Seguir o O MINHO

Futebol

SC Braga vence Estoril com ‘bis’ de Ricardo Horta

I Liga

em

O SC Braga venceu hoje o Estoril Praia, por 2-0, em jogo da 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e consolidou o quarto lugar no campeonato, aproximando-se do Benfica, que é terceiro.

Com o quarto lugar em disputa, os bracarenses marcaram duas vezes por Ricardo Horta, aos 34 e 39, depois de o mesmo jogador já ter desperdiçado um penálti, num encontro em que a equipa da casa terminou reduzida a 10 jogadores, devido a expulsão de Lucas Mineiro (65).

Com este triunfo, o segundo consecutivo no campeonato, o Braga está em quarto, com 25 pontos, a seis do Benfica, que é terceiro, enquanto o Estoril Praia, que não perdia na I Liga há seis jogos, é quinto, com 21.

O Braga aproveitou a derrota do Benfica, em casa, com o Sporting (3-1) para aproximar-se do terceiro lugar, estando agora a seis pontos dos ‘encarnados’, e aumentou para quatro pontos a diferença para o quinto classificado, o Estoril Praia.

Destaque para a titularidade de Lucas Mineiro em vez de Castro, que com uma lesão de última hora nem no banco se sentou, a única diferença relativamente à última equipa titular.

No Estoril Praia, o técnico mudou três peças em relação ao último ‘onze’ (2-2 caseiro com o Santa Clara), apostando em André Franco, Xavier e Rui Fonte.

O Braga entrou mais forte e, aos 11 minutos, ‘assistido’ por Francisco Geraldes, Ricardo Horta ficou na cara de Thiago Silva, mas com tudo para marcar, permitiu a defesa ao guardião brasileiro.

Os estorilistas tinham muitas dificuldades em criar perigo e seria a equipa da casa a desperdiçar a mais clara ocasião de golo: Ricardo Horta atirou denunciado um penálti (falta de Francisco Geraldes sobre Yan Couto) e Thiago Silva defendeu (24).

O Estoril Praia obrigou Matheus a defesa atenta na sequência de um canto – cabeceamento de Patrick Williams e recarga de Rui Fonte às malhas laterais (33) -, mas seria o Braga a marcar logo a seguir primeiro após grande jogada coletiva.

Iuri Medeiros ‘rendilhou’ pela direita e Vítor Oliveira, com um toque subtil, ‘desarmadilhou’ toda a defesa contrária e assistiu Ricardo Horta para o golo inaugural (34).

Cinco minutos depois, os mesmos intervenientes fabricaram o segundo golo: Vitor Oliveira insistiu pela esquerda, Iuri Medeiros com um toque de classe, amortecendo o centro tenso, serviu Ricardo Horta para o segundo ‘bis’ em jornadas consecutivas (82.º golo pelos minhotos).

A segunda parte começou praticamente com um falhanço incrível de Iuri Medeiros (47) e, pouco depois, André Horta ‘disparou’ de longe com perigo (56).

Contudo, com a tripla substituição feita por Bruno Pinheiro, lançando Romário Baró, Chiquinho e André Clóvis (62) e, pouco, depois, com a expulsão de Lucas Mineiro, o Estoril Praia foi tomando conta do jogo e podia ter marcado, mas Matheus assumiu papel de destaque ao tapar a baliza ‘arsenalista’ com uma mão cheia de boas defesas.

Carlos Carvalhal foi refrescando a equipa que, com muito espírito de entreajuda, segurou a vantagem, não sem sobressaltos, como quando Romário Baró cabeceou ao poste (86).

Ficha de Jogo

Estádio Municipal de Braga.

SC Braga – Estoril Praia, 2-0.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Ricardo Horta, 34 minutos.

2-0, Ricardo Horta, 39.

Equipas:

– SC Braga: Matheus, Paulo Oliveira, Raul Silva, Diogo Leite, Yan Couto (Fabiano, 76), André Horta (Chiquinho, 76), Lucas Mineiro, Moura, Iuri Medeiros (Gorby, 72), Ricardo Horta (Piazon, 85) e Vítor Oliveira (Mario González, 72).

(Suplentes: Tiago Sá, Fabiano, Bruno Rodrigues, Gorby, Chiquinho, Roger, Piazon, Abel Ruiz e Mario González).

Treinador: Carlos Carvalhal.

– Estoril Praia: Thiago Silva, Carles Soria (David, 74), Ferraresi, Patrick William, Joãozinho, Rosier, Francisco Geraldes (Romário Baró, 62), André Franco, Xavier (Chiquinho, 62), Arthur (Bruno Lourenço, 83) e Rui Fonte (André Clóvis, 62).

(Suplentes: Dani Figueira, Volnei, Rodrigo Valente, Bruno Lourenço, Gamboa, Romário Baró, David, Chiquinho e André Clóvis).

Treinador: Bruno Pinheiro.

Árbitro: Gustavo Correia (Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Vítor Oliveira (13), Raul Silva (15), Lucas Mineiro (21 e 65), Rui Fonte (49), Carles Soria (57), Romário Baró (71), Gorby (81) e Fabiano (90+6). Cartão vermelho por acumulação de cartões amarelos para Lucas Mineiro (65).

Assistência: 3.416 espetadores.

Populares