradas e saídas de jogadores durante esse mês, mas garantiu que o foco da equipa está apenas nos próximos compromissos.

“Neste momento, o foco está completamente no jogo de amanhã [quinta-feira] e, depois, com o Famalicão. Tudo o resto pode acontecer depois de 01 de janeiro”, admitiu.

O Benfica recebe o AVS na quinta-feira, em encontro da terceira jornada do Grupo B da Taça da Liga de futebol, com início previsto para as 20:15, no Estádio da Luz, em Lisboa, e arbitragem de Carlos Macedo, da Associação de Futebol de Braga.

A equipa orientada por Roger Schmidt garante o apuramento para a ‘final four’ se vencer ou empatar, enquanto o conjunto de Vila das Aves precisa de vencer por dois golos de diferença para seguir para a próxima fase da competição.

Os ‘encarnados’ lideram o grupo, com três pontos, os mesmos do Arouca, que já está afastado da próxima fase da competição, enquanto o AVS é último, ainda sem pontos.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Alta velocidade Porto-Vigo tem de estar pronta em 2040

Próximo Artigo

Vilaverdense falha controlo salarial de dezembro

Artigos Relacionados
x