Seguir o O MINHO

Liga Europa

Sá Pinto adverte que eliminatória com Brondby ainda está em aberto

Terceira pré-eliminatória da Liga Europa

em

Foto: Divulgação/SC Braga

O treinador do SC Braga, Ricardo Sá Pinto, disse hoje que, apesar da vitória alcançada na Dinamarca sobre o Brondby, por 4-2, a terceira pré-eliminatória da Liga Europa de futebol ainda está em aberto.

“Essa é a mensagem que tem sido passada. Para mim, está tudo em aberto, temos que jogar este jogo como se tivéssemos que o ganhar e esse é o nosso objetivo: não só passar a eliminatória, mas ganhar este jogo”, frisou, em conferência de imprensa antes da receção ao Brondby, na quinta-feira.

https://twitter.com/SCBragaOficial/status/1161590222355869697

Para o treinador, a principal vantagem dos bracarenses é o resultado conseguido na primeira mão, porque, “de resto, começa do zero”.

Ricardo Sá Pinto disse estar à espera de um Brondby “à imagem do jogo de lá [na Dinamarca], a querer impor um ritmo alto”, tentar ganhar “duelos nas primeiras e segundas bolas” e “chegar o mais rápido e simples possível” à baliza minhota.

O técnico avisou ainda para as bolas paradas junto à área bracarense: “Temos que ter atenção para não fazer faltas junto à nossa área, porque eles são fortes nisso”.

Sá Pinto considerou ainda que o encontro com o Sporting para a segunda jornada da I Liga, no domingo, não vai condicionar a abordagem ao jogo europeu.

“Um jogo de cada vez, agora é o jogo da Liga Europa e só pensamos nesta eliminatória”, assegurou.

https://twitter.com/SCBragaOficial/status/1161591073866735616

O último reforço dos minhotos, Galeno, foi inscrito na UEFA e pode ser opção, mas Ricardo Sá Pinto não quis revelar se será opção, garantindo que todos os jogadores estão “adaptados e identificados com o processo” da equipa.

“Estamos ainda no início desta longa temporada e todos podem crescer física e taticamente, ainda há margem para a equipa crescer”, afirmou.

Já Sequeira, que renovou até 2022 na terça-feira, afirmou que, mais importante do que marcar um golo, “seria passar a eliminatória”.

“Vai ser um jogo complicado, têm uma boa equipa, criaram-nos dificuldades e temos que encarar este jogo para vencer”, disse.

O lateral esquerdo lembrou que, na primeira mão, o Brondby demonstrou ter “um jogo bastante direto e físico”, que aposta nas segundas bolas, pelo que o Braga terá que “ter a equipa compacta e junta para não permitir” esse jogo.

“No ataque, com o nosso jogo apoiado, com bola e dinâmica, vamos tentar criar-lhes dificuldades”, disse.

Na época passada, depois de um empate 1-1 fora, os minhotos foram surpreendidos em casa pelos ucranianos do Zorya, 2-2, e foram eliminados nesta fase preliminar da Liga Europa.

“Sim, serve de aviso, claro, sabemos como é o futebol, cheio de surpresas e não queremos deixar que isso aconteça outra vez. Temos uma vantagem boa, mas isso não garante nada, temos que entrar com mentalidade vencedora”, disse.

SC Braga e Brondby defrontam-se a partir das 19:45 de quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado pelo russo Aleksei Eskov.

Anúncio

Futebol

“Vimos os últimos jogos e, com o Sporting, o Braga mostrou um futebol muito bom”

Primeira mão do playoff da Liga Europa: SC Braga-Spartak de Moscovo

em

Spartak a caminho de Braga. O alemão Schurrle é um dos jogadores mais conhecidos dos russos. Foto: Facebook

O treinador do Spartak de Moscovo disse hoje que “o que importa é o resultado”, na antevisão ao jogo com o SC Braga, na quinta-feira, da primeira mão do ‘play-off’ de acesso à Liga Europa de futebol.

“Queremos fazer um jogo muito sério com um adversário com muita experiência nas competições europeias e, por isso, estamos a preparar-nos da forma mais séria possível”, afirmou Oleg Kononov, na conferência de imprensa para o jogo de quinta-feira.

Oleg Kononov disse ter “um grupo muito bom mentalmente” e “focado em jogar futebol”, tendo relativizado as questões táticas: “o que importa é o resultado, pensamos sempre em ganhar.”

O Spartak de Moscovo vem de uma vitória caseira no campeonato sobre o rival CSKA de Moscovo (2-1), na segunda-feira, e o técnico lembrou ter menos um dia para recuperar do que o SC Braga, garantindo, ainda assim, “estar tudo a postos”.

Dada a importância dos golos fora nas competições europeias, o treinador foi questionado sobre se se pode esperar uma equipa russa a querer marcar em Braga, mas Oleg Kononov disse que o Spartak quer primeiro não sofrer, mas também marcar se possível.

O treinador considerou o Braga uma equipa “bem equilibrada, com jogadores experientes, mas também com jovens, que joga bom futebol, com boas transições ofensivas”.

“Vimos os últimos jogos e, com o Sporting, o Braga mostrou um futebol muito bom”, afirmou.

O médio Roman Zobnin desvalorizou o facto de a equipa ter jogado na segunda-feira e ter menos um dia de descanso.

“Temos trabalhado muito intensamente nas últimas semanas e não vai ser fácil amanhã [quinta-feira], principalmente depois do jogo com o CSKA, mas é possível encontrar forças dentro de cada um para fazer um bom jogo. Estamos acostumados a trabalhar neste ritmo físico e a estatística comprova isso”, disse.

O médio holandês Gus Til e o avançado sueco Jordan Larsson são baixas no Spartak de Moscovo, porque já jogaram esta época por outros clubes nas provas europeias.

SC Braga e Spartak de Moscovo defrontam-se a partir das 19:45 de quinta-feira, na primeira mão do ‘play-off’ da Liga Europa, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado pelo espanhol Xavier Estrada Fernandez.

Continuar a ler

Futebol

Liga Europa: Presidente do Vitória confiante na passagem à fase de grupos

Playoff contra FCSB (ex-Steaua de Bucareste)

em

Foto: Facebook de Vitória SC

O presidente do Vitória SC, Miguel Pinto Lisboa, afirmou hoje que a equipa crê no apuramento para a fase de grupos da Liga Europa de futebol, na antecâmara do ‘play-off’ com o FCSB (ex-Steaua de Bucareste), da Roménia.

Com a primeira mão da eliminatória agendada para quinta-feira, às 19:30 (hora de Lisboa), na ‘casa emprestada’ do adversário, em Giurgiu (cidade 60 a quilómetros a sul da capital Bucareste), o dirigente sublinhou os “elevados níveis de confiança”, a “motivação” e o “querer” dos jogadores vitorianos para conseguirem um resultado que os aproxime da meta traçada.

Miguel Pinto Lisboa. Foto: Paulo Jorge Magalhães/O MINHO (Arquivo)

“Estamos no ‘play-off’. O nosso objetivo, como sempre comunicámos, é atingir a fase de grupos. Estamos confiantes nesse objetivo. Respeitamos este adversário, tal como os anteriores, mas estamos focados no objetivo e crentes de que o vamos atingir”, disse, no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, antes do para Roménia.

Questionado sobre as possíveis entradas e saídas do plantel até 31 de agosto, data de encerramento do mercado de transferências, Miguel Pinto Lisboa frisou que “nada está fechado” até ao último dia.

Os dois últimos reforços confirmados pelo Vitória, o médio Poha (ex-Rennes, França) e o avançado Bruno Duarte (ex-Lviv, Ucrânia) já podem ser utilizados pelo treinador Ivo Vieira no primeiro jogo com o FCSB.

O Vitória SC defronta o FCSB, da Roménia, na quinta-feira, às 19:30 de Lisboa, num encontro marcado para o Estádio Marin Anastasovici, na cidade de Giurgiu, e arbitrado pelo esloveno Matej Jug.

Lista de 20 convocados:

– Guarda-redes: Miguel Silva, Douglas e Miguel Oliveira.

– Defesas: Sacko, Lucas Soares, Tapsoba, Frederico Venâncio, Pedro Henrique, Bondarenko, Florent e Rafa Soares.

– Médios: Al Musrati, Pepê, Poha, André Almeida e João Carlos Teixeira.

– Avançados: Rochinha, Davidson, Bruno Duarte e Alexandre Guedes.

Continuar a ler

Futebol

Sá Pinto espera um Spartak de Moscovo ao nível dos ‘grandes’ em Portugal

Liga Europa

em

Foto: DR / Arquivo

O treinador do Sporting Clube (SC) de Braga, Ricardo Sá Pinto, disse hoje que os jogos do playoff de acesso à Liga Europa de futebol com o Spartak de Moscovo serão tão difíceis como os embates com os ‘grandes’ portugueses.

“Sem dúvida, será um jogo da mesma exigência [como com Benfica, FC Porto e Sporting]. Será um jogo muito difícil para nós, mas também para eles. É uma equipa muito madura, com jogadores internacionais nos diversos setores, com experiência e qualidade, muito perigosa no contra-ataque e no ataque rápido”, disse na conferencia de imprensa de antevisão da partida da primeira mão, que se realiza na quinta-feira, em Braga.

O técnico quer, por isso, um Braga muito cuidadoso: “temos que ser equilibrados em todos os momentos e agressivos defensivamente e não dar espaço a jogadores como Schurrle, Bakaev ou Ponce”, disse.

Para Sá Pinto, “os detalhes vão fazer a diferença nesta eliminatória”, considerando que “as duas equipas têm valor para passar à fase de grupos”.

“É importante fazer um bom resultado e isso passa por não sofrer e marcar: é o resultado que queremos para amanhã (quinta-feira)”, afirmou.

A Rússia é sexta classificada no ranking da UEFA e Portugal sétimo e, para Sá Pinto, esse é outro motivo para querer bater os moscovitas.

“Queremos fazer as duas coisas, ajudar o Braga a entrar na fase de grupos e Portugal através dessa qualificação”, disse.

O técnico não quis revelar se vai fazer alterações em relação ao ‘onze’ que começou o jogo em Alvalade, contra o Sporting, no domingo (derrota por 2-1), mas frisou que, seja qual for a equipa, isso não significa fazer gestão.

“Não faço gestão, faço uma convocatória a pensar que aqueles jogadores são os melhores para aquele jogo. Tenho muitos e bons jogadores, mas não os posso meter a todos. Estou muito satisfeito com a prestação de todos. Na quinta-feira jogarão os que têm as características ideais para começar este jogo”, disse.

Já o extremo Ricardo Horta frisou a vontade da equipa em chegar à fase de grupos.

“O Braga está a querer chegar perto dos ‘grandes’ e temos de estar nas competições europeias para mostrar quão fortes somos, vamos lutar por isso”, garantiu.

O Spartak de Moscovo já leva oito jogos oficiais esta época, o dobro dos do Braga, mas o jogador português considera que a equipa está preparada fisicamente para o embate.

“Estamos com muita ambição e ilusão para jogar este jogo, é um jogo difícil, mas é destes jogos que gostamos [e são estes] nos fazem crescer. Todo o plantel está pronto para jogar e certamente vamos fazer dois grandes jogos para esta grande equipa”, disse.

Questionado pelos jornalistas russos sobre a importância da Liga Europa para as equipas portugueses, Sá Pinto respondeu: “Em Portugal não descuramos nada, não abdicamos de nada, tudo é importante”.

SC Braga e Spartak de Moscovo defrontam-se a partir das 19:45 de quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, com arbitragem do espanhol Xavier Estrada Fernández.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares