Seguir o O MINHO

Futebol

SC Braga ganha ‘de virada’, chega aos 14 pontos e vence grupo na Liga Europa

Quatro vitórias e dois empates no grupo K

em

Foto: SC Braga / Twitter

O SC Braga foi esta quinta-feira à Eslováquia vencer categoricamente o Slovan Bratislava por 4-2 e terminou o grupo K da Liga Europa de futebol em primeiro lugar, com quatro triunfos e apenas dois empates.

Sob muito frio, e até neve, em Bratislava, a equipa orientada por Ricardo Sá Pinto esteve por duas vezes em desvantagem, golos de Sporar (42 minutos) e Mohammed Rharsalla (70), mas foi sempre muito rápida a reagir, por Rui Fonte (44) e Trincão (72).

Um autogolo de Bozhikov (75) colocou os minhotos na frente pela primeira vez no jogo, antes do tento final de Paulinho, já no período de descontos (90+3).

O Braga, que vinha de uma derrota amarga no campeonato (1-0 com o Desportivo das Aves), conclui uma campanha quase perfeita, tendo somado 14 pontos em 18 possíveis (quatro vitórias e apenas dois empates, além dos quatro triunfos das fases de qualificação), batendo recordes internos (mais pontos e mais golos numa fase de grupos) e elevando para 13 os jogos ‘europeus’ consecutivos sem perder.

Depois de um primeiro período ‘morno’, os arsenalistas fizeram uma excelente segunda parte e podiam ter feito mesmo mais golos, umas vezes por falta de pontaria e outras por boas defesas do guardião contrário.

Tal como tinha anunciado na véspera, Sá Pinto fez muitas alterações no onze – seis -, com destaque para a estreia esta época de Tiago Sá na baliza e para a titularidade dos pouco utilizados Caju e Agbo, assim como do jovem Trincão, que fez um grande jogo.

O Slovan Bratislava, que só tinha cinco jogadores no banco de suplentes e dois deles eram guarda-redes, marcou primeiro, com Sporar a aproveitar da melhor maneira um erro de Pablo, após um lançamento longo que apanhou a defesa bracarense mal posicionada (42).

A desvantagem só durou dois minutos, porque Rui Fonte, com um belo cabeceamento, após canto cobrado por Trincão, fez o empate.

Na segunda parte, quase só deu Braga e Ricardo Horta, com um falhanço incrível (65), deu o mote para o que aí vinha, apesar de ter sido o Slovan, em clara contracorrente, a fazer o segundo, por Rharsalla, que rematou em arco, após tabelar com Sporar (70).

Mas, tal como na primeira parte, o Braga foi lesto na resposta e Trincão foi enganando adversários na área até rematar e fazer o seu primeiro golo pelos minhotos (72).

Logo a seguir, João Novais arrancou pelo meio da defesa eslovaca e tentou servir Ricardo Horta, mas foi Bozhikov a introduzir a bola na própria baliza (75). Os mesmos jogadores podiam ter marcado, mas viram Greif impedi-lo com grandes defesas (83 e 85).

O guardião, contudo, nada podia fazer diante do cabeceamento de Paulinho, após centro de trivela açucarado de Fransérgio, já nos descontos, após um rápido contra-ataque diante de um adversário já derrotado.

Aí vão 13. SC Braga reforça recorde luso de jogos consecutivos sem perder na Europa

Na classificação do agrupamento, os arsenalistas, que já estavam apurados, acabaram como 14 pontos, contra 13 do Wolverhampton, que ganhou por 4-0 na receção ao Besiktas. Os eslovacos somaram quatro pontos e os turcos três.

Ficha de Jogo

Estádio Narodny, em Bratislava.

Slovan Bratislava – SC Braga, 2-4.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

1-0, Sporar, 42 minutos.

1-1, Rui Fonte, 44.

2-1, Mohammed Rharsalla, 70.

2-2, Trincão, 72.

2-3, Vasil Bozhikov, 75 (própria baliza).

2-4, Paulinho, 90+3.

Equipas:

– Slovan Bratislava: Dominik Greif, Jurij Medvedev, Myenty Abena, Vasil Bozhikov, Vernon De Marco, Marin Ljubicic, Nono (Kenen Bajric, 76), Erik Daniel, Mohammed Rharsalla, Dejan Drazic (Rafael Ratão, 78) e Andraz Sporar.

(Suplentes: Michal Sulla, Martin Trnovsky, Rafael Ratão, Artem Sukhotskiy e Kenen Bajric)

Treinador: Jan Kozak.

– SC Braga: Tiago Sá, Esgaio, Bruno Viana, Pablo, Caju (Diogo Viana, 59), Uche Agbo, João Novais, Fransérgio, Ricardo Horta, Trincão (Galeno, 82) e Rui Fonte (Paulinho, 82).

(Suplentes: Eduardo, Diogo Viana, Murilo, Palhinha, André Horta, Paulinho e Galeno).

Treinador: Ricardo Sá Pinto.

Árbitro: Pawel Gil (Polónia).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Jurij Medvedev (82).

Anúncio

Futebol

Vitória vence Santa Clara ao cair do pano

I Liga

em

Imagem via VSports

Um golo de João Pedro em período descontos garantiu hoje o triunfo do Vitória SC na receção ao Santa Clara (1-0), em jogo da 17.ª jornada I Liga portuguesa de futebol.

O avançado João Pedro, que tinha entrado na partida no decorrer da segunda parte, marcou aos 90+1 o único golo da partida, que permitiu ao Vitória manter a distância de dois pontos para o Sporting de Braga, que venceu na sexta-feira na deslocação ao FC Porto.

Com o triunfo de hoje, os vimaranenses estão em sexto lugar no campeonato, com 25 pontos, enquanto o Santa Clara mantém os 17 pontos, no 14.º lugar.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Vitória SC – Santa Clara, 1-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

1-0, João Pedro, 90+1 minutos.

Equipas:

– Vitória SC: Douglas, Victor Garcia, Tapsoba, Pedro Henrique, Florent, Pepê, André André (João Pedro, 73), Lucas Evangelista, Marcus Edwards (Rafa Soares, 90+4), Rochinha (Davidson, 73) e Léo Bonatini.

(Suplentes: Miguel Silva, Frederico Venâncio, Rafa Soares, Dénis Poha, João Carlos Teixeira, Davidson e João Pedro).

Treinador: Ivo Vieira.

– Santa Clara: Marco, Patrick, João Afonso, Fábio Cardoso, Mamadu Candé, Osama Rashid, Anderson Carvalho, Costinha (Nené, 90), Lincoln (César, 76), Carlos Júnior e Guilherme Schettine (Thiago Santana, 71).

(Suplentes: André Ferreira, César, Zaidu, Nené, Ukra, Zé Manuel e Thiago Santana).

Treinador: João Henriques.

Árbitro: Manuel Oliveira (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tapsoba (28), Fábio Cardoso (30), Marco (65), Anderson Carvalho (66), Mamadu Candé (81), Victor Garcia (83), Osama Rashid (84) e Miguel Silva (90+2, no banco). Cartão amarelo para o treinador do Vitória de Guimarães, Ivo Vieira (80).

Assistência: 12.815 espetadores.

(em atualização)

Continuar a ler

Futebol

Governo “disponível” para reunir com Liga de futebol na próxima semana

Pirotecnia no desporto

em

Foto: Divulgação

O Governo, “através das áreas governativas da Administração Interna e do Desporto”, está “disponível” para reunir com a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) na próxima semana, disse hoje à Lusa fonte ministerial.

Fonte do Ministério da Administração Interna (MAI) explicou à Lusa que há disponibilidade para receber a LPFP “na próxima semana”, na sequência dos vários atos de pirotecnia verificados no Sporting-Benfica de sexta-feira, que os ‘encarnados’ venceram POR 2-0, após vários objetos como potes de fumo e tochas terem sido lançados para o relvado.

A mesma fonte adiantou ainda que tanto a data precisa como as horas da reunião terão ainda de ser acertadas entre ambas as partes, conjugando agendas de MAI, do Desporto e da Liga.

Já depois da vitória por 2-0 do líder da I Liga portuguesa de futebol, na 17.ª jornada, o presidente da LPFP, Pedro Proença, pediu uma reunião de urgência ao ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, além de ter “lamentado profundamente” o sucedido, em comunicado.

“Face aos últimos acontecimentos relacionados com os artefactos de pirotecnia que têm deflagrado nos estádios, com efetivo impacto no decorrer do jogo, e colocando, em muitas situações, em causa a integridade física e a segurança de adeptos de todas as idades, o futebol não vai ficar refém de um conjunto de pessoas que, sem rosto, mancham o nome dos clubes e dos seus fiéis e reais adeptos”, acrescentou a Liga.

Depois de mais este episódio, a Liga “exige que as revistas feitas aos adeptos na entrada para os estádios sejam mais rigorosas e eficazes, de forma a acabar, definitivamente, com a entrada de objetos perigosos e proibidos nos recintos desportivos”.

“Neste desiderato, o presidente da Liga, Pedro Proença, enviou, já no decorrer da presente semana, uma comunicação ao ministro da Administração Interna [Eduardo Cabrita], solicitando, com caráter de urgência, uma reunião para analisar a situação e encontrar medidas eficazes para combater este flagelo”, finaliza o comunicado da LPFP.

Continuar a ler

Futebol

Organização “confiante” em ‘final four’ da Taça da Liga sem incidentes em Braga

“Uma festa onde se possa estar em família”

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

O presidente da Liga de clubes garantiu hoje que a manifestação de polícias prevista para a ‘final four’ da Taça da Liga de futebol, a realizar-se em Braga na próxima semana, não põe em causa a segurança.

“Não, de todo. [essa manifestação de polícias] Só é bem demonstrativa de que a ‘final four’ já é, hoje, uma referência que até é utilizada para esses eventos e esses reconhecimentos”, respondeu Pedro Proença, quando questionado se o esquema de segurança poderia estar em causa.

O líder da Liga frisou que “esta competição está a ser preparada há mais de 300 dias pela Liga Portugal e, também, pelos responsáveis da Polícia de Segurança Pública”.

“Por isso, estamos muito confiantes que seja uma ‘final four’ sem qualquer tipo de incidentes”, reforçou, à margem da inauguração da ‘fan zone’, no centro da cidade minhota.

Pedro Proença não quis comentar o pedido de uma reunião de urgência ao ministro da Administração Interna, na sequência dos incidentes no encontro entre Sporting e Benfica, sexta-feira, da 17.ª jornada da I Liga, que os ‘encarnados’ venceram por 2-0, preferindo destacar que a ‘final four’ da Taça da Liga “é uma competição de festa e de inclusão, de apelo às famílias”.

“É disto que queremos fazer o futebol, uma festa onde as pessoas possam estar e festejar”, disse.

O líder da Liga de clubes deixou ainda uma palavra de agradecimento a Braga, que acolhe pelo terceiro ano consecutivo, e último, a fase final da competição.

Continuar a ler

Populares