Seguir o O MINHO

Ponte de Lima

Salvato Trigo acusado de desviar 3 milhões

em

Salvato Trigo. Foto: DR

Salvato Trigo, reitor da Universidade Fernando Pessoa (UFP), está a ser julgado no Porto por, alegadamente, ter canalizado “pelo menos” três milhões da instituição para uma empresa, cujos sócios são o próprio, a mulher e os dois filhos, avança o jornal “Público”.


O também ex-presidente da Assembleia Municipal de Ponte de Lima, cargo que exerceu até outubro passado, está acusado de ter montado diversos esquemas para fazer sairavultadas quantias de dinheiro das contas da fundação que detém a UFP, através da “Erasmo”, empresa detida pela família.

O julgamento teve início em outubro e está a decorrer no Tribunal Judicial do Porto, à porta fechada.

Desde os anos 1990, a Universidade Fernando Pessoa (UFP) também tem um pólo em Ponte de Lima. Foto: DR/Flickr

Contactado pelo “Público”, Salvato Trigo diz que a “acusação é completamente falsa”, insistindo na presunção de inocência.

“Isto é uma vingança de um antigo técnico oficial de contas da instituição”, garante o reitor, natural de Ponte de Lima, que terá interposto um recurso judicial para impedir o jornal de consultar o processo.

O caso, denunciado pela Ordem dos Contabilistas Certificados, foi analisado por um juiz de instrução que, face aos elementos de prova existentes, decidiu levar Salvato Trigo a julgamento. O Ministério Público estima que a vantagem patrimonial obtida com os ilícitos criminais seja de pelo menos 3.033.056 euros.

O antigo militante do PSD, que, em 2013, foi cabeça de lista do CDS à assembleia limiana, mas que também foi mandatário das candidaturas presidenciais de Mário Soares e Jorge Sampaio, do PS, está a ser julgado pelo crime de infidelidade, um ilícito punido “com pena de prisão até três anos ou com pena de multa”, segundo a mesma fonte.

A compra de uma casa contígua à reitoria da UFP, no Porto, em 2006, onde atualmente funciona a Escola de Pós-Graduações, seguida do pagamento de uma renda de 40 mil euros mensais à “Erasmo”, empresa da família, será o negócio mais prejudicial para a fundação que detém a universidade, sendo que o “Público” revela outros exemplos de promiscuidade entre ambas as partes.

Esta não é a primeira vez que Salvato Trigo é julgado. No final da década de 1990, quando era diretor da Escola Superior de Jornalismo do Porto, o reitor foi condenado a dez meses de prisão, suspensos, num processo relacionado com o desvio de subsídios comunitários.

 

 

Anúncio

Alto Minho

Mulher morre atropelada por camião em Ponte de Lima

Acidente

em

Foto: O MINHO / Arquivo

Uma mulher, com mais de 60 anos, foi atropelada mortalmente por um camião, na manhã desta segunda-feira, em Fojo Lobal, Ponte de Lima, apurou O MINHO junto de fonte dos bombeiros.

A vítima mortal, moradora naquela freguesia, seguia naquela via municipal quando, segundo relatos, terá caído e sido colhida pelo camião.

O óbito foi declarado no local.

O comandante Carlos Lima explicou à Agência Lusa que “o condutor do veículo pesado ficou em estado de choque”, tendo sido enviada para o local uma Viatura de Emergência Médica (VMER) estacionada no hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, para que possa “receber acompanhamento médico”.

O alerta foi dado às 09:08.

Prestaram socorro os Bombeiros de Ponte de Lima, com dois operacionais e uma viatura, com apoio da SIV de Ponte de Lima e VMER de Viana do Castelo.

A GNR está a investigar as causas do acidente.

Continuar a ler

Alto Minho

Mais um óbito por covid em Ponte de Lima. Há 19 casos ativos

Covid-19

em

Foto: DR

O concelho de Ponte de Lima contava, até esta sexta-feira, com 19 casos ativos de covid-19, mais sete do que na passada terça-feira, apurou O MINHO junto de fonte local da saúde.

Em termos de recuperados, há 57 pessoas já curadas da doença, mais cinco desde o último balanço divulgado pelo nosso jornal.

Há a lamentar dois óbitos causados pelo novo coronavírus, mais um do que na semana passada.

O total de casos acumulados desde o início da pandemia no concelho é de 78.

Continuar a ler

Alto Minho

Escolas de Ponte de Lima com jogos tradicionais pintados nos espaços de recreio

Arranque do ano letivo 2020/2021

em

Foto: Divulgação / CM Ponte de Lima

A Câmara de Ponte de Lima pintou nos espaços de recreio das escolas básicas do concelho jogos tradicionais com o objetivo de melhorar as competências de socialização dos alunos e simultaneamente prevenir conflitos e violência escolar, anunciou hoje a autarquia.

Foto: Divulgação / Ponte de Lima

Foto: Divulgação / Ponte de Lima

Foto: Divulgação / Ponte de Lima

Foto: Divulgação / Ponte de Lima

“Os espaços de recreios nas escolas requerem uma atenção especial, sendo fundamental tomar medidas para criar recreios educativos e preventivos de conflitos, agressividade e violência escolar. Foi nesse âmbito, e procurando responder a algumas necessidades, que o Município de Ponte de Lima projetou a pintura de diferentes Jogos Tradicionais – de que é exemplo, o Jogo do Galo, Jogo da Macaca, Jogo do Caracol, entre outros – nos recintos escolares de todas as Escolas Básicas do concelho ue permitiam tal intervenção”, refere a câmara.

Em comunicado, o município realça que “os Jogos Tradicionais cumprem um papel facilitador no processo educativo e trabalham as competências como a socialização, cooperação, comunicação, resolução de conflitos, autodisciplina, libertação de stress, bem como a criatividade, resolução de problemas e vocabulário”.

Continuar a ler

Populares