Seguir o O MINHO

Futebol

SC Braga começa o campeonato a ganhar – resumo

Contra o Moreirense (3-1)

em

O SC Braga estreou-se hoje com uma vitória em casa sobre o Moreirense, por 3-1, na edição 2019/20 de I Liga portuguesa de futebol.

No Estádio Municipal de Braga, Fransérgio tornou-se no marcador do primeiro golo dos arsenalistas no campeonato, aos 45+3 minutos de jogo.

Vídeo: Claudemir amortece ao segundo poste para Fransérgio que, na cara de Pasinato, atira para o fundo das redes e inaugura o marcador.

Hassan alargou a vantagem, já na segunda-parte, fazendo o segundo aos 64.

Vídeo: Cruzamento de Fransérgio, Steven Vitória escorrega e deixa a bola à mercê de Hassan que atira com sucesso para o fundo das redes.

Aos 77 minutos, Wilson Eduardo marcou o terceiro da equipa da casa.

Vídeo: Belo golo do jogador bracarense! Remate de pé direito à entrada da área, sem hipótese de defesa para Pasinato. Fábio Veríssimo confirma com o VAR e valida o 3-0.

Aos 89, Nenê marcou para o Moreirense e fixou o resultado final.

Vídeo: Cruzamento de João Aurélio para a finalização de cabeça de Nenê, a reduzir para a equipa visitante.

Esta foi a segunda vitória em jogos oficiais dos bracarenses, que tinham vencido na quinta-feira fora o Brondby, por 4-2, na primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa.

Ricardo Sá Pinto mudou meia equipa em relação ao ‘onze’ que alinhou na Dinamarca, na quinta-feira, e a equipa respondeu muito bem, mostrando ter soluções em quantidade e qualidade.

O discurso este ano não passa pelo “sonho” do título de António Salvador, mas ‘correr’ por fora, sem essa pressão, pode favorecer os minhotos.

Já o Moreirense, afastado da Taça da Liga pelo Vitória de Setúbal (1-0) há oito dias, apresentou sete reforços na equipa inicial, mas a equipa mostrou debilidades, sobretudo a atacar, onde foi praticamente inofensiva.

O primeiro tempo foi escasso em oportunidades de golo, tendo pertencido à equipa da casa a melhor, mas o remate à meia volta de Ricardo Horta foi bem defendido por Pasinato (29).

Um minuto antes, o técnico do Moreirense, Vítor Campelos, foi obrigado a mexer na equipa dada a lesão de Filipe Soares, tendo entrado Luiz Henrique para o seu lugar.

A turma de Moreira de Cónegos não existiu ofensivamente na primeira parte e, ainda que sem muito discernimento – nem espaço -, o Braga carregava e, aos 44 minutos, num lance algo caricato, a bola foi mesmo à barra da baliza dos ‘cónegos’.

No último fôlego da primeira parte, os bracarenses chegaram ao merecido golo, com Fransérgio a concluir já na pequena área depois de assistência de Claudemir (45+3).

O Moreirense reentrou com outra atitude na segunda parte, muito mais pressionante, e criou alguns lances de perigo com destaque para um ‘tiro’ de Alex Soares para defesa apertada de Matheus (49).

Contudo, foi a equipa da casa a chegar ao segundo golo, por Hassan, aproveitando as muitas facilidades concedidas pela defesa contrária, que foi apanhada a ‘dormir’ após um pontapé longo de Matheus.

Diogo Viana fugiu pela esquerda e cruzou, Steven Vitória escorregou e ‘assistiu’ Hassan que ‘fuzilou’ a baliza defendida por Pasinato.

O último golo dos ‘arsenalistas’ foi de Wilson Eduardo que, da ala esquerda, foi fletindo no terreno, culminando a jogada com um remate colocado (77).

O internacional angolano esteve perto de bisar aos 84 minutos e, logo a seguir, foi a vez de Trincão a meter Pasinato à prova (85).

Aos 89 minutos, Nenê, de cabeça, após bom centro de João Aurélio, reduziu para o Moreirense.

Ficha de Jogo

Estádio Municipal de Braga.

SC Braga – Moreirense, 3-1.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Fransérgio, 45+3 minutos.

2-0, Hassan, 64.

3-0, Wilson Eduardo, 77.

3-1, Nenê, 89.

Equipas:

– SC Braga: Matheus, Diogo Viana, Bruno Viana, Pablo, Sequeira (Esgaio, 84), Claudemir, João Novais, Fransérgio, Ricardo Horta (Wilson Eduardo, 62), Murilo (Trincão, 71) e Hassan.

(Suplentes: Tiago Sá, Esgaio, Palhinha, André Horta, Trincão, Wilson Eduardo e Paulinho).

Treinador: Ricardo Sá Pinto.

– Moreirense: Mateus Pasinato, João Aurélio, Iago, Steven Vitória, Djavan, Mané, Alex Soares, Filipe Soares (Luiz Henrique, 28), Bilel, Pedro Nuno (Luís Machado, 70) e Fábio Abreu (Nenê, 77).

(Suplentes: Trigueira, Rosic, Abdu Conté, D’Alberto, Luís Machado, Luiz Henrique e Nenê).

Treinador: Vítor Campelos.

Árbitro: Fábio Veríssimo (AF Leiria).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Sequeira (34), Bilel (38), Mané (45+3), Hassan (74).

Assistência: 13.223 espetadores.

Populares