Redes Sociais

SC Braga empata em Alvalade em jogo com final louco

Dyego Sousa fez o 1-1, através de grande penalidade, aos 85 minutos. Foto: SPORTTV

SC Braga

SC Braga empata em Alvalade em jogo com final louco

O Sporting e o SC Braga empataram hoje 2-2, em Alvalade, em jogo da 11.ª jornada da I Liga de futebol, marcado por três golos e duas grandes penalidades na fase final da partida., num jogo em que ao minuto 84 os bracarenses se encontravam a perder, 1-0.

O holandês Bas Dost, aos 66 minutos, colocou os ‘leões’ na frente do marcador, mas os ‘arsenalistas’ reagiram e deram a volta ao resultado, com golos de Dyego Sousa, aos 85, na conversão de uma grande penalidade, e de Danilo, aos 89, tendo os ‘leões’ resgatado um ponto já no quinto minuto de descontos, através de Bruno Fernandes, igualmente na conversão de uma grande penalidade.

Os bracarenses apresentaram-se com duas alterações relativamente ao embate da Liga Europa, com o Ludogorets (1-1), tendo Abel Ferreira lançado Ricardo Horta e Fransérgio para os lugares de Dyego Sousa e Jefferson, este último indisponível por estar cedido pelos ‘leões’.

Os minhotos, que vinham de cinco triunfos seguidos no campeonato, dispuseram de um lance promissor logo nos instantes iniciais, mas Paulinho desaproveitou o espaço concedido, enquanto os ‘leões’ tiveram em Bruno Fernandes o elemento mais ativo na procura do golo, desde logo aos cinco minutos, quando o médio foi demasiado altruísta e procurou assistir Bas Dost, ao invés de rematar à baliza.

A resposta bracarense surgiu por intermédio de Ricardo Horta, que testou a atenção de Rui Patrício, antes de Bruno Fernandes começar a ‘afinar’ a ‘mira’ de longa distância, primeiro num remate por cima e, depois, num pontapé à figura de Matheus.

De resto, o guarda-redes ‘arsenalista’ viria a ser crucial na manutenção do nulo que se registava ao intervalo, opondo-se com categoria a um cabeceamento de Coates e a um livre de Bruno Fernandes.

Já sem Acuña, que saiu com problemas físicos no final da primeira parte e foi substituído por Podence, os ‘verde e brancos’ continuaram pouco esclarecidos nos últimos 30 metros, não conseguindo ultrapassar a bem organizada estrutura do adversário.

Podence esteve perto de inaugurar o marcador, num lance em que conseguiu surgir sozinho ao segundo poste, mas a ansiedade que se começava a apoderar das bancadas de Alvalade subiu ainda mais de tom quando Bas Dost não conseguiu emendar com sucesso um cruzamento de Jonathan Silva.

Contudo, na segunda oportunidade de que dispôs, o goleador holandês já não falhou e inaugurou o marcador, antecipando-se de forma ‘mortífera’ ao primeiro poste, após um cruzamento de Bruno Fernandes.

Pouco depois, o azar bateu à porta de Bas Dost e Jorge Jesus viu-se privado do avançado, que foi rendido por Doumbia. A partir deste momento, o SC Braga cresceu no jogo, aproximou-se da baliza de Rui Patrício e acabou mesmo por beneficiar de uma grande penalidade cometida por Coates sobre Danilo, que permitiu ao recém-entrado Dyego Sousa empatar as contas.

A reviravolta minhota tornou-se uma realidade quatro minutos volvidos, graças a um grande golo de Danilo, que atirou uma ‘bomba’ de pé esquerdo, de nada valendo a estirada de Rui Patrício, que ainda tocou ligeiramente na bola.

Ainda assim, quando já nada o fazia prever e numa altura em que vários adeptos já abandonavam as bancadas, Ricardo Horta derrubou Alan Ruiz dentro da área e Bruno Fernandes salvou um ponto para o conjunto sportinguista.

Com este empate, os bracarenses são quartos com 22, os mesmos do Marítimo, quinto, e a quatro do Benfica. O Sporting fecha a 11.ª jornada isolado no segundo lugar, agora a quatro pontos do comandante FC Porto e com apenas mais do que o Benfica, terceiro.

Ficha de Jogo

Jogo realizado no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

Sporting – Sporting de Braga, 2-2.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0, Bas Dost, 66 minutos.

1-1, Dyego Sousa, 85 (grande penalidade).

1-2, Danilo, 89.

2-2, Bruno Fernandes, 90+5 (grande penalidade).

Equipas:

– Sporting: Rui Patrício, Ristovski, Coates, André Pinto, Jonathan Silva, Battaglia, Bruno César (Alan Ruiz, 87), Bruno Fernandes, Marcus Acunã (Daniel Podence, 44), Gelson Martins e Bas Dost (Seydou Doumbia, 80).

(Suplentes: Salin, Alan Ruiz, Daniel Podence, Mattheus Oliveira, Petrovic, Tobias Figueiredo e Seydou Doumbia).

Treinador: Jorge Jesus.

– Sporting de Braga: Matheus, Ricardo Esgaio, Raúl Silva, Ricardo Ferreira, Marcelo Goiano (Rafael Martins, 74), Danilo, Fransérgio, Ricardo Horta, Xadas (João Carlos Teixeira, 66), Vukcevic e Paulinho (Dyego Sousa, 81).

(Suplentes: André Moreira, Hassan, André Horta, João Carlos Teixeira, Fábio Martins, Bruno Viana e Dyego Sousa).

Treinador: Abel Ferreira.

Árbitro: Carlos Xistra (AF Castelo Branco).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Raúl Silva (34), Ricardo Esgaio (45) e André Pinto (82).

Assistência: 42.844 espetadores.

Jornal digital da região do Minho.

Mais SC Braga