Seguir o O MINHO

Braga

‘Rusga’ em ‘casa de alterne’ de Braga termina com identificação de 28 mulheres e 50 clientes

Identificação de estrangeiros em situação ilegal

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Oito cidadãs de nacionalidade estrangeira foram detidas, esta madrugada, durante uma operação policial conjunta entre o Comando Distrital da PSP de Braga e a Delegação Regional de Braga do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), anunciou a PSP. Foram ainda identificadas 71 pessoas.

A operação, motivada por suspeita de práticas ilegais, incidiu sobre um estabelecimento de diversão noturna situado na cidade de Braga, e teve como objetivos a “interceção e a identificação de estrangeiros em situação ilegal em Território Nacional, a identificação de suspeitos pela posse ou tráfico de estupefaciente e armas, o exercício da atividade da segurança privada e as condições de segurança e funcionamento do estabelecimento”.

“Desta operação resultou a identificação de 79 pessoas, sendo que destas, oito cidadãs foram detidas por permanência ilegal em território nacional”,adianta a PSP.

De acordo com nota enviada pelo SEF, as detidas dedicavam-se à prática da prostituição, assim como outras 21 mulheres identificadas. As outras 50 pessoas identificadas são “clientes” do dito espaço noturno.

“Ao referido estabelecimento foram levantados dois autos por incumprimento das normas relativas ao funcionamento e condições de segurança do estabelecimento”, informa a polícia.

As detidas vão ser presentes pelo SEF aos Serviços do Ministério Público junto do Tribunal Judicial da Comarca de Braga.

Populares