Seguir o O MINHO

I Liga

Sá Pinto quer ir a Guimarães vencer para o Braga começar a subir

11.ª jornada

em

Foto: Facebook de SC Braga

O treinador Ricardo Sá Pinto disse hoje que o SC Braga quer ir a Guimarães vencer o Vitória, no domingo, na 11.ª jornada da I Liga de futebol, para começar a subir na tabela classificativa.


“É um grande jogo, um dérbi, no qual vamos querer lutar arduamente pelos três pontos porque é a nossa forma de estar em todos os jogos e porque sentimos que temos de subir definitivamente na tabela e, para isso, precisamos de pontos. Na 11.ª jornada não se decide nada, mas, sem dúvida, era importante conseguir estes três pontos”, frisou na conferência de imprensa de antevisão da partida.

O técnico considerou ainda que a exigência é maior no SC Braga do que no Vitória SC.

“Nesta altura é, temos objetivos e responsabilidades diferentes do que o Vitória SC, que está bem no campeonato, mas nas outras competições não está ao nosso nível. O Braga, nos últimos anos, tem estado sempre nos quatro primeiros lugares, é considerado já um dos ‘grandes’ e a pressão é diferente”, disse.

https://twitter.com/SCBragaOficial/status/1193160336423182338

No campeonato, os ‘arsenalistas’ vêm de uma derrota com o Boavista (2-0) e empate caseiro com o Famalicão (2-2), o que motivou mesmo uma intervenção crítica do presidente, António Salvador, mas Sá Pinto preferiu destacar que, nos últimos 10 jogos, em todas as competições, a equipa somou sete vitórias, dois empates e apenas uma “derrota injusta”.

Apesar de estar há pouco tempo em Braga, o treinador disse estar ciente da “grande importância” que os adeptos dão ao ‘clássico’ minhoto.

“É um jogo que todos os adeptos querem que o Braga ganhe e tudo iremos fazer para que isso aconteça. Vai ser um jogo difícil, muito competitivo e de grande emocionalidade, de grande paixão dos nossos adeptos e, também, de máxima exigência a todos os níveis, sobretudo na concentração e nos detalhes, que podem fazer a diferença”, disse.

Sá Pinto elogiou o Vitória SC, “uma boa equipa, que está a jogar em casa e ambiciona também os lugares europeus”.

“Está recheada de jogadores de qualidade, como o Lucas Evangelista, o João Carlos Teixeira, o Edwards, o Davidson ou o Bonatini. São jogadores muito criativos ofensivamente e temos de ter cuidado porque, tendo espaço, podem desequilibrar”, avisou.

O técnico, contudo, disse discordar da opinião dos treinadores do Tondela, Natxo González, e do Vitória, Ivo Vieira, que consideraram recentemente que a equipa de Guimarães é a que melhor futebol pratica em Portugal.

“Tenho de respeitar a opinião dos colegas, mas tenho uma opinião diferente”, disse apenas.

Hassan é baixa certa para o desafio de domingo por ter sofrido uma lesão meniscal no joelho direito o que obrigou a uma intervenção cirúrgica e a uma paragem entre quatro a seis semanas.

SC Braga, 11.º classificado, com 12 pontos, e Vitória SC, quinto, com 16, defrontam-se a partir das 20:00 de domingo, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Anúncio

I Liga

Sérgio Conceição diz que FC Porto é um “alvo a abater dentro e fora do campo”

I Liga

em

Foto: Divulgação / FC Porto

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, garantiu hoje que os ‘dragões’ “são sempre candidatos ao título” de campeão nacional de futebol e um “alvo a abater dentro e fora do campo”.

Na conferência de antevisão do encontro que marca a estreia dos portistas na I Liga da época 2020/21, frente ao Sporting de Braga, o técnico salientou que o facto de o FC Porto ser campeão nacional representa uma pressão extra para os adversários.

“Somos os campeões em título, a equipa que ganhou mais jogos, a que sofreu menos e que marcou mais golos. Somos o alvo a abater e estamos habituados a ser o alvo a abater dentro e fora do campo e este ano não vai ser diferente”, referiu Conceição que acrescentou: “O FC Porto é a equipa a que todos vão querer ganhar, porque é o campeão nacional”.

Sérgio Conceição recusou, à partida, o rótulo de favorito à conquista do título nacional, mas salientou que o FC Porto “é sempre um candidato às vitórias”.

“Os candidatos são os candidatos históricos. E, para esse grupo incluo o Sporting de Braga. Depois, o decorrer do campeonato é que vai ditar. Não quero atribuir favoritismo a ninguém, nós somos sempre candidatos a ganhar títulos, isso somos”, vincou.

Apesar de denotar a fase atípica que se vive, o treinador da formação ‘azul e branca’ garantiu que a equipa está preparada para o início do campeonato e para defender o que foi conquistado na época passada e, se possível, “fazer melhor”.

“Está muito bem. Apesar da pré-época ser diferente das outras, estamos preparados para iniciar o campeonato. Estamos preparados para defender o que conquistámos o ano passado e, se possível, fazer algo mais. O estado de espírito é bom, o trabalho foi bom e estamos preparados para um jogo difícil, mas que vai ter um FC Porto de acordo com aquilo que foi na época passada”, garantiu.

Sérgio Conceição considera o primeiro jogo da I Liga, frente ao Sporting de Braga, “muito difícil”, colocando os arsenalistas no lote dos ‘grandes’, que têm possibilidade de lutar pelo título nacional.

“Vamos encontrar um clube bastante sólido, que está bastante bem, cresceu muito nos últimos anos. Tem-se afirmado como um grande. Não sei se é o quarto, o terceiro, o segundo ou o primeiro, isso depende da classificação ao fim da época. É um clube que tem naturais aspirações a vencer títulos”, afirmou o técnico.

Sérgio Conceição abordou ainda as qualidades do treinador Carlos Carvalhal: “Vamos encontrar uma equipa bem trabalhada, bem treinada. Independentemente do treinador que lá estivesse, iria encontrar jogadores com grande qualidade individual, mas o Carlos Carvalhal é um treinador que potencia ao máximo os seus jogadores, tem feito excelentes trabalhos em diferentes países, em contextos completamente diferentes, por isso, espero uma equipa difícil, um jogo difícil”, notou.

Sporting de Braga e FC Porto defrontam-se a partir das 21:00 de sábado, no Estádio do Dragão, no Porto, jogo que será arbitrado por João Pinheiro, da associação de Braga.

Continuar a ler

I Liga

Metade dos candidatos a jogador do ano são de clubes do Minho

I Liga

em

Foto: DR

A Liga Portugal anunciou hoje a lista dos candidatos a jogador do ano da I Liga. Dos 10 mais votados, cinco são de clubes do Minho.

O SC Braga tem dois jogadores na lista (Paulinho e Ricardo Horta), bem como o Famalicão (Fábio Martins e Pedro Gonçalves). Marcus Edwards, do Vitória SC, também está entre os mais votados.

Os ‘minhotos’ concorrem com Pizzi (Benfica), Taremi (Rio Ave), Alex Telles (FC Porto), Corona (FC Porto) e Bruno Fernandes (Sporting).

https://twitter.com/ligaportugal/status/1298671463285874690

O prémio, recorde-se, é resultado das votações dos treinadores principais e capitães da I Liga, sendo por isso o prémio oficial da competição.

O vencedor do prémio ‘Jogador do Ano’ vai ser anunciado na sexta-feira, durante o sorteio das competições profissionais da temporada 2020/21.

O médio Bruno Fernandes, que em janeiro deixou o Sporting para rumar aos ingleses do Manchester United, venceu os dois últimos galardões, em 2017/18 e 2018/19.

Continuar a ler

I Liga

Época 2020/21 arranca em 13 de setembro, I Liga termina em 19 de maio

Futebol

em

Foto: DR / Arquivo

A época futebolística de 2020/21 inicia-se em 13 de setembro, com o arranque da II Liga, uma semana antes do início do principal escalão, que termina em 19 de maio, quatro dias antes da final da Taça de Portugal.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) divulgou hoje o calendário oficial, que estabelece o início da I Liga para 20 de setembro, depois de o Benfica disputar a terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, em 15 ou 16, e o fim em 19 de maio, num ano em que vai ser disputado o Euro2020, entre 11 de junho e 11 de julho.

Atendendo ao adiamento da competição em que Portugal defende o título europeu, a última jornada da I Liga terá de ser antecipada para 16 de maio, caso as equipas portuguesas não alcancem os quartos de final ou as meias-finais das competições europeias.

O organismo federativo ressalva que o calendário poderá sofrer ajustes, devido a alterações impostas por UEFA ou FIFA e no caso de circunstâncias excecionais que ditem uma eventual paragem da competição.

A Supertaça Cândido Oliveira, entre o campeão FC Porto e o finalista da Taça Benfica, está marcada para 23 de dezembro, uma quarta-feira, entre duas jornadas da I Liga, em 20 e 27 de dezembro.

A II Liga, que arranca uma semana antes do principal campeonato, termina também no dia 19 de maio, enquanto os dias 24 e 30 de maio estão reservados para os ‘play-offs’ de acesso à I Liga, entre o 16.º do primeiro escalão e o terceiro do segundo.

Como tradicionalmente, a final da Taça de Portugal vai encerrar a época clubística, em 23 de maio, numa prova que arranca em 27 de setembro, com a primeira eliminatória, e prossegue em 11 de outubro, já com os clubes da II Liga, e em 22 de novembro, com os do principal escalão.

As duas mãos das meias-finais da prova ‘rainha’ ficaram marcadas para 09 a 11 de fevereiro e 02 a 04 de março.

O Campeonato de Portugal vai ter início em 20 de setembro, com a primeira fase, que se prolonga até 03 de abril, prosseguindo com as fases de apuramento do campeão e de manutenção entre 18 de abril e 22 de maio. A final do terceiro escalão está marcada para 30 de maio.

A Liga Revelação começa em 12 de setembro, tendo a segunda fase marcada para entre 05 de janeiro e 06 de abril, antecedendo a Taça Revelação, também para o escalão sub-23, entre 11 de abril e 14 de maio.

O calendário do futebol sénior masculino foi divulgado numa altura em que há vários processos judiciais em curso e em que as diretivas da Direção-Geral da Saúde (DGS) ainda são restritivas para a realização de competições não profissionais devido à pandemia de covid-19.

Continuar a ler

Populares