Seguir o O MINHO

Guerra na Ucrânia

Rússia confirma bombardeamento contra Kiev durante visita de Guterres

Guerra

em

Foto: DR / Arquivo

A Rússia confirmou hoje ter feito um ataque com armas “de alta precisão” contra Kiev na quinta-feira, causando um morto, durante a visita do secretário-geral da ONU, António Guterres.

As forças russas destruíram com armas de alta precisão as oficinas da empresa espacial Artiom na cidade de Kiev”, disse hoje o Ministério da Defesa da Rússia, em Moscovo. 

Pelo menos uma pessoa morreu na sequência do ataque russo de quinta-feira, disse hoje o presidente da Câmara de Kiev, Vitali Klitschko, na rede social Telegram. 

Os socorristas “encontraram um corpo” nos destroços do local atingido, perto do centro da cidade, acrescentou o autarca. 

Quatro pessoas feridas foram transportadas para um hospital, disse ainda o presidente da Câmara numa outra mensagem.

Na quinta-feira, Vitali Klitschko tinha confirmado “dois ataques” a um dos distritos da capital.

“À noite, o inimigo atacou Kiev. Dois ataques no distrito de Chevchenkovsky”, atingindo um edifício residencial, referiu Vitali Klitschko, acrescentando que três pessoas ficaram feridas e foram hospitalizadas.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou mais de dois mil civis, segundo dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

Populares