Seguir o O MINHO

Futebol

SC Braga entra na fase de grupos da Liga Europa a perder na Sérvia

Liga Europa

em

Foto: Twitter / SC Braga

Um SC Braga desgarrado, sobretudo na segunda parte, e com pouco poder ofensivo perdeu, hoje diante do Estrela de Vermelha por 2-1, em Belgrado, na primeira jornada do Grupo F da Liga Europa de futebol.

Depois de uma primeira parte em que estiveram sempre mais perto de marcar, no segundo tempo os bracarenses caíram de produção e Rodic inaugurou o marcador aos 75 minutos. Galeno empatou logo a seguir (76), mas Katai, de penálti, fez o resultado final (85).

Os minhotos somam o terceiro jogo consecutivo sem ganhar, depois dos ‘nulos’ na I Liga com o Vitória de Guimarães e Paços de Ferreira que motivaram reparos críticos do presidente, António Salvador, à partida para a Sérvia, exigindo “muito mais e melhor”.

A equipa atravessa uma fase de menor confiança e tem muitas dificuldades em concretizar as oportunidades que cria.

A ambição publicamente assumida do Sporting de Braga é ficar em primeiro lugar do grupo, para ter passagem direta aos oitavos de final, mas, após a primeira ronda, está em último, depois de perder em Belgrado e do 1-1 entre Midtjylland e Ludogorets.

Após o empate com os pacenses, Carlos Carvalhal fez cinco alterações, promovendo a titularidade de Fabiano, Lucas Mineiro, Piazon, Galeno e Abel Ruiz.

Logo no primeiro minuto, uma saída extemporânea de Matheus por pouco não teve piores consequências, mas a primeira clara situação para marcar foi para os bracarenses, com Ricardo Horta a atirar por cima depois de uma ‘assistência’ do adversário Dragovic (22).

O jogo caiu de intensidade e ficou muito ‘mastigado’ a meio-campo, mas nos últimos minutos da primeira parte, o Sporting de Braga pôs o ‘pé no acelerador’ e por três vezes ficou perto do golo, a primeira das quais num ‘tiro’ de Ricardo Horta de fora da área que saiu muito perto da baliza sérvia, aos 44.

No minuto seguinte, isolado por um espetacular toque de calcanhar de Ricardo Horta, Piazon demorou a decidir e o defesa sérvio cortou para canto, após o qual Galeno, ao segundo poste, depois de um primeiro desvio de Lucas Mineiro, rematou já com pouco ângulo, mas ainda ao poste (45+1).

Quando se esperava que o Sporting de Braga desse continuidade à boa parte final da primeira parte, a turma de Carlos Carvalhal não o fez, permitindo que o Estrela Vermelha fosse tomando conta da partida e chegando com cada vez mais perigo junto da sua baliza, como aos 62 minutos, por Ivanic, após boa jogada individual.

Lucas Mineiro ainda teve um ‘disparo’ com selo de golo, mas que foi à barra depois de embater pelo caminho na cabeça de Ricardo Horta (64 minutos) e, pouco depois, Carlos Carvalhal começou a refrescar a equipa, trocando primeiro Abel Ruiz por Mario González, mas sem sucesso.

Seria o Estrela Vermelha a primeira equipa a marcar, logo depois de uma clara ameaça de Diony que Matheus resolveu com uma rápida saída dos postes: após o canto, Rodic antecipou-se a Al Musrati e cabeceou fulgurante para o golo inaugural, aos 74 minutos.

O Sporting de Braga, contudo, esteve em desvantagem pouco mais de um minuto porque, aos 75, aproveitando um passe disparatado de Sanogo, Galeno rematou em arco, de fora da área, e restabeleceu a igualdade.

Só que, aos 83 minutos, Tormena, com uma má abordagem, derrubou Ivanic na grande área e, na conversão da grande penalidade, aos 85, Katai fez o segundo para os sérvios e sentenciou a partida.

Yan Couto e Sequeira entraram na parte final, já depois de André Horta e Fábio Martins, mas seria o inevitável Ricardo Horta, após bom passe de Sequeira, que, com um desvio subtil, quase fez o empate, negado por uma grande defesa do guardião sérvio (89 minutos).

Ficha de Jogo

Estádio Rajko Mitic, em Belgrado.

Estrela Vermelha – SC Braga, 2-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0, Milan Rodic, 75.

1-1, Galeno, 76.

2-1, Aleksandar Katai, 85 (grande penalidade).

Equipas:

– Estrela Vermelha: Milan Borjan, Marko Gobeljic, Milos Degenek, Aleksandar Dragovic, Milan Rodic, Sékou Sanogo (Radovan Pankov, 87), Guélor Canga, Mirko Ivanic, Ben Nabouhane (Lois Diony, 39), Aleksandar Katai (Slavoljub Srenic, 87) e Richairo Zivkovic (Nenad Krsticic, 65).

(Suplentes: Zoran Popovic, Milan Gajic, Radovan Pankov, Nenad Krsticic, Filippo Falco, Njegos Petrovic, Petar Stanic, Veljko Nikolic, Strahinja Erakovic, Lois Diony, Slavoljub Srnic)

Treinador: Dejan Stankovic.

– Sporting de Braga: Matheus, Tormena, Paulo Oliveira (Sequeira, 86), Diogo Leite, Fabiano (Yan Couto, 86), Al Musrati, Lucas Mineiro (André Horta, 78), Galeno, Piazón (Fábio Martins, 78), Ricardo Horta e Abel Ruiz (Mario González, 70).

(Suplentes: Tiago Sá, Lucas Hornicek, Yan Couto, Sequeira, Bruno Rodrigues, Moura, Gorby, André Horta, Fábio Martins, Chiquinho, Vítor Oliveira e Mario González).

Treinador: Carlos Carvalhal.

Árbitro: John Beaton (Escócia).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Lucas Mineiro (67), Al Musrati (71), Nenad Krsticic (78).

Assistência: sem dados.

Populares