Seguir o O MINHO

Futebol

Rui Fonte tem tudo acertado para regressar ao SC Braga

Avançado do Fulham

em

Foto: SC Braga via Youtube

O avançado Rui Fonte tem tudo acertado com o Sporting Clube (SC) de Braga para regressar ao clube minhoto da I Liga de futebol, revelou esta terça-feira à agência Lusa fonte da SAD bracarense.


Segundo a mesma fonte, os termos do contrato de três anos a ser assinado pelas partes estão acertados, e o regresso de Rui Fonte a Braga deve ser oficializado nos próximos dias.

Rui Fonte, de 29 anos, chega proveniente dos ingleses do Fulham, que, na época passada, emprestaram o jogador ao Lille, de França.

O avançado jogou no SC Braga em 2015/16 e 2016/17, e ainda algumas partidas no início de 2017/18, antes de sair para o clube londrino em agosto de 2017.

Anúncio

Futebol

As três mudanças de treinador na I Liga foram em clubes do Minho

Rui Almeida é a mais recente ‘vítima’

em

Foto: DR / Arquivo

Rui Almeida deixou hoje o comando técnico do Gil Vicente e tornou-se no terceiro treinador a deixar uma equipa da I Liga portuguesa de futebol na temporada 2020/21, quando estão decorridas sete jornadas.

Na sua primeira experiência como treinador principal num clube da I Liga, Rui Almeida, de 51 anos, deixou os barcelenses após sete rondas, nas quais conseguiu apenas um triunfo, logo na primeira jornada, dois empates e quatro derrotas consecutivas.

O Gil Vicente é, neste momento, 17.º e penúltimo, com apenas cinco pontos, defrontando na sua próxima partida o Oleiros, do Campeonato de Portugal, na Taça de Portugal, em 20 de novembro.

Dias antes de Rui Almeida deixar os ‘gilistas’, Ricardo Soares tinha rescindido com o Moreirense, que ocupava o 11.º lugar, com oito pontos em seis partidas disputadas, uma vez que a equipa tem menos um jogo, devido aos casos positivos do novo coronavírus na equipa.

Esta época, a equipa de Moreira de Cónegos conseguiu duas vitórias em casa, frente a Farense e Marítimo, empatou com Boavista (casa) e Belenenses SAD (fora) e foi derrotada nas deslocações ao Benfica e ao Rio Ave, que foi a última partida disputada.

César Peixoto foi o escolhido pelos vimaranenses para substituir Ricardo Soares.

Tiago Mendes foi o primeiro a deixar o comando de uma equipa, depois de ter orientado o Vitória de Guimarães nas três primeiras jornadas.

O clube vimaranense acabou por escolher João Henriques para o suceder no cargo.

Continuar a ler

Futebol

Gil Vicente anuncia saída de Rui Almeida. Ricardo Soares deverá ser o sucessor

I Liga

em

Ricardo Soares. Foto: DR / Arquivo

O Gil Vicente anunciou hoje ter chegado a “acordo com o treinador Rui Almeida e sua equipa técnica para a rescisão do vínculo contratual entre as partes”. O sucessor deverá ser Ricardo Soares, ex-técnico do Moreirense.

“O Gil Vicente FC agradece a Rui Almeida e ao seu staff Técnico o empenho e a dedicação com que serviram o nosso clube e expressa ainda os votos das maiores felicidades para o futuro”, refere ainda a nota do clube.

A imprensa desportiva avança que Ricardo Soares, técnico que esta semana rescindiu com o Moreirense, será o sucessor.

Após sete jornadas, o Gil Vicente ocupa o 17.º e penúltimo lugar do campeonato, com os mesmos cinco pontos do Farense, 16.º.

O Gil Vicente venceu na estreia na edição 2020/21 da I Liga, na receção ao Portimonense (1-0), em jogo da segunda jornada, somando seis jogos sem vencer e quatro derrotas consecutivas, incluindo o embate da primeira ronda, diante do Sporting, que foi adiado devido a casos de infeção pelo novo coronavírus no clube minhoto.

Rui Almeida, de 51 anos, cumpria a estreia como treinador principal no primeiro escalão do futebol português, depois de ter orientado vários clubes em França, casos de Red Star, Bastia, Troyes e Caen.

Continuar a ler

Futebol

Portugal enfrenta Andorra em particular com poupanças a pensar na Liga das Nações

Futebol

em

Foto: Divulgação

Portugal recebe hoje Andorra num encontro particular que servirá de teste para o derradeiro ataque a uma qualificação para as meias-finais da Liga das Nações de futebol, mas que não deverá contar com habituais titulares no lado luso.

Apesar de o selecionador Fernando Santos não ter garantindo se irá fazer poupanças, na conferência de imprensa de antevisão, o sexto duelo com os andorrenhos, no Estádio da Luz, em Lisboa, poderá contar com jogadores menos utilizados, face à dupla jornada decisiva com França e Croácia, em jogos do Grupo 3 da Liga A.

Tendo em conta que o tempo de treino e de recuperação é escasso, uma vez que o encontro com os franceses é já no sábado, no mesmo reduto lisboeta, seguindo-se a visita aos croatas, três dias depois, é provável que Fernando Santos faça uma gestão dos 25 convocados.

Assim, o capitão Cristiano Ronaldo, João Félix, Bernardo Silva, Bruno Fernandes ou Diogo Jota podem ter menos minutos hoje, abrindo espaço para eventuais estreias de Paulinho e Pedro Neto, apesar de terem realizado apenas um único treino.

A única dúvida no que aos jogadores disponíveis diz respeito, prende-se apenas com o lateral esquerdo do Borussia Dortmund, Raphael Guerreiro, o único que falhou o apronto na manhã de terça-feira, na Cidade de Futebol.

De resto, o selecionador poderá aproveitar para cimentar as dinâmicas da dupla de centrais, uma vez que o indiscutível Pepe vai desfalcar Portugal nos derradeiros encontros em 2020, devido a lesão, abrindo espaço para que José Fonte se junte a Rúben Dias, apesar da presença de Rúben Semedo e Domingos Duarte.

Portugal vai defrontar Andorra pela sexta vez, apresentando um domínio absoluto, com cinco triunfos e apenas um golo sofrido, sendo que o último encontro entre ambos, em 2017, no apuramento para o Mundial2018, terminou com um triunfo por 2-0, com golos de Ronaldo e André Silva.

Se Portugal, quinto colocado do ‘ranking’ da FIFA, já tem presença garantida no Europeu do próximo ano e ainda luta por disputar a ‘final four’ da Liga das Nações, Andorra ocupa um modesto 145.º posto na hierarquia mundial, além de atuar no último escalão da Liga das Nações, a Liga D.

Portugal e Andorra entram em campo, a partir das 19:45, no Estádio da Luz, em Lisboa.

Continuar a ler

Populares