Seguir o O MINHO

Futebol

SC Braga ganha vantagem na Taça após reviravolta contra o Benfica

Golo olímpico valeu vitória fora, na primeira mão das meias-finais, onde o SC Braga impôs a primeira derrota da história da equipa feminina do Benfica

em

Foto: Facebook de Festa do Futebol Feminino

O SC Braga venceu hoje o Benfica por 2-1, em jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal feminina de futebol, em que o Benfica teve mais ocasiões, mas as ‘arsenalistas’ foram mais eficazes.


Darlene inaugurou o marcador para o Benfica (25), num remate de fora da área, mas o SC Braga conseguiu a ‘cambalhota’ no marcador com golos de Jana (38) e Ágata Filipa (68).

Com este resultado, o SC Braga, líder do campeonato nacional, coloca-se em vantagem na eliminatória, ao vencer na casa do Benfica, e impôs às ‘águias’ a primeira derrota da sua história, em época de estreia.

Os primeiros minutos da partida foram inteiramente dominados pelo Benfica, que no primeiro quarto de hora teve oportunidade de inaugurar o marcador em três ocasiões, com Darlene, Evy Pereira e Sílvia Rebelo a revelarem falta de eficácia no momento decisivo.

Totalmente remetido ao seu meio-campo na primeira metade da primeira parte, o SC Braga espreitou o ataque pela primeira vez aos 23 minutos, com Francisca a rematar para fora uma bola mal aliviada pela defesa do Benfica.

Aos 25, Darlene inaugurou o marcador para as ‘águias’. A brasileira aproveitou uma bola que sobrou para a entrada da área após um canto e, de primeira, rematou para o fundo da baliza de Rute Costa.

Numa das poucas vezes em que se aproximou da baliza ‘encarnada’, aos 38 minutos, o SC Braga chegou ao empate. Na sequência de um canto, Dani Neuhaus falhou a interceção e Jana, defesa das minhotas, encostou de cabeça para o 1-1.

Já em tempo de compensação, Darlene esteve perto de recolocar o Benfica em vantagem, mas a guarda-redes Rute Costa não se deixou enganar, depois de mais um bom trabalho individual da brasileira.

O intervalo fez bem às jogadoras do SC Braga, que entraram na segunda parte mais pressionantes sobre a bola e a tirar ao Benfica o espaço que teve para construir no primeiro tempo. Ainda assim, a primeira ocasião da segunda metade voltou a pertencer às ‘águias’, aos 57, com Geyse a rematar contra Jana, depois de assistência de Darlene.

O momento do jogo estava guardado para o minuto 68, com Ágata Filipa a fazer a reviravolta no marcador na marcação de um canto direto. A bracarense surpreendeu toda a gente, colocou a bola no segundo poste e fez o 2-1 para o Sporting de Braga, com um golo olímpico.

Aos 79, Laura Luís, acabada de entrar, podia ter acabado com o jogo. Dani Neuhaus, com um passe desastrado, colocou a bola nos pés da jogadora bracarense, mas a avançada deslumbrou-se e rematou fraco e à figura da guardiã brasileira.

Até final, o Benfica instalou-se no meio-campo do Braga, esteve perto do empate por Maiara, num cabeceamento que passou a rasar o poste, mas as ‘arsenalistas’ aguentaram a pressão ‘encarnada’ e seguraram a vitória em casa do rival.

“Esta vitória vai inteiramente para os adeptos do Braga que se deslocaram até cá”

Com este triunfo por 2-1, o SC Braga está em vantagem na eliminatória, que se vai decidir em 20 de abril, no jogo da segunda mão, em Braga.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio da Tapadinha, em Lisboa.

Benfica – Sporting de Braga, 1-2.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadoras:

1-0, Darlene, 25 minutos.

1-1, Jana, 38.

1-2, Ágata Filipa, 68.

Equipas:

– Benfica: Dani Neuhaus, Daiane, Silvia Rebelo, Darlene, Patrícia Llanos (Andreia Faria, 71), Geyse, Ana Vitória, Tayla, Pauleta (Maiara, 81), Evy Pereira (Rilany, 71) e Yasmin.

(Suplentes: Carolina Vilão, Raquel Infante, Andreia Faria, Rilany, Diva Meira, Carlota Cristo e Maiara).

Treinador: João Marques.

– SC Braga: Rute Costa, Jana, Vanessa, Uchendu, Francisca (Regina, 86), Keane, Ágata Filipa, Diana Gomes, Staub (Babi, 66), Murnan e Machia (Laura Luís, 78).

(Suplentes: Bertsch, Bai, Laura Luís, Daniuska, Regina, Inês Maia e Sara Brasil).

Treinador: Miguel Santos.

Árbitro: Sophia Rosa (AF Setúbal).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Diana Gomes (43), Rilany (90+2) e Regina (90+3).

Assistência: cerca de 2.500 espetadores.

 

Notícia atualizada às 18h21 com mais conteúdo.

Anúncio

Futebol

Vitória contrata jovem médio do Chelsea até 2024

Mercado de transferências

em

Foto: DR

O médio inglês Jacob Maddox, de 21 anos, reforçou o Vitória SC, da I Liga portuguesa de futebol, tendo assinado um contrato válido por quatro temporadas, anunciou hoje o clube minhoto, no sítio oficial.

Segundo a nota publicada, os vimaranenses adquiriram 60% dos direitos económicos do jogador que estava vinculado ao Chelsea, emblema ao serviço do qual cumpriu quase toda a formação, entre as épocas 2012/13 e 2017/18, tendo contribuído para as conquistas de uma UEFA Youth League e de um campeonato inglês sub-18.

O médio ofensivo esteve emprestado nas duas últimas épocas, tendo marcado quatro golos em 44 jogos pelo Cheltenham Town, do quarto escalão inglês, em 2018/19.

Na temporada anterior, Jacob Maddox representou o Tranmere Rovers, do terceiro escalão, e o primodivisionário Southampton, onde jogou pela equipa sub-23.

O futebolista cumpriu ainda dois jogos pela seleção sub-19 inglesa que venceu o europeu de 2017, na Geórgia, após vencer a final com Portugal (2-1), na qual também alinhavam outros dois vitorianos: o central Suliman e o extremo Marcus Edwards.

Jacob Maddox vai incluir o plantel treinado por Tiago Mendes, que se apresenta ao trabalho na segunda-feira, refere ainda a nota publicada pelos vimaranenses.

Continuar a ler

Futebol

Famalicão contrata extremo brasileiro ao Grêmio

Jhonata Robert

em

Foto: DR

O Famalicão, da I Liga portuguesa futebol, anunciou hoje a contratação do brasileiro Jhonata Robert para a temporada de 2020/2021.

O extremo brasileiro, de 20 anos, prepara-se para se estrear no futebol europeu, depois de se ter destacado no Grêmio.

Após ter iniciado o percurso futebolístico numa escolinha de futebol em Pernambuco e no Barra Futebol Clube, o jovem mudou-se para Porto Alegre, onde viria a ganhar notoriedade e a ter a oportunidade de jogar no Brasileirão com apenas 20 anos com a camisola do Grêmio.

Este ano, Jhonata Robert esteve cedido ao Cruzeiro.

“Ter a oportunidade de jogar na Europa era um desejo e poder fazê-lo no FC Famalicão é, claramente, uma escolha acertada. É um clube que permite aos jovens explanar as suas qualidades, pois adota um estilo de jogo bastante positivo”, referiu o reforço.

Continuar a ler

Futebol

235 jogos depois: Douglas pendura as luvas

I Liga

em

Foto: DR

Douglas, guarda-redes do Vitória SC, vai acabar a carreira de jogador e passa a integrar a estrutura do clube, adianta o Grupo Santiago.

O guardião de 37 anos, com 235 jogos pelo emblema de Guimarães, terá aceitado o convite de Miguel Pinto Lisboa e Carlos Freitas para desempenhar novas funções como coordenador da formação de guarda-redes.

A opção de Douglas e da SAD do Vitória será oficializada até ao final da semana, antes do arranque dos trabalhos de pré-temporada, que acontece na próxima segunda-feira.

Douglas é o segundo guarda-redes com mais jogos com a camisola do Vitória, só atrás de António Jesus, que esteve em 240 partidas pelo Vitória.

Natural de Ribeirão Preto, no Brasil, Douglas está em Portugal desde 2010, tendo representado sempre o Vitória SC
Recorde-se que o Vitória SC já anunciou a contratação de dois guarda-redes: Matous Trmal, internacional sub-21 pela República Checa contratado ao FC Slovacko, e Nicolas Tié, internacional sub-23 pela Costa do Marfim que representava o Chelsea.

Continuar a ler

Populares