Seguir o O MINHO

Futebol

SC Braga recorda Vítor Oliveira, antigo jogador e treinador do clube

Óbito

em

Foto: SC Braga / Divulgação

O SC Braga lamentou a morte do treinador Vítor Oliveira, recordista de subidas de equipas à I Liga de futebol, ocorrida hoje, em Matosinhos, recordando o seu passado como futebolista e treinador dos bracarenses.

Vítor Oliveira foi jogador do Braga em 1981/82 e 1982/83 e também técnico do clube bracarense em 1998/99.

O SC Braga endereça “sentidas condolências à família e amigos de Vítor Oliveira”.

Sporting manifesta pesar e endereça condolências

Lisboa, 28 nov 2020 (Lusa) – O Sporting manifestou hoje pesar pela morte do antigo jogador e treinador de futebol Vítor Oliveira, recordista de subidas de equipas à I Liga e com cerca de 50 anos de carreira ligados à modalidade.

“O Sporting Clube de Portugal manifesta o seu pesar pela morte de Vítor Oliveira, ex-jogador e treinador de futebol, que faleceu este sábado aos 67 anos. Aos familiares e amigos, o clube endereça as mais sentidas condolências”, observou o clube lisboeta, em nota divulgada no sítio oficial na Internet.

Presidente do Benfica lembra o “caráter” do treinador

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, manifestou hoje pesar pela morte do treinador Vítor Oliveira, aos 67 anos, considerando que vai ficar na história do futebol português.

“Em nome do Sport Lisboa e Benfica e em meu nome pessoal, manifesto o mais profundo pesar e tristeza pelo trágico e inesperado falecimento de Vítor Oliveira. Ficará para sempre na nossa memória o excelente profissionalismo de um dos treinadores que mais se distinguiram nos últimos anos no futebol português”, refere a mensagem assinada por Luís Filipe Vieira.

O presidente dos ‘encarnados’ destacou o “caráter” de Vitor Oliveira, endereçando condolências à família e amigos do treinador: “Vítor Oliveira ficará para sempre na história do futebol português”, reforçou.

Presidente da Câmara de Matosinhos lembra o “filho da terra”

A presidente da Câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro, lembrou o treinador de futebol Vítor Oliveira como “um dos filhos da terra”, que lhe atribuiu a medalha de valor desportivo da cidade.

Endereçando as condolências a família e “toda a comunidade que acompanhou o percurso” do ex-jogador e técnico, Luísa Salgueiro lembrou a infância “passada a jogar futebol na praia” que o levou ao Leixões, clube daquela cidade do distrito do Porto.

A promoção dos leixonenses, em 2007, é um dos feitos elencados pela autarca, que lhe elogia “a paixão e talento”, bem como as 11 subidas de divisão com equipas da II Liga, em 18 participações.

“Por este percurso profissional impressionante, a Câmara de Matosinhos, no âmbito do primeiro Congresso do Senhor de Matosinhos, decidiu atribuir-lhe a medalha de valor desportivo, no ano passado”, lembrou, numa publicação na rede social Facebook.

Presidente da FPF destaca “imagem de um enorme vencedor”

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, lamentou a morte do antigo jogador e treinador Vítor Oliveira, de quem será guardada “a imagem de um enorme vencedor”.

Através de uma mensagem publicada no sítio oficial na Internet, a FPF assinala o “desaparecimento de uma personalidade tão carismática” do futebol português.

“Numa carreira longa e cheia de vitórias, foi sempre, pelo seu enorme caráter, cultura desportiva e exigência, uma referência de topo do futebol português. Sublinho apenas que Vítor Oliveira fará muita falta ao futebol nacional que, por sua vez, dele guardará sempre a imagem de um enorme vencedor”, disse Fernando Gomes.

O treinador, com uma longa carreira no futebol português, morreu hoje, aos 67 anos, depois de se sentir indisposto enquanto caminhava na zona de Matosinhos, confirmou à agência Lusa fonte próxima da família.

O ex-jogador e treinador, que estava sem clube desde que orientou o regresso do Gil Vicente à I Liga na época passada, foi assistido no local e transportado para o Hospital Pedro Hispano, mas acabou por não resistir.

Entre 1978 e 2020, Vítor Oliveira comandou Famalicão, Portimonense, Maia, Paços de Ferreira, Gil Vicente, Vitória de Guimarães, Académica, União de Leiria, Sporting de Braga, Belenenses, Rio Ave, Moreirense, Leixões, Trofense, Desportivo das Aves, Arouca, União da Madeira, Desportivo de Chaves e Paços de Ferreira.

Natural de Matosinhos, Vítor Oliveira representou Leixões, Paredes, Famalicão, Sporting de Espinho, Sporting de Braga e Portimonense como futebolista, tendo ficado conhecido como o ‘rei das subidas’, já como treinador, ao festejar 11 promoções em 18 presenças na II Liga.

Populares