Seguir o O MINHO

Futebol

Ricardo Soares despreocupado com a saída do goleador Fábio Abreu do Moreirense

I Liga

em

Foto: Liga Portugal

O treinador Ricardo Soares relativizou hoje a saída do avançado Fábio Abreu, que trocou o Moreirense, da I Liga de futebol, pelos sauditas do Al-Batin, já após o fecho do mercado de transferências em Portugal.


“[Essa perda] não é uma preocupação. Estou habituado e já me deparei com várias situações parecidas. É extremamente gratificante olhar para o meu plantel e conseguir arranjar outra estratégia ou dinâmica sem fugir das nossas ideias em absoluto, porque isso seria um erro tremendo”, alertou o técnico, em conferência de imprensa.

Fábio Abreu, de 27 anos, foi o quinto melhor marcador da última edição do campeonato, com 17 golos em 38 jogos, aos quais somou dois tentos nas primeiras três presenças em 2020/21, traduzindo 15 meses produtivos num negócio a rondar os 2,5 milhões de euros.

“É gratificante pelo encaixe financeiro para o clube. Estou cá para valorizar ativos e isso foi conseguido mais uma vez. O trabalho compensou, mas ele já não está cá. Cabe-me alterar uma nuance em função dos jogadores disponíveis e obter uma fórmula assertiva e eficaz para atacar, sendo que defensivamente também terá alguns custos”, analisou.

Confiante nas “soluções internas” do Moreirense, Ricardo Soares garantiu que “ninguém fica fora do processo” e enalteceu “um esforço enorme” observado durante “duas semanas muito produtivas”, em plena paragem da I Liga para os compromissos das seleções.

“Os jogadores trabalharam muito e com qualidade. Alguns deles elevaram os índices físicos para patamares adequados à exigência da competição em que estão inseridos. Deu ainda para cimentar o processo e ter melhor conhecimento das ideias pretendidas. Estamos satisfeitos com o comportamento e esforço enorme de todos os atletas”, vincou.

O treinador nota “uma boa base e um nível interessante” de acordo com “as exigências” do conjunto minhoto, que revela “alguma ansiedade” para “validar o trabalho” efetuado durante a semana no domingo, quando visitar o estádio do Belenenses SAD.

“O adversário tem características e dinâmicas interessantes e diferentes do padrão em Portugal. É uma equipa bem trabalhada e organizada, estável no plano defensivo, a defender e atacar com muita gente. Esperamos dificuldades contra jogadores de qualidade, mas olhamos para nós e acredito que daremos uma boa resposta”, afiançou.

O Moreirense venceu as duas deslocações ao terreno dos ‘azuis’, embora “isso nada conte”, na certeza de que o embate “será difícil, pela valia do adversário e não por esta perda ou aquela”, tendo em vista uma “margem de crescimento muito superior à atual”.

Os médios Filipe Soares e Sori Mané debelaram problemas físicos e estão aptos, ao contrário do guarda-redes Kewin, do defesa Anthony D’Alberto e dos avançados André Luís e Derik Lacerda, enquanto o centrocampista Ibrahima Camará teve um teste positivo à covid-19 e está isolado.

O Moreirense, 10.º colocado, com quatro pontos, visita o Belenenses SAD, oitavo, com idêntico registo pontual, no domingo, às 15:00, no Estádio Nacional, em Oeiras, em duelo da quarta jornada da I Liga, com arbitragem de António Nobre, da associação de Leiria.

Anúncio

Futebol

FC Porto vence Olympiacos e soma os primeiros três pontos na Liga dos Campeões

Liga dos Campeões

em

Foto: Twitter / FC Porto

O FC Porto venceu hoje os gregos do Olympiacos, treinados pelo português Pedro Martins, por 2-0, em jogo da segunda jornada do grupo C da Liga dos Campeões de futebol, garantindo os primeiros três pontos na competição

O jovem Fábio Vieira marcou o primeiro golo da partida, aos 11 minutos, com Sérgio Oliveira, aos 85, a ampliar a vantagem do FC Porto sobre o Olympiacos, que contou com os portugueses José Sá, Rúben Semedo, Rúben Vinagre, Bruma e Pêpê Rodrigues.

Com esta vitória, o FC Porto está em segundo lugar no grupo, com três pontos, os mesmos do Olympiacos, com o Manchester City, de Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva, a liderar com seis, depois da vitória de hoje frente ao Marselha, de André Villas-Boas, por 3-0, com os franceses ainda sem pontuar.

Continuar a ler

Futebol

Acionistas da SAD do Braga aprovam por unanimidade exercício recorde

SC Braga

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

Os acionistas da sociedade anónima desportiva (SAD) do Braga aprovaram hoje por unanimidade o relatório e contas da época 2019/20, que registou o resultado histórico de 22 milhões de euros (ME).

Reunidos em assembleia-geral, os acionistas da SAD ‘arsenalista’ aprovaram ainda por unanimidade o orçamento para a presente temporada, assim como os restantes pontos da ordem de trabalhos.

Na época 2019/20, a SAD do Braga apresentou um resultado líquido positivo de 22 ME, o maior de sempre da sociedade, registando um EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) de 30,2 ME.

O ativo cresceu cerca de 39%, para valores que chegam quase aos 100 ME (99,4 ME), e o passivo também subiu, cerca de 11%, situando-se agora nos 58 ME.

Foi ainda aprovado por unanimidade, por proposta do órgão de fiscalização e revisor oficial de contas e de um acionista, um voto de louvor à gestão da SAD.

Participaram na AG acionistas que representam 62,6% do capital social da sociedade.

Continuar a ler

Futebol

“Gil Vicente tem a vantagem de jogar num esquema tático idêntico ao do Sporting”

Rúben Amorim

em

Foto: Twitter / Sporting

O treinador do Sporting, Rúben Amorim, afirmou hoje que pretende conquistar os três pontos na receção de quarta-feira ao Gil Vicente, em jogo em atraso da primeira jornada da I Liga de futebol.

Rúben Amorim, que falava em conferência de imprensa de antevisão ao encontro com os gilistas, considera que o adversário tem uma equipa “com coragem” e que é muito forte no corredor central para sair em transição.

“O Gil Vicente tem a vantagem de jogar num esquema tático idêntico ao do Sporting. Espero igualar isso e espero que o valor individual dos jogadores do Sporting faça a diferença. É uma equipa muito pressionante no corredor central e que vem jogar aqui sem muita responsabilidade. Vamos impor o nosso ritmo e o nosso jogo”, afirmou.

Nos quatro jogos realizados esta temporada na I Liga, o Sporting soma três vitórias e um empate, motivo pelo qual Rúben Amorim olha para este jogo com a possibilidade de descolar do FC Porto, com quem tem igualdade pontual (10) e um jogo a menos. Em caso de vitória, o Sporting somará 13 pontos e ficará sozinho no segundo lugar, relegando os ‘dragões’ para terceiro, e a dois pontos do líder Benfica.

“Temos de encarar esta partida como temos feito: sempre a pensar jogo a jogo. Não podemos pensar tanto na classificação, principalmente porque estamos ainda no início do campeonato. Espero uma equipa do Sporting igual ao que tem sido, sabendo que podemos melhorar a nossa classificação. Temos de ter essa ambição. Se podemos melhorar a nossa classificação, é isso que temos de fazer. Vamos fazer tudo para vencer o jogo”, garantiu.

Em relação à renovação de Matheus Nunes, que prolongou o vínculo com o Sporting até 2025 e ficou com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros, Rúben Amorim mostrou-se satisfeito, mas distribuiu os louros em relação à evolução do jovem jogador.

“É sinal que os jogadores da formação do Sporting corresponderam à confiança que depositamos neles. Fico feliz por isso, mas este trabalho não é só desta equipa técnica, mas também das anteriores, porque nós estamos aqui há pouco tempo”, disse.

Diante do Gil Vicente, o treinador não levantou a ‘ponta do véu’ sobre quem irá jogar no meio-campo ou no ataque. Matheus Nunes continua a ser uma opção, à qual se junta agora, além de João Palhinha, o internacional português João Mário.

“João Mário está preparado para jogar no meio-campo ou na frente. É um jogador muito inteligente. Depende do jogo. Tem de haver vários jogadores para a mesma posição. Podem jogar os dois, mas o Palhinha tem características difíceis de encontrar. Matheus Nunes tem jogado sempre até hoje e o João Mário traz coisas que não há na equipa. Vamos ver daqui para frente quem vai jogar”, concluiu.

O Sporting, segundo classificado, com 10 pontos, em igualdade com o campeão FC Porto, recebe esta quarta-feira o Gil Vicente, 12.º, com cinco, os mesmos que Tondela, Paços de Ferreira e Belenenses SAD, em jogo em atraso da primeira jornada da I Liga, que será arbitrado pelo setubalense André Narciso.

Continuar a ler

Populares