Seguir o O MINHO

SC Braga

SC Braga falha final da Taça de Portugal de futebol feminino

Equipa perdeu em casa

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães/O MINHO

O Benfica apurou-se hoje para a final da Taça de Portugal de futebol feminino, ao vencer no estádio do SC Braga, por 4-2, na segunda mão das meias-finais, depois de ter perdido em casa no primeiro jogo.

As minhotas, líderes da I Liga, venceram em Lisboa, na primeira mão, por 2-1, mas não resistiram ao ‘vendaval’ benfiquista do início do jogo: nos nove primeiros minutos, a equipa lisboeta marcou três golos e praticamente sentenciou a eliminatória.

“Agora é levantar a cabeça e agarrar o campeonato”

O Benfica, que milita na segunda divisão, por ter esta época iniciado o projeto de futebol feminino, inaugurou o marcador logo aos três minutos, com Geyse a dar a melhor sequência a um excelente passe de Darlene.

Foto: Paulo Jorge Magalhães/O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães/O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães/O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães/O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães/O MINHO

Dois minutos depois, foi Darlene, com um bom ‘chapéu’ sobre Rute Costa, após passe de Ana Vitória, a fazer o segundo e, aos nove, Yasmim fez o terceiro, de livre direto.

O técnico das bracarenses, Miguel Santos, mexeu na equipa bem cedo, trocando Regina por Laura Luís, mas sem resultados.

A demonstrar grande frescura física, o Benfica não permitiu que a equipa da casa se aproximasse sequer da sua área e esteve mais perto do quarto golo, como aconteceu com Geyse, aos 21 minutos, do que as ‘arsenalistas’ de reduzirem.

Daniuska surgiu no lugar de Staub após o intervalo nas bracarenses e, aos 57 minutos, ficou uma grande penalidade por assinalar contra o Benfica, por mão de Rilany Silva na área.

O Braga pressionou muito mais, mas foi o Benfica que dilatou o marcador, por Evy Pereira, isolada na ‘cara’ de Rute Costa, após grande passe de Darlene, os 62 minutos.

Quando se pensava que o jogo e a eliminatória estariam resolvidos, três minutos depois, um erro crasso da guarda-redes ‘encarnada’ permitiu a Laura Luís reduzir, aos 65 minutos, e, logo a seguir, aos 66, Vanessa, de cabeça, deu esperança ao SC Braga.

As minhotas lançaram-se em busca de mais golos, perante um Benfica em evidente quebra física, mas mais com o coração do que com a cabeça, e o resultado manteve-se.

O Benfica, pela primeira vez no jogo decisivo da Taça de Portugal, vai defrontar o vencedor do Valadares Gaia-Clube de Albergaria, que disputam a outra meia-final.

Anúncio

Futebol

Rui Fonte assinou até 2022: “Estou contente, não só eu, mas a minha família também”

Avançado regressa a Braga

em

Foto: Facebook de SC Braga

O SC Braga, da I Liga de futebol, oficializou hoje a contratação do avançado Rui Fonte, um regresso ao clube, por três temporadas.

Rui Fonte, de 29 anos, chega dos ingleses do Fulham, que, na época passada, emprestaram o jogador ao Lille, vice-campeão de França.

O avançado jogou duas épocas no SC Braga (2015/16 e 2016/17) e no início de 2017/18, tendo saído para o clube londrino ainda em agosto de 2017.

“É sempre especial, o regresso seria sempre um desejo, proporcionou-se antes do que imaginava e estou contente, não só eu, mas a minha família também, porque voltamos a um sítio onde nos sentimos muito bem”, afirmou o jogador ao sítio do clube.

O avançado prometeu dar o “máximo sempre em cada jogo a tentar representar da melhor maneira o clube” e tentar fazer “o máximo de golos possível” e assistências.

Continuar a ler

Futebol

“Vimos os últimos jogos e, com o Sporting, o Braga mostrou um futebol muito bom”

Primeira mão do playoff da Liga Europa: SC Braga-Spartak de Moscovo

em

Spartak a caminho de Braga. O alemão Schurrle é um dos jogadores mais conhecidos dos russos. Foto: Facebook

O treinador do Spartak de Moscovo disse hoje que “o que importa é o resultado”, na antevisão ao jogo com o SC Braga, na quinta-feira, da primeira mão do ‘play-off’ de acesso à Liga Europa de futebol.

“Queremos fazer um jogo muito sério com um adversário com muita experiência nas competições europeias e, por isso, estamos a preparar-nos da forma mais séria possível”, afirmou Oleg Kononov, na conferência de imprensa para o jogo de quinta-feira.

Oleg Kononov disse ter “um grupo muito bom mentalmente” e “focado em jogar futebol”, tendo relativizado as questões táticas: “o que importa é o resultado, pensamos sempre em ganhar.”

O Spartak de Moscovo vem de uma vitória caseira no campeonato sobre o rival CSKA de Moscovo (2-1), na segunda-feira, e o técnico lembrou ter menos um dia para recuperar do que o SC Braga, garantindo, ainda assim, “estar tudo a postos”.

Dada a importância dos golos fora nas competições europeias, o treinador foi questionado sobre se se pode esperar uma equipa russa a querer marcar em Braga, mas Oleg Kononov disse que o Spartak quer primeiro não sofrer, mas também marcar se possível.

O treinador considerou o Braga uma equipa “bem equilibrada, com jogadores experientes, mas também com jovens, que joga bom futebol, com boas transições ofensivas”.

“Vimos os últimos jogos e, com o Sporting, o Braga mostrou um futebol muito bom”, afirmou.

O médio Roman Zobnin desvalorizou o facto de a equipa ter jogado na segunda-feira e ter menos um dia de descanso.

“Temos trabalhado muito intensamente nas últimas semanas e não vai ser fácil amanhã [quinta-feira], principalmente depois do jogo com o CSKA, mas é possível encontrar forças dentro de cada um para fazer um bom jogo. Estamos acostumados a trabalhar neste ritmo físico e a estatística comprova isso”, disse.

O médio holandês Gus Til e o avançado sueco Jordan Larsson são baixas no Spartak de Moscovo, porque já jogaram esta época por outros clubes nas provas europeias.

SC Braga e Spartak de Moscovo defrontam-se a partir das 19:45 de quinta-feira, na primeira mão do ‘play-off’ da Liga Europa, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado pelo espanhol Xavier Estrada Fernandez.

Continuar a ler

Futebol

Seleção nacional feminino: Convocadas 5 jogadoras do Braga para os dois jogos com os Estados Unidos

A 29 de agosto e 3 de setembro

em

Foto: SC Braga

O selecionador nacional de futebol feminino, Francisco Neto, convocou 23 jogadoras para os dois jogos particulares com os Estados Unidos, em 29 de agosto e 03 de setembro, nos quais se prevê um recorde de assistência. Cinco delas são do Sporting Clube (SC) de Braga.

O primeiro jogo entre as atuais campeãs do mundo e a seleção lusa disputar-se-á no estádio Lincoln Financial, em Filadélfia, a partir das 00:00 de Portugal continental (19:00 locais), enquanto o segundo será jogado no estádio Allianz, em Saint Paul, no estado de Minnesota, no norte do país, a partir da 01:00 lusa (20:00 locais).

A maior assistência em jogos da seleção norte-americana foi alcançado no estádio Heinz Field, em Pittsburg, na Califórnia, na goleada por 8-0 à seleção da Costa Rica, em que estiveram presentes 44.028 adeptos, mas a procura de bilhetes para os jogos com Portugal tem sido tão grande que se prevê que seja batido um recorde e ultrapassada a barreira dos 50 mil espetadores.

Lista das 23 convocadas:

Mónica Mendes (AC Milan, Ita).

Ana Leite (Borussia Bocholt, Ale).

Andreia Norton (Inter Milão, Ita).

Matilde Fisdalgo (Manchester City, Ing).

Jéssica Silva (Olympique Lyon, Fra).

Diana Gomes, Dolores Silva, Inês Maia, Rute Costa e Vanessa Marques (Sporting de Braga).

Raquel Infante e Sílvia Rebelo (Benfica).

Ana Borges, Carole Costa, Carolina Mendes, Diana Silva, Fátima Pinto, Inês Pereira, Joana Marchão, Patrícia Morais e Tatiana Pinto (Sporting).

Mélissa Gomes (Stade de Reims, Fra).

Cláudia Neto (Wolfsburgo, Ale).

Continuar a ler

Populares