Redes Sociais

Romaria da Agonia regulamenta aluguer de cadeiras nas ruas

Alto Minho

Romaria da Agonia regulamenta aluguer de cadeiras nas ruas

Pela primeira vez.

A organização da Romaria da Agonia, em Viana do Castelo, decidiu, este ano pela primeira vez, regulamentar a exploração do aluguer de cadeiras na via pública, durante os principais números das festas “como forma de ordenar aquela prática”.

A vereadora da Cultura da Câmara de Viana do Castelo, Maria José Guerreiro, explicou que a necessidade de regular esta atividade surge da “grande procura”, que ocorre durante as festas da cidade, que este ano vão decorrer entre de 20 a 23 de agosto.

Além das bancadas que a VianaFestas, entidade que organiza a romaria, instala nas principais artérias da cidade, nas restantes ruas, o aluguer de cadeiras era praticado desde a década de 60, por muitos particulares que encontravam neste negócio uma importante fonte de receita.

De acordo com a página oficial da Romaria da Agonia nas redes sociais a tradição nasceu após um grande naufrágio com pescadores de Viana.

“As viúvas decidiram pedir à organização da Romaria autorização para colocar cadeiras nas ruas, por onde passava o tradicional Cortejo, angariando algum dinheiro. Corriam os anos de 1962 e 1963, mas até hoje a venda dos lugares para ver o desfile acontece”, lê-se na página do ‘Facebook’.

Segundo Maria José Guerreiro, que é também presidente da VianaFestas, o regulamento “veio permitir que todas as pessoas tivessem, atempadamente, conhecimento de quais as regras para que depois ninguém pudesse dizer que não sabia ou que não teve conhecimento”, explicou a responsável que é também presidente da VianaFestas, entidade que organiza a romaria.

Maria José Guerreiro adiantou que a colocação de cadeiras, na via pública, para aluguer, “tem que ter uma autorização expressa da VianaFestas, mediante uma inscrição prévia”, a decorrer até final deste mês.

“Uma vez que a Câmara Municipal delega na VianaFestas a exploração do terrado também é uma forma de termos a noção de que, esse terrado está, de facto, a ser utilizado da melhor forma, e de uma forma organizada”, frisou.

De acordo com o regulamento “só serão aceites inscrições para exploração da via pública de associações culturais, sociais e desportivas”.

Para Maria José Guerreiro o resultado da exploração das cadeiras de aluguer poderá representar uma “renda suplementar” para as associações do concelho ” que vivem momentos difíceis”

“Aquelas situações que se verificavam de particulares que levavam 20 ou 30 cadeiras e alugavam, não pode ser dessa forma”, sublinhou.

O regulamento define ainda que “por cada quatro cadeiras”, as associações que ficarem com a exploração do seu aluguer, “deverão fazer um donativo de cinco euros à VianaFestas”.

Os locais disponibilizados são a Rua Nova de Santana, Rua de Aveiro, Alameda João Alves Cerqueira e Marina, sendo que “não será permitido alugar cadeiras a preço inferior ao praticado pela VianaFestas”.

Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais Alto Minho